“Gostaria de descobrir na beatificação o que espera Deus de mim”

Yesenia, empregada doméstica de El Salvador.

Opus Dei - “Gostaria de descobrir na beatificação o que espera Deus de mim”

Estou muito entusiasmada com a ida à beatificação de D. Álvaro, conhecê-lo melhor e visitar os lugares onde o Opus Dei começou. Também irei a Roma e poderei ver o Papa. Chamo-me Yesenia Rosales Ortiz, tenho 31 anos, sou de Santa Ana (El Salvador) e trabalho na cidade de São Salvador como empregada doméstica.

Fui educada em pequena na religião evangélica, mas no lar da família Martínez, onde trabalho, pude conhecer a religião católica. A D. Anel deu-me aulas de catecismo, recebi a plenitude da fé e os sacramentos da iniciação cristã. A partir dentão frequento um Centro da Obra onde intensifico a minha formação espiritual.

FUI EDUCADA EM PEQUENA NA RELIGIÃO EVANGÉLICA, MAS NO LAR DA FAMÍLIA MARTÍNEZ, ONDE TRABALHO, PUDE CONHECER A RELIGIÃO CATÓLICA

Peço a Deus que me dê luz para aprofundar mais na fé. Quero que Deus seja a referência da minha vida e gostaria de saber se Deus espera de mim algo mais do que lhe estou a dar. Gostaria de o descobrir durante a beatificação.

Tenho devoção a D. Álvaro. Rezo a sua pagela, uma das intenções é a minha conversão pessoal e pela da minha família, que possam conhecer Deus e aproximar-se d’Ele. Peço-lhe também para ser mais humilde e me conceda o amor ao Senhor que teve o futuro beato.

D. Álvaro também me ajudou a que as relações com a minha família melhorassem. Quando a minha mãe soube da minha nova vida cristã por vezes criou-se tensão, lançava-me indiretas e aborrecia-se porque ia às atividades religiosas. Mas de há uns tempos para cá já não faz esses comentários e nas férias perguntou-me mesmo por que razão não tinha ido a uma procissão nas proximidades.

Nunca pensei poder fazer uma viagem assim. Viajarei com umas amigas que também são empregadas domésticas. Para conseguir fundos organizámos diferentes atividades e vendemos produtos diversos.