Evangelho de quarta-feira: para cumprir em plenitude

O Senhor veio para trazer a vida e a trazer em abundância. Quer-nos felizes e para isso quer que lutemos por ser fiéis no pequeno. Pequena é a Hóstia consagrada que recebemos na Comunhão, e contém a santa grandeza de Jesus. A Quaresma é um tempo propício para lutar por crescer em fidelidade ao Senhor.

Evangelho (Mt 5, 17-19)

«Não julgueis que vim abolir a Lei ou os Profetas; não vim para os abolir, mas sim para cumprir em plenitude. Porque em verdade vos digo: antes passarão o céu e a terra, que passe uma só letra ou um só traço da Lei, sem que tudo seja cumprido. Aquele, pois, que violar um destes mandamentos mesmo dos mais pequenos, e ensinar assim aos homens, será considerado o mais pequeno no Reino dos Céus. Mas o que guardar e ensinar, esse será considerado grande no Reino dos Céus.»


Comentario

Encontramo-nos no monte das Bem-aventuranças nas margens do lago de Genesaré e escutamos parte do sermão da montanha, que S. Mateus relata no seu Evangelho.

Toda a paisagem fala de vida, de vida em abundância.

E, como que em sintonia com a paisagem que O rodeia, Jesus nessa linha diz àqueles que O escutavam: “Não julgueis que vim abolir a Lei ou os Profetas; não vim para os abolir, mas sim para cumprir em plenitude. Em continuidade com o Antigo Testamento, Jesus veio para nos trazer a vida plena. Quer que sejamos felizes. E, quanto mais felizes, melhor.

Jesus sabe que só somos felizes na medida em que escutamos, vivemos e difundimos a sua Palavra: o que guardar e ensinar estes mandamentos, esse será considerado grande no Reino dos Céus.

Aqui, na terra temos de viver o pequeno. A pequenez de agora vai fazer-nos grandes no Reino dos Céus. Pequena é a Hóstia consagrada que recebemos na Comunhão, e contém a santa grandeza de Jesus.

Estes dias da Quaresma, enquanto nos encaminhamos para reviver a Paixão, Morte e Ressurreição do Senhor, são uma ótima ocasião para meditar se avançamos em fidelidade ao Senhor; se damos importância aos pequenos detalhes, se afinamos e se voltamos ao caminho por meio do arrependimento.

Javier Massa // Photo: Lloyd Dirks - Unsplash