Novena à Imaculada Conceição (com áudio)

No dia 8 de dezembro celebra-se a solenidade da Imaculada Conceição. Para preparar esta festa oferecemos alguns textos e áudios.

Textos diário preparados pelo P. Pedro Boléo Tomé para a capelania dos colégios Planalto e Mira Rio com breve comentário ao Evangelho para ajudar na preparação da novena:

- 30 de novembro

- 1 de dezembro

- 2 de dezembro

- 3 de dezembro

- 4 de dezembro

- 5 de dezembro

- 6 de dezembro

- 7 de dezembro

- 8 de dezembro – Solenidade da Imaculada Conceição

• Descarregue a Novena à Imaculada Conceição com textos de S. Josemaria e do Papa Francisco (PDF). O que é a novena à Imaculada Conceição? No dia 8 de dezembro celebramos a beleza da Virgem Maria e, como é uma festa tão importante, preparamos com nove dias de antecedência. Sugerimos que medite diariamente o Evangelho, com a ajuda de algumas ideias que surgiram do afeto de São Josemaria e do Papa Francisco pela Virgem.

Oração do Papa Francisco à Imaculada Conceição (8.XII.2017)

• Textos de S. Josemaria sobre a Imaculada Conceição (disponível em PDF).

150 anos do dogma da Imaculada Conceição (2004) No dia 8 de dezembro de 1854 o Papa Pio IX proclamou o dogma da Imaculada Conceição de Maria.


Textos diário preparado pelo P. Pedro Boléo Tomé

30 de novembro


Do Evangelho da Missa de hoje:

Caminhando Jesus ao longo do mar da Galileia, viu dois irmãos: Simão, chamado Pedro, e seu irmão André, que lançavam as redes ao mar, pois eram pescadores. Disse-lhes Jesus: «Vinde e segui-Me e farei de vós pescadores de homens». Eles deixaram logo as redes e seguiram-n’O.

Maria, a Imaculada, sonhou desde pequenina com este tempo, o tempo em que o Messias, o Filho de Deus, haveria de caminhar entre os homens e se meteria nas suas vidas. Mais tarde soube que os planos de Deus para Ela eram, precisamente, de que Aquele por quem Ela ansiava, o Filho de Deus, haveria de ser o Seu Filho também. «Eis aqui a escrava do Senhor, faça-se em Mim segundo a tua Palavra». Como vibraria Maria ao escutar o que aconteceu com André e com Pedro! Deixaram tudo e seguiram-no! Também Ela o fez e que felicidade! Se os homens soubessem o que significa dizer «sim» a Deus!

Ao começar esta Novena no contexto de pandemia em que nos encontramos, nestes primeiros dias de um Advento tão especial, escutamos a Nossa Mãe Imaculada a dizer-nos ao coração para não temermos, pois o Seu Filho está a vir, não abandonou o Homem, está próximo e espera que tu, tal como S. André que hoje celebramos lhes digas que sim e que o sigas.


Propósito para os mais novos:
Minha Mãe do Céu, hoje prometo-te que vou obedecer aos pais com alegria.


1 de dezembro


Do Evangelho da Missa de hoje:

Naquele tempo, Jesus exultou de alegria pela acção do Espírito Santo e disse: «Eu Te bendigo, ó Pai, Senhor do céu e da terra, porque escondeste estas verdades aos sábios e aos inteligentes e as revelaste aos pequeninos. Sim, ó Pai, porque isto foi do teu agrado.

Quando o mal terrível da guerra assolava o mundo inteiro e sabendo que uma pandemia iria assolar a humanidade, a nossa Mãe Imaculada quis aparecer em Fátima para nos guiar e consolar, para nos encher de esperança e de alegria, acontecesse o que acontecesse. Para tal, recorreu aos «pequeninos» de que nos fala hoje Jesus. Francisco, Jacinta e Lúcia disseram-nos que para termos paz deveríamos rezar o terço.

«E Tu, sofres muito? – perguntou Nossa Senhora a Lúcia – O meu Imaculado Coração será o teu consolo».

Queremos ser consolados pelo Imaculado Coração de Maria? Queremos viver serenos e alegres nos momentos desafiantes em que nos encontramos? Recorramos a Ela nesta Novena rezando o terço ou, pelo menos, algum mistério nestes dias na Novena.


Propósito para os mais novos:
Querida Mãe Imaculada, hoje vou rezar um Pai Nosso, uma Avé Maria e um Glória


2 de dezembro

Do Evangelho da Missa de hoje:

Naquele tempo, foi Jesus para junto do mar da Galileia e, subindo ao monte, sentou-Se. Veio ter com Ele uma grande multidão, trazendo coxos, aleijados, cegos, mudos e muitos outros, que lançavam a seus pés. Ele curou-os, de modo que a multidão ficou admirada, ao ver os mudos a falar, os aleijados a ficar sãos, os coxos a andar e os cegos a ver; e todos davam glória ao Deus de Israel. Então Jesus, chamando a Si os discípulos, disse-lhes: «Tenho pena desta multidão, porque há três dias que estão comigo e não têm que comer. Mas não quero despedi-los em jejum, pois receio que desfaleçam no caminho».

Como vibraria o coração Imaculado de Maria ao ouvir este relato! O Seu Filho cura todos os doentes que lhe trazem, compadece-se da multidão, quer alimentá-los!

Que alegria damos à Nossa Mãe quando nos aproximamos do Seu Filho para que Ele nos cure! Quando assistimos à Missa e deixamos que Ele olhe para nós com compaixão. Quando permitimos que a cegueira do nosso coração, ou a paralisia que afeta a nossa alma, ou a mudez que nos faz estar sós e longe de Deus seja por Ele curada.

As mães sofrem com as doenças dos filhos e muito se alegram quando os vêm recuperados. Demos essa prenda a Maria nesta novena. Aproximemo-nos do Seu Filho! Deixemos que nos cure e nos alimente. Procuremos assistir à Missa. Talvez implique um pouco mais de esforço do que o normal. Será necessário consultar horários e programar bem a vida. Talvez até queiramos confessar-nos antes para poder receber Jesus na comunhão. Isso significa trabalho. Mas as prendas que valem são aquelas que mais custam. E nós não queremos dar uma prenda de pouco valor à Nossa Mãe Imaculada.

Propósito para os mais novos
Querida Maria, minha Mãe, hoje vou preparar-me bem para a missa e procurar concentrar-me no momento da Consagração.


3 de dezembro


Do Evangelho da Missa de hoje:

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: Todo aquele que ouve as minhas palavras e as põe em prática é como o homem prudente que edificou a sua casa sobre a rocha. Caiu a chuva, vieram as torrentes e sopraram os ventos contra aquela casa; mas ela não caiu, porque estava fundada sobre a rocha.

Que sentimentos suscitariam estas palavras em Maria? Talvez se recordasse dos temporais que assolaram a sua casa. Sim, Ela, a Imaculada, a escolhida para ser a Mãe do Messias, não foi poupada. Por isso, ao ouvir estas palavras, talvez recordasse aquela noite em que José a despertou e lhe disse que pegasse no Menino, pois Herodes desejava matá-lo. Vieram as torrentes e sopraram ventos fortes, sim, mas tudo se resolveu. Encontraram uma casa para eles no Egipto e José um trabalho. Deixaram-se levar pela mão, sempre confiados no Senhor e tudo acabou bem.

A Nossa Mãe olha para nós nestes momentos em que o futuro é incerto, e o Seu Imaculado Coração pede que saibamos fazer o que o Seu Filho nos diz. Ouvir as suas palavras e pô-las em prática.

Não será de fazermos o propósito de dedicar pelo menos uns breves minutos a ler o Evangelho e a pensar como havemos de o pôr em prática? Não é preciso nada complicado. Basta tentar continuar a fazer o que estamos a fazer agora nesta Novena.


Propósito para os mais novos:
Minha Mãe do céu, hoje vou oferecer o meu dia pelas pessoas que não confiam em Jesus.


4 de dezembro


Do Evangelho da Missa de hoje:

Naquele tempo, Jesus pôs-Se a caminho e seguiram-n’O dois cegos, gritando: «Filho de David, tem piedade de nós». Ao chegar a casa, os cegos aproximaram-se d’Ele. Jesus perguntou-lhes: «Acreditais que posso fazer o que pedis?» Eles responderam: «Acreditamos, Senhor». Então Jesus tocou-lhes nos olhos e disse: «Seja feito segundo a vossa fé». E abriram-se os seus olhos.

Sendo concebida imaculada, Maria veria a mão de Deus detrás de todos os acontecimentos. Ver o bem que Deus tira de todos os males que a afligiam, a si e aos homens e mulheres que a rodeavam, faria com que Nossa Senhora gozasse, em qualquer circunstância, de uma imensa paz e de uma profunda alegria. Ao contemplá-la assim, tão feliz em circunstâncias, por vezes, tão duras, não te sentes cego como aqueles dois homens do Evangelho? Não sentes vontade de te aproximar de Jesus e pedir-Lhe: «Filho de David, tem piedade de nós»? Ajuda-nos a ver! Ensina-nos a ser felizes, a descobrir a alegria escondida nas coisas pequenas da vida, e a ver a tua mão amorosa detrás de todas as coisas, também daquelas que não compreendemos e que parecem só trazer tristeza.

