A Visitação da Nossa Senhora a sua prima Santa Isabel

No dia 31 de maio, recorda-se a Visitação de Nossa Senhora a sua prima Santa Isabel: “Volta os teus olhos para a Virgem e contempla como ela vive a virtude da lealdade. Quando Isabel precisa dela, diz o Evangelho que ela vai "cum festinatione" - com pressa alegre.

Evangelho de S. Lucas

Por aqueles dias, Maria pôs-se a caminho e dirigiu-se à pressa para a montanha, a uma cidade da Judeia. Entrou em casa de Zacarias e saudou Isabel. Quando Isabel ouviu a saudação de Maria, o menino saltou-lhe de alegria no seio e Isabel ficou cheia do Espírito Santo.Então, erguendo a voz, exclamou: «Bendita és tu entre as mulheres e bendito é o fruto do teu ventre. E donde me é dado que venha ter comigo a mãe do meu Senhor?Pois, logo que chegou aos meus ouvidos a tua saudação, o menino saltou de alegria no meu seio. (Lc 1, 39-45)

A Visitação de Nossa Senhora à sua prima Santa Isabel. Pormenor do quadro de Francisco Rizi (1614–1685) (Licença CC-BY)


Acompanha Maria

Acompanha Maria

Agora, menino amigo, espero que já saibas desembaraçar-te. Acompanha, alegremente, José e Santa Maria... e ficarás a par das tradições da Casa de David.

Ouvirás falar de Isabel e de Zacarias, enternecer-te-ás com o amor puríssimo de José e baterá com mais força o teu coração, cada vez que pronunciarem o nome do Menino que há de nascer em Belém...
Caminhamos, apressadamente, em direção às montanhas, até uma aldeia da tribo de Judá (Lc 1, 39).
Chegamos. - É a casa onde vai nascer João Batista. - Isabel aclama, agradecida, a Mãe do Redentor: Bendita és tu, entre todas as mulheres, e bendito é o fruto do teu ventre! - A que devo eu tamanho bem, que venha visitar-me a Mãe do meu Senhor? (Lc 1, 42 e 43).


O Batista, ainda por nascer, estremece... (Lc 1, 41) ... A humildade de Maria verte-se no Magnificat... E tu e eu, que somos - que éramos - uns soberbos, prometemos ser humildes.

Santo Rosário, 2.º Mistério Gozoso

"Bem-aventurada, porque acreditaste!", diz Isabel à nossa Mãe. A união com Deus, a vida sobrenatural, vai sempre unida à prática atraente das virtudes humanas: porque "leva" Cristo, Maria leva a alegria ao lar de sua prima. Sulco, 566

Olha para a Virgem Santíssima, e observa como vive a virtude da lealdade: quando Isabel precisa d'Ela, diz o Evangelho que vai "cum festinatione", com pressa, com alegria. Aprende! Sulco, 371


Mestra de fé

Mestra de fé! Bem-aventurada és tu, porque acreditaste! Assim a saúda Isabel, sua prima, quando Nossa Senhora sobe à montanha para a visitar. Tinha sido maravilhoso aquele ato de fé de Santa Maria: eis aqui a escrava do Senhor; faça-se em mim segundo a tua palavra. Amigos de Deus, 284

Paz por nos sabermos amados pelo nosso Pai, Deus, incorporados em Cristo, protegidos pela Virgem Santa Maria, amparados por S. José. Esta é a grande luz que ilumina as nossas vidas e que, perante as dificuldades e misérias pessoais, nos impele a seguir animosamente para diante. Cada lar cristão deveria ser um remanso de serenidade, em que se notassem, por cima das pequenas contrariedades diárias, um carinho e uma tranquilidade, profundos e sinceros, fruto de uma fé real e vivida. Cristo que passa, 22


Também pode interessar:

O Evangelho do Magnificat

Vida de Maria: a visitação a Santa Isabel

E-book gratuito: Maria, uma vida junto de Jesus