E eu, português desempregado na Suíça: “S. Josemaria, arranja-me trabalho”

Muitos homens e mulheres em todo o mundo recorrem a S. Josemaria para encontrar um emprego através da “Novena do Trabalho”. Recebemos uma história de Lisboa que nos inspira a todos.

Opus Dei - E eu, português desempregado na Suíça: “S. Josemaria, arranja-me trabalho”

Algures em 2011 vi a minha mulher a ir trabalhar para a Suíça.

pois apesar de eu ter estado oito anos num colégio de religiosos, depois, com a entrada na universidade, parece que a Igreja “desapareceu” na minha vida.

Mas recuemos um pouco no tempo. Foi ela que me aproximou muito de Cristo, pois apesar de eu ter estado oito anos num colégio de religiosos, depois, com a entrada na universidade, parece que a Igreja “desapareceu” na minha vida. Conheci-a … namorámos e casámos. Ora com o sacramento do matrimónio veio a obrigação de voltar a ir à missa todos os domingos. E de 2002 a 2011 foi ela que foi puxando, e bem, por mim.

Voltemos de novo a 2011. Tinha ela ido para a Suíça trabalhar, mas eu, como tinha o meu trabalho por Portugal, não a pude acompanhar nessa altura. E claro, isto só foi possível encarar com muita graça de Deus. Sempre com a esperança de que os dias melhorassem. Assim chegou o ano de 2013 e ... eu fui para o desemprego.

Claramente ainda não era o tempo dos dias melhorarem, mas ao menos senti que era altura de ir ter com ela ao país alpino.

“– Agora durante 9 dias fazes esta oração e pedes trabalho…”

Algures no mês de agosto desse ano, em plena Zurique, já ando eu empenhado em estudar alemão para ficar na Suíça. Mas as línguas nunca foram o meu forte, e isso talvez explique o facto de nunca me ter conseguido fixar na Suíça. Andava nisto quando a minha mulher me pôs na mão a oração da pagela de S. Josemaria, e sugeriu-me com o seu modo persuasivo de me convencer. “– Agora durante 9 dias fazes esta oração e pedes trabalho…”

Quando chegou o final do oitavo dia, e só faltava um, pensei mesmo “… hummm … não sei se isto dá alguma coisa, mas também não é por um dia que vou desistir”.

Nesse mesmo dia ela foi trabalhar, e no meu passeio matinal levei a pagela e comecei a rezar. Era o primeiro dia e um pouco atrapalhado lá rezei a oração e pedi por intercessão do santo. No segundo dia a história repetiu-se, já com mais confiança. No terceiro dia parece que já não custava nada. Depois foi continuar a rezar até chegar ao nono dia. Quando chegou o final do oitavo dia, e só faltava um, pensei mesmo “… hummm … não sei se isto dá alguma coisa, mas também não é por um dia que vou desistir”.

E no último dia da novena até mudei de local para ver se São Josemaria me ouvia melhor… Ouviu!!! Nem uma hora depois, quando cheguei a casa, estava eu pronto para tomar o café toca o telefone de Portugal. Era um ex-colega meu da rádio a dizer-me que queria que eu apanhasse o avião nesse dia porque tinha aberto uma vaga numa empresa de televisão e eu era a pessoa que precisavam!!! Escusado será dizer que a vaga foi minha (e ainda é … já lá estou há 7 anos).

Nunca me esquecerei deste momento “a sós” com São Josemaria, bateu e bateu muito forte!

Nunca me esquecerei deste momento “a sós” com S. Josemaria, bateu e bateu muito forte! Custa a acreditar mas aconteceu! (nota: já em Portugal a trabalhar, e em silêncio sem ela saber, voltei a fazer a novena a São Josemaria para que a minha mulher pudesse também voltar, que lhe arranjasse trabalho por cá. Ela voltou semanas depois. )

C.S. Lisboa (2020)


Ver também

- Site de S. Josemaria

- Novena do Trabalho de S. Josemaria.Faça o download gratuito da Novena de S. Josemaria sobre o trabalho em português:

📂 Em formato PDF

📂 Em formato Mobi

📂 Em formato ePub

- Pagela de S. Josemaria (em formato PDF)

- O coração do trabalho: a visão de S. Josemaria

- Santificar o trabalho? O que significa? Uma breve explicação.

- O trabalho de encontrar trabalho: como santificá-lo?

- Teletrabalho: ideias para humanizá-lo

- 8 ideias para tele-trabalhar melhor