As mães gostam de ver os filhos alegres, mesmo nos momentos de tribulação. Fazem «das tripas coração» para que os filhos estejam bem. Saber que temos uma Mãe no Céu a velar por nós e a interceder junto do Seu Filho, aquece-nos o coração, enche-o de esperança e faz-nos olhar para o futuro com alegria e otimismo. Mas também nos recorda que Ela quer que estejamos alegres e espera que façamos um esforço por sorrir e por tornar agradável a convivência junto de nós.


Propósito para os mais novos:
Querida Mãe Imaculada, hoje prometo-te que vou esforçar-me para sorrir mais.


5 de dezembro


Do Evangelho da Missa de hoje:

Naquele tempo, Jesus percorria todas as cidades e aldeias, ensinando nas sinagogas, pregando o Evangelho do reino e curando todas as doenças e enfermidades. Ao ver as multidões, encheu-Se de compaixão, porque andavam fatigadas e abatidas, como ovelhas sem pastor. Jesus disse então aos seus discípulos: «A seara é grande, mas os trabalhadores são poucos. Pedi ao Senhor da seara que mande trabalhadores para a sua seara».

Maria terá também ouvido este pedido do Seu Filho. Era dirigido aos seus discípulos, mas, fê-lo seu. Como olharia, então, para as searas já prontas para a ceifa a ondularem ao vento? O Seu Coração Imaculado rogaria ao Pai que enviasse muitos trabalhadores e trabalhadoras, muitas almas que quisessem dizer que «sim» a Deus. E sonhou com a Igreja a crescer e a espalhar-se pelo mundo… Sonhou contigo e comigo.

Os dias da Novena costumam ser dias em que nos sentimos interpelados a levar os amigos e as amigas, os nossos familiares, a Nossa Senhora. Parece que Ela nos diz: «traz-mos, quero levá-los ao Meu Filho».

São dias para, em honra de Nossa Senhora, ir com eles a uma Igreja ou uma capela para rezar um pouco, ou para preparar e facilitar uma confissão. Que grande alegria daremos à Nossa Mãe! Ela sonhou com isso!

Propósito para os mais novos:

Mãe, minha querida Mãe, hoje prometo-te que vou rezar 3 Ave Marias em frente a uma imagem tua.


6 de dezembro


Do Evangelho da Missa de hoje:

Princípio do Evangelho de Jesus Cristo, Filho de Deus. Está escrito no profeta Isaías: «Vou enviar à tua frente o meu mensageiro, que preparará o teu caminho. Uma voz clama no deserto: ‘Preparai o caminho do Senhor, endireitai as suas veredas’». Apareceu João Baptista no deserto a proclamar um baptismo de penitência para remissão dos pecados. Acorria a ele toda a gente da região da Judeia e todos os habitantes de Jerusalém e eram baptizados por ele no rio Jordão, confessando os seus pecados.

Quantas vezes terá saboreado a Nossa Mãe Imaculada estas palavras de Isaías! Ao escutá-las, ainda menina, sentiria a necessidade de se preparar, de ter o seu coração cheio para a vinda do Senhor. E eis que o Anjo a visita e a trata por «Cheia de Graça». A sua alma, tal como a de Adão e a de Eva, foi concebida sem pecado original. Mas, ao contrário dos nossos primeiros pais, Maria correspondeu sempre ao amor de Deus e nunca lhe virou as costas. E como sofreria ao ver o contraste entre o seu coração e o dos homens e mulheres à sua volta! Como desejaria que chegassem os tempos do Messias em que surgiria um percursor que preparasse aqueles corações para receber o Filho de Deus.

E eis que chega! E toda a gente acorre a ele e confessa arrependido os seus pecados. Consegues imaginar a alegria da Nossa Mãe? Os corações preparavam-se, finalmente, para receber o Seu Filho!

Não queres tu também preparar o teu coração? Não desejas dar essa alegria à tua Mãe do Céu e fazer uma boa confissão antes do Natal? Sim, é certo, terás de consultar a internet e ver os horários, terás de te confessar com máscara, mas, não sentes também mais dificuldade para preparar a celebração do Natal nas atuais circunstâncias? Deixarás a tua alma para segundo lugar? Esquecerás o que verdadeiramente alegra Jesus e Maria?


Propósito para os mais novos:
Querida Mãe do céu, hoje vou pensar no que tenho feito de mal e pedir desculpa a Jesus, e no fim rezo um ato de contrição.


7 de dezembro


Do Evangelho da Missa de hoje:

Certo dia, enquanto Jesus ensinava, estavam entre a assistência fariseus e doutores da Lei, que tinham vindo de todas as povoações da Galileia, da Judeia e de Jerusalém; e Ele tinha o poder do Senhor para operar curas. Apareceram então uns homens, trazendo num catre um paralítico; tentavam levá-lo para dentro e colocá-lo diante de Jesus. Como não encontraram modo de o introduzir, por causa da multidão, subiram ao terraço e, através das telhas, desceram-no com o catre, deixando-o no meio da assistência, diante de Jesus. Ao ver a fé daquela gente, Jesus disse: «Homem, os teus pecados estão perdoados».

Já pensaste como o Coração Imaculado de Maria escutaria os relatos da vida de Jesus? Que orgulho sentiria ao pensar nestes homens que levam o amigo até Jesus! O seu coração de mãe enternecer-se-ia a ver a amizade que os une, a capacidade de se sacrificarem, a sua imaginação e engenho. Vê-se que gostam mesmo daquele paralítico e que, ao mesmo tempo, acreditam que Jesus o pode curar.

Não sabemos se Maria conhecia aquele homem, mas, certamente, conheceria outros. É natural que Maria escutasse desabafos das mulheres de Nazaré e de Cafarnaum. Hoje, podemos imaginar que Maria sabia pela mãe desse paralítico ou pela sua esposa tudo o que lhe acontecera. O acidente e a transformação brutal da sua vida. Mas, também os amigos que tinha e tudo o que faziam por ele. Por isso, não a estranharia a cena que se passou diante de Jesus. Quantas vezes aqueles quatro tinham «feito das suas» para alegrar o amigo! Com quanta generosidade apareciam lá por casa para podar umas árvores, ou trazer lenha, ou concertar um telhado!

«Cada vez que o fizestes a um destes pequeninos a Mim o fizestes», recordava a Nossa Mãe no seu coração. Não. Maria não estava admirada. Estava feliz por poder ver que o Seu Filho pagava assim a amizade desinteressada, o carinho abnegado.

Na véspera da festa da Imaculada Conceição, ao ver o exemplo destes homens, queremos fazer propósitos de serviço aos outros e pensar que poderei fazer mais para ajudar os que me rodeiam.


Propósito para os mais novos:
Minha querida Mãe, hoje prometo-te que vou ajudar os pais nas tarefas da casa.


8 de dezembro


Do Evangelho da Missa de hoje:

Naquele tempo, o Anjo Gabriel foi enviado por Deus a uma cidade da Galileia chamada Nazaré, a uma Virgem desposada com um homem chamado José. O nome da Virgem era Maria. Tendo entrado onde ela estava, disse o Anjo: «Ave, cheia de graça, o Senhor está contigo». Ela ficou perturbada com estas palavras e pensava que saudação seria aquela. Disse-lhe o Anjo: «Não temas, Maria, porque encontraste graça diante de Deus. Conceberás e darás à luz um Filho, a quem porás o nome de Jesus. Ele será grande e chamar-Se-á Filho do Altíssimo».

O dia de anos da Mãe é um dia em que todos nos alegramos. Estamos felizes por ela. Hoje, celebramos, não o dia de anos, mas o dia da conceção da Virgem Maria, a nossa Mãe do Céu. Isto porque a nossa fé nos diz que Ela foi concebida sem pecado original. E por que razão? Para que pudesse vir a ser a Mãe de Jesus, o «Filho do Altíssimo».

Maria disse ao Anjo: «Eis a escrava do Senhor faça-se em mim segundo a tua palavra».

Trata-se, pois, de uma história com final feliz. Maria foi concebida Imaculada para poder ser Mãe de Jesus. E, ao contrário de Adão e Eva, disse, livremente, que sim aos planos de Deus.

E os Anjos rebentaram de alegria no Céu perante essa resposta.

E, hoje, nós queremos que o nosso coração também esteja em festa. Fazer como fazem os bons filhos no aniversário da sua mãe: esforçar-nos por fazê-la feliz e porque nos veja feliz. Começando pelo principal que é participar na festa que o próprio Jesus preparou: a Santa Missa. E, depois, esforçar-se por entrar pelo Céu adentro e viver a festa que se celebra lá em cima.

Talvez algum tenha problemas em participar na Eucaristia, por ser pessoa de risco, ou devido às limitações da pandemia. Sabendo que Maria nos pediu que rezássemos o terço, essa devoção pode ser uma forma de se unirem à festa que os Anjos e os Santos celebram junto de Deus no Céu.


Propósito para os mais novos:
Minha Mãe Imaculada, hoje em tua honra vou rezar um mistério do terço.