Alentejo: “Vi em S. Josemaria um santo sem papas na língua”

O P. Paulo Reis Godinho é pároco de Cuba (Beja), tem uma devoção a S. Josemaria e celebrou a missa de S. Josemaria no passado dia 26. Publicámos o testemunho que nos enviou nesse dia.

Opus Dei - Alentejo: “Vi em S. Josemaria um santo sem papas na língua”

Na minha vida presbiteral, a figura central tem sido sempre Jesus, Nosso Senhor: ‘’Senhor de imensa bondade’’, mas o modelo, digamos assim, humano do exercício do presbiterado fui buscá-lo a São Josemaria Escrivá. Contrariamente ao que, muitas vezes, se veicula acerca da sua intuição divina (o Opus Dei), não o considero um iniciador secreto, cinzelador de práticas de autoflagelação, nem um promotor da tristeza.

Vi nele e em seus escritos um presbítero alegre, livre, enérgico, sincero, sem ‘’papas na língua’’

Vi nele e em seus escritos um presbítero alegre, livre, enérgico, sincero, sem ‘’papas na língua’’. Enfim, vi nele o Senhor Jesus que continua a obra da redenção da humanidade através do ministério presbiteral e, em última análise, da vocação de todos os cristãos à santidade.

A santidade como meta exequível e necessária para tornar Jesus presente no mundo, aprendi-a com São Josemaria. O amor à Eucaristia, celebrada com unção e dignidade, decalquei-o dele. A confiança na Imaculada Mãe do Senhor, através da recitação diária do Santo Rosário, imitei-a dele. A obediência à Mãe Igreja vi-a nele e apaixonei-me por ela, feita carne naquele homem de batina negra, mas de alma luminosamente transfigurada em Jesus, Obediente ao Pai.

Não me recordo de ter recorrido a São Josemaria sem ter sido atendido. Quantas horas de ‘’noite escura’’ foram atenuadas e vencidas com a ‘’Forja’’, ‘’O Caminho’’, ‘’O Sulco’’, ‘’Amar a Igreja’’.

Não me recordo de ter recorrido a São Josemaria sem ter sido atendido. Quantas horas de ‘’noite escura’’ foram atenuadas e vencidas com a ‘’Forja’’, ‘’O Caminho’’, ‘’O Sulco’’, ‘’Amar a Igreja’’. Quantas vezes me levou ao Sacrário para ali renovar a minha entrega ao Senhor da Messe. Quantas lágrimas limpou da minha face, na tristeza do pecado humano, e quantas outras levou ao altar de Deus em agradecimento por tantas graças concedidas.

Conheço-o melhor do que se tivesse privado com ele. Tem sido um bom amigo, conselheiro, diretor espiritual, intercessor. Enfim, vi em São Josemaria um pai e, quando a divina providencia entendeu levar o meu para o céu, depressa lhe pedi que fosse o meu pai espiritual. Acho que me atendeu, pois, graças a ele, sou hoje um enamorado da Igreja, não obstante um pobre pecador com quem o Senhor usa de grande misericórdia.

Não pertencendo à Obra, beneficio dos bens espirituais que dela manam para o mundo.

Não pertencendo à Obra, beneficio dos bens espirituais que dela manam para o mundo.

São Josemaria, rogai por nós.

São José, rogai por nós,

Santa Maria, Mãe de Deus, rogai por nós.