10 histórias portuguesas que marcaram 2020 (c/ vídeo)

Publicámos alguns testemunhos e iniciativas sociais publicadas neste site ao longo do 2020., como um profundo agradecimento a todos os protagonistas. No final do artigo pode ver a lista dos artigos mais vistos este ano.

Opus Dei - 10 histórias portuguesas que marcaram 2020 (c/ vídeo)

1. Lisboa: “Procurei Deus nas competições de cavalos e no ocultismo... encontrei-O na confissão e no cancro” (c/vídeo)

A família tinha uma discoteca, mas a sua paixão de sempre foram os cavalos. Miguel procurava Deus nos sítios errados. Conta-nos a história da sua conversão, de como conheceu o Opus Dei e de como um cancro e uma estadia no IPO em Lisboa o uniram mais a Deus com a ajuda do Pe. Custódio.



2. “Fui dado como morto”: testemunho do P. Geraldo Morujão (vídeo)

A probabilidade de sobreviver com sequelas era 0,1%: testemunho do P. Geraldo Morujão, da diocese de Viseu (Portugal), depois de uma paragem cardíaca numa piscina na Terra Santa. Aos 89 anos continua a nadar e atribui esta graça à intercessão do beato Álvaro del Portillo, que foi Prelado do Opus Dei. Veja a história completa filmada em Portugal e na Terra Santa.


3. “De Lisboa a Roma, pedir a S. Josemaria pelo meu futuro marido”

Como começar uma vida juntos em tempos de pandemia? Henrique (do Seixal) converteu-se em 2016. Antes, Raquel (de Lisboa) tinha pedido a S. Josemaria, pelo seu futuro marido. Depois de se conhecerem, de um namoro, e de um noivado atribulado em tempos de COVID-19, casaram-se no Mosteiro dos Jerónimos em julho. Contam o seu testemunho e falam dos desafios que os esperam.



4. Série: Olhares de mulher (Vídeos)



Há 90 anos a mulher é protagonista do Opus Dei. A 14 de Fevereiro de 1930, S. Josemaria compreendeu que Deus daria a vocação ao Opus Dei a muitas mulheres. Reveja a série “Olhares de mulher”.


5. O trabalho da Mariana na luta contra a COVID 19 em Matosinhos


As batalhas nem sempre se ganham com as armas. E os heróis nem sempre usam capas. Muitos acordam de madrugada e sabem apenas a hora em que o dia de trabalho começa. São os profissionais que trabalham todos os dias nos hospitais para deter o coronavírus. Heróis com bata e mascara, como Mariana, enfermeira no Hospital Pedro Hispano, em Matosinhos e agregada do Opus Dei.


6. Pôr o tempo a render e ajudar 10.000 famílias portuguesas


Joaquim estuda na Universidade Nova em Lisboa e é voluntário na Rede de Emergência Alimentar. Desde março, já atendeu 10.000 pedidos de ajuda, que reencaminhou para instituições em todo o país. Confessa que “entrar de “para-quedas” nesta realidade foi muito estimulante e exigente” e que embora dê “muito trabalho, é muito recompensador”.


7. Eu, o Covid-19 e o meu anjo da guarda no hospital da Amadora


Carla é técnica de análises clínicas há mais de 20 anos e trabalha no Departamento de Imunologia do Hospital Fernando Fonseca. É casada, mãe de 3 filhos e conta como encontra Deus no trabalho em tempos de Covid-19: “agora mais do que nunca, sinto que "Com Deus, tudo, sem Deus, nada".


8. Covid: esquemas para ajudar “já” e “a tempo” quem precisa em Lisboa

Com experiência em 2 bairros há mais de 20 anos, Paula conta o que os problemas novos que a Covid trouxe e as soluções ainda mais novas que apareceram.



9. Portugal: uma espécie de movimento “#lavar as mãos não basta”

A solução que conciliou o sofá de casa com o sair de casa. Uma fórmula da Aurora, da Milocas e da Dita, explicada pela Dita.



10. Em Chelas às 7 da manhã para ajudar as Missionárias da Caridade

Estuda no Técnico e quer ser Engenheiro. Tinha o sonho de ir para África fazer voluntariado, mas descobriu que a 2 km de casa, a sua ajuda faz a diferença. Em tempos de Covid-19, os dias começam cedo na casa das Missionárias da Caridade em Chelas, onde cuida dos idosos, a quem trata por amigos, seguindo os passos de Santa Teresa de Calcutá.



Aproveitamos também para informar sobre os 10 artigos mais visitados neste site em 2020: