Number of articles: 13

Aprender a ser fiel

A fidelidade a uma pessoa, a um amor, a uma vocação, é um caminho no qual se alternam momentos de felicidade com períodos de obscuridade e dúvida. A Virgem Maria manteve o seu sim e convida-nos a ser leais, vendo também a mão de Deus naquilo que não compreendemos. Editorial sobre a fidelidade.

Textos espirituais

Evangelho de quarta-feira: a permanência livre do filho

Comentário ao Evangelho de quarta-feira da V semana da Quaresma. «O escravo não fica para sempre em casa; o filho é que fica para sempre». Foram muitos os que seguiram o Senhor ao longo da sua vida, mas muito poucos os que souberam permanecer na sua palavra até ao fim. De certa forma, poderíamos dizer que foram poucos os que se comportaram como filhos. Aqueles que não perseveraram fugiram porque a sua fidelidade, a sua atitude, a sua aparente retidão de intenção, era a de um escravo.

Comentário ao Evangelho

Evangelho de terça-feira: bem-aventurados os que choram

Comentário ao Evangelho de terça-feira da Oitava da Páscoa. «Não Me detenhas, porque ainda não subi para o Pai. Vai ter com os meus irmãos e diz-lhes que vou subir para o meu Pai e vosso Pai, para o meu Deus e vosso Deus». Madalena viu o Senhor, porque nunca deixou de amá-Lo. Por isso, está preparada para a missão apostólica. Ela mereceu ser chamada de "apóstola dos apóstolos".

Comentário ao Evangelho

Evangelho de quinta-feira: fé aos gritos

Muitos repreendiam-no para o fazer calar, mas ele gritava cada vez mais. Nenhum obstáculo na terra tem a força de abafar o dom da fé, se a vivermos com a oração perseverante.

Comentário ao Evangelho

Evangelho de quarta-feira: «Faça-se como desejas»

Comentário ao Evangelho de quarta-feira da XVIII semana do Tempo Comum. «Mas Jesus não lhe respondeu uma palavra». O silêncio aparente de Jesus é um encorajamento tanto para a mulher cananeia como para aqueles que observam a cena. É uma lição de fé que nos convida a confiar em Deus e a perseverar no nosso diálogo com Ele.

Comentário ao Evangelho

Evangelho de sábado: perseverar na oração

Comentário ao Evangelho de sábado da XXXII semana do Tempo Comum. «E Deus não havia de fazer justiça aos seus eleitos, que por Ele clamam dia e noite, e iria fazê-los esperar muito tempo?». A oração sincera e constante sempre encontra resposta, especialmente se alguma vez nos sentirmos desamparados, como a viúva da parábola.

Comentário ao Evangelho

Evangelho de segunda-feira: a tua fé te salvou

Comentário ao Evangelho de segunda-feira da XXXIII semana do Tempo Comum. «"Que queres que Eu te faça?". Ele respondeu-Lhe: "Senhor, que eu veja"». Jesus procura as almas uma a uma, quer ter um encontro pessoal com cada uma delas. Jesus não se impõe nas nossas vidas, mas mendiga um pouco de amor.

Comentário ao Evangelho

Evangelho de quarta-feira: perseverança

Comentário ao Evangelho de quarta-feira da XXXIV semana do Tempo Comum. «Nenhum cabelo da vossa cabeça se perderá. Pela vossa perseverança salvareis as vossas almas». Precisamos desta mesma atitude de Jesus quando nos encontramos com dificuldades na nossa vida quotidiana: oração, perdão e perseverança no bem.

Comentário ao Evangelho

Evangelho de quinta-feira: quando a campainha de Deus não funciona

Comentário ao Evangelho de quinta-feira da I semana da Quaresma. «Pedi e dar-se-vos-á; procurai e encontrareis; batei à porta e abrir-se-vos-á». Não nos acontece que pedimos muitas coisas que não nos foram dadas? Não sentimos todos que tocamos à porta de Deus e parece que a campainha não funciona? Às vezes não entendemos porque o Senhor demora tanto para nos conceder o que pedimos. Talvez seja por querer que estejamos mais bem preparados para receber os Seus dons.

Comentário ao Evangelho

Evangelho de domingo: o fruto eterno da santidade

Comentário ao Evangelho do XI domingo do Tempo Comum (Ciclo B). «O reino de Deus é como um homem que lançou a semente à terra. Dorme e levanta-se, noite e dia, enquanto a semente germina e cresce, sem ele saber como». Jesus quer semear naqueles que o ouvem o desejo sagrado de ter uma vida fecunda, lembrando que o Espírito Santo trabalha na nossa alma sem o nosso conhecimento, e faz com que as nossas vidas deem fruto sem sabermos como.

Comentário ao Evangelho