Lisboa: cabazes para 75 famílias assinalam 75 anos do Opus Dei

A iniciativa de alguns membros do Opus Dei vai ajudar, em articulação com os párocos, 75 famílias das paróquias de Santa Beatriz da Silva, Anjos e São Vicente de Paulo.

Iniciativas sociais

De 5 de fevereiro de 2021 até 5 de fevereiro de 2022 este projeto convida a juntar bens ou ajuda económica para fazer um cabaz mensal para cada uma das 75 famílias a quem as 3 paróquias farão chegar esse apoio. As indicações estão novideo-anúncio.

A ideia é corresponder ao desafio proposto pelo Papa Francisco de não deixar ninguém para trás e atender às dificuldades crescentes que