Escutar os jovens: «Que procurais?»

Matilda é uma jovem italo-sueca. Na adolescência questionou-se sobre a presença de Deus na sua vida mas, depois de assistir à JMJ de Cracóvia, redescobriu o valor da fé. Vídeo de 2 minutos com legendas em português.

Testemunhos

Para saber como ativar legendas em português, clique aqui.

O Santo Padre, como exprimiu em muitas ocasiões, quer “escutar os jovens: jovens católicos e não católicos, jovens cristãos e de outras religiões; e jovens que não sabem se creem ou não creem, todos; porque é importante que falem, que não se deixem calar” (Discurso aos jovens no Chile, 17 de janeiro de 2018). Com este objetivo, convocou para o próximo mês de outubro uma reunião sinodal com o tema: “Os jovens, a fé e o discernimento vocacional”.

Seguindo este desejo do Papa, jovens de diferentes países do mundo, compartilham as suas inquietações e respondem a algumas perguntas que o Papa lhes faz.

O primeiro vídeo tem como protagonista Matilda, uma rapariga italo-sueca que trabalha como professora numa escola infantil de Estocolmo. Responde à pergunta do Papa: “Que procurais?”, explicando como foi o seu encontro com Jesus, depois de passar uma crise de fé durante a adolescência e como o seu trabalho com crianças refugiadas a ajuda a valorizar as coisas importantes da vida.

A série “Youth Speaking out” toma como ponto de partida algumas frases que Francisco pronunciou na reunião pré-sinodal que teve lugar em Roma no mês de março, com jovens vindos dos cinco continentes. Ali os animou a “falar com coragem. Sem vergonha. Vós sabeis falar assim”.