Evangelho de quinta-feira: uma vida edificada sobre a rocha

Evangelho de 5ª feira da 1ª semana do Advento e comentário. "Todo aquele que ouve as minhas palavras e as põe em prática é como o homem prudente que edificou a sua casa sobre a rocha". Lê e vive o Evangelho. Ler é recordar uma coisa que aconteceu; viver é encontrar-se presente num acontecimento que está a suceder agora mesmo.

Evangelho (Mt 7,21.24-27)

Disse Jesus aos seus discípulos: «Nem todo aquele que Me diz ‘Senhor, Senhor’ entrará no reino dos Céus, mas só aquele que faz a vontade de meu Pai que está nos Céus. Todo aquele que ouve as minhas palavras e as põe em prática é como o homem prudente que edificou a sua casa sobre a rocha. Caiu a chuva, vieram as torrentes e sopraram os ventos contra aquela casa; mas ela não caiu, porque estava fundada sobre a rocha. Mas todo aquele que ouve as minhas palavras e não as põe em prática é como o homem insensato que edificou a sua casa sobre a areia. Caiu a chuva, vieram as torrentes e sopraram os ventos contra aquela casa; ela desmoronou-se e foi grande a sua ruína».


Comentário

Nos Evangelhos, Jesus fala em várias ocasiões sobre a vinda do Reino de Deus. Alguns dos seus contemporâneos pensavam que se tratava de um reino político, da próxima restauração do antigo poder dos reis de Israel. Mas o Senhor deixa bem claro que é outro género de reino, que até já está presente: “o Reino de Deus já está no meio de vós” (Lc 17, 22). Como Orígenes explica, Jesus é o reino em pessoa, Ele mesmo é o "mistério do reino de Deus" que foi oferecido aos discípulos.

No passo da Missa de hoje, Jesus explica-nos como podemos entrar em contacto com a Sua pessoa, usando alguns verbos. Não entra no reino quem diz, quem só fala, mas não faz nada, quem se conforma só com chamar-se cristão. Este homem não entrará.

Por outro lado, podem entrar no seu Reino os que ouvem a Sua palavra e a põem em prática. Um modo concreto de ouvir a Sua palavra, de escutar a vontade de Deus, é ler a Palavra de Deus, por exemplo através de uma leitura atenta do Evangelho todos os dias; e depois, tentar pôr em prática o que escutámos ou lemos, fazendo nossa a vida de Jesus.

“Queres acompanhar Jesus de perto, muito de perto?... Abre o Santo Evangelho e lê a Paixão do Senhor. Mas só ler, não: viver. A diferença é grande. Ler é recordar uma coisa que passou; viver é estar presente num acontecimento que sucede agora mesmo, ser uma pessoa mais naquelas cenas”[1].

Também a imagem da edificação da casa, que conclui este ensinamento do Senhor, representa de modo gráfico o que acontece na vida de todos os homens. Todas as casas sofrem chuvas, torrentes e ventos, mas só as vidas fundadas na rocha da Vida de Jesus Cristo, resistirão aos momentos difíceis e aos sofrimentos.


[1] S. Josemaria, Via Sacra, IX Estação.

Giovanni Vassallo // Oleg Magni - Pexel