Quatro conselhos do Papa Francisco para viver melhor o Natal

No Natal é fácil deixar-se levar pela presa e esquecer o importante. Para centrar-se na chave destas datas, o Papa oferece um guia para não perder o norte e diz que o mais importante é arranjar espaço para o Menino que vai nascer.

Da Igreja e do Papa

1. Arranjemos espaço para o Senhor nos nossos corações e nos nossos dias.

"Cada família cristã, como fizeram Maria e José, pode receber Jesus, escutá-lo, falar com Ele, estar com Ele, protegê-lo, crescer com Ele; e assim melhorar o mundo. Arranjemos espaço para o Senhor nos nossos corações e nos nossos dias”.

Papa Francisco, 17 de dezembro de 2014

2. Que o Natal não seja uma festa do consumismo desmedido.

"'Padre, organizámos um banquete; todos contentes'. Isso é bonito, um banquete está bem, mas não é essa a alegria cristã de que falámos hoje”.

Papa Francisco, 17 de dezembro de 2014

3. Que seja uma festa da alegria, de acolher o Senhor no presépio e no coração.

"Que o Santo Natal nunca seja uma festa do consumismo comercial, da aparência, dos presentes inúteis, ou do desperdício supérfluo, mas sim uma festa da alegria, de acolher o Senhor no presépio e no coração”.

Papa Francisco, 22 de dezembro de 2014

4. O Natal é a festa da pobreza de Deus que se despojou de si mesmo tomando a natureza de escravo.

"Isto é o verdadeiro Natal: a festa da pobreza de Deus que se despojou de si mesmo tomando a natureza de escravo; de Deus que serve na mesa; de Deus que se esconde aos intelectuais e sábios e que se revela aos pequenos, simples e pobres”.