Mensagem do Prelado (9 abril 2019)

Na semana anterior à Semana Santa, Mons. Fernando Ocáriz convida-nos, ao contemplarmos Cristo na Cruz, a meditarmos sobre a nossa disponibilidade pessoal para fazermos a vontade de Deus

Cartas pastorais e mensagens
Opus Dei - Mensagem do Prelado (9 abril 2019)

Queridíssimos, que Jesus me guarde as minhas filhas e os meus filhos!

Na Sexta-feira santa, já próxima, contemplaremos, perante Cristo crucificado, a imensidão do Seu amor redentor. Amor que o levou à plena disponibilidade e obediência à vontade de Deus Pai.

O nosso seguimento de Jesus, a nossa identificação com Ele, conduz também, dentro das nossas circunstâncias pessoais, a uma disponibilidade sem limites perante os desafios e exigências da missão apostólica. No nosso caminhar diário, desejamos descobrir a voz de Cristo que nos chama e nos convida a ampliar o nosso horizonte. Como S. Paulo, queremos fazer-nos "tudo para todos" (1 Cor 9, 22).

A propósito de disponibilidade, penso que nestas semanas que precedem a beatificação de Guadalupe, poderá ajudar-nos considerar como o seu projeto de vida foi engrandecido precisamente por se situar dentro do plano divino: a Guadalupe deixou-se conduzir por Deus, com alegria e espontaneidade, de um lugar para o outro, de um trabalho para outro. O Senhor potenciou as suas capacidades e talentos, desenvolveu a sua personalidade e multiplicou os frutos da sua vida.

Deus também fará um grande bem a muitas pessoas através de nós, apesar dos nossos defeitos e erros, com a nossa disponibilidade para escutar, para servir, para ajudar e nos deixarmos ajudar, numa palavra, para amarmos o que Ele quiser. Como escreveu S. Josemaria: "É o jogo divino da entrega" (Carta 14-2-1974, nº 5). E, sempre e em tudo, com a liberdade e a alegria das filhas e filhos de Deus.

Com todo o carinho, vos abençoa

O vosso Padre

Roma, 9 de abril de 2019