As famílias, um laboratório de humanização

O Papa Francisco quis dedicar o mês de agosto a rezar pelas famílias para que “graças a uma vida de oração e a uma vida de amor, se tornem cada vez mais laboratórios de humanização”.

Da Igreja e do Papa

Que mundo queremos deixar para o futuro? Deixemos um mundo com famílias. Cuidemos das famílias, porque são verdadeiras escolas do amanhã, são espaços de liberdade, são centros de humanidade. E reservemos nelas um lugar destacado para a oração, pessoal e comunitária.

Rezemos para que as famílias, graças a uma vida de oração e a uma vida de amor, se tornem cada vez mais “laboratórios de humanização”.


As intenções são confiadas mensalmente à Rede Mundial de Oração pelo
Papa, com o objetivo de difundir e consciencializar sobre a imperiosa
necessidade de rezar por elas e atuar nesse sentido. Ver as intenções mensais anteriores.