Portugueses com o Papa nos Emirados Árabes Unidos

Pedro Gil, católico e Khalid Jamal, muçulmano estarão juntos em Abu Dhabi, no próximo dia 04 de Fevereiro para estarem presentes na visita do Papa Francisco aos Emirados Árabes Unidos, a primeira visita, na história, de um Papa à Península Arábica.

Opus Dei - Portugueses com o Papa nos Emirados Árabes Unidos

Numa mensagem dirigida à população dos Emirados Árabes Unidos, o Papa afirmou que aquele país é uma “terra que procura ser um modelo de convivência, de fraternidade humana e de encontro entre as diferentes civilizações e culturas, onde muitos encontram um lugar seguro para trabalhar e viver livremente, no respeito das diversidades”.

os fiéis das religiões podem afinal progredir na arte de se conhecerem reciprocamente, reciprocamente se respeitarem, e assim conviver em harmonia.

Esse é o contexto que explica que Khalid Jamal e Pedro Gil, colegas de rádio há dois anos, tenham visto nesta ocasião uma oportunidade simbólica para marcar a sua convicção de que o diálogo religioso é possível e está vivo e que os fiéis das religiões podem afinal progredir na arte de se conhecerem reciprocamente, reciprocamente se respeitarem, e assim conviver em harmonia.

Uma apresentação em Roma do programa “E Deus Criou o Mundo”

O programa que fazem semanalmente na Antena 1, com o título “E Deus criou o mundo”, promove conversas sobre temas da atualidade religiosa, com a promessa de não se quererem converter mutuamente, pois a conversão é sempre um processo que acontece por dentro de cada um, apesar de “algumas tentativas” como brinca Khalid Jamal e da convicção que só um deles terá, no final, razão “mas intercederá pelo outro na altura própria”, explica Pedro Gil.

"Apesar de algumas diferenças inconciliáveis, cremos que o que nos une é superior ao que nos separa” aponta Khalid Jamal que se diz muito “entusiasmado para esta visita, que inaugura uma nova dimensão no diálogo entre católicos e muçulmanos”.

A presença de Khalid Jamal e Pedro Gil nos Emirados Árabes Unidos, assinala o desejo conjunto de estar mais presentes e próximos e dar o seu contributo no âmbito do diálogo inter-religioso.

O caso do formato do programa radiofónico “E Deus criou o mundo”, que alguns dizem ser inédito no mundo, foi já apresentado num congresso na Universidade Pontifícia da Santa Cruz, em Roma, em abril de 2018, numa conferência conjunta do produtor do programa, Carlos Quevedo, o moderador Henrique Mota, e Isaac Assor, judeu, Khalid Jamal, muçulmano, e Pedro Gil, católico. Todos eles dialogaram brevemente com o Papa Francisco por essa ocasião como se pode ver neste vídeo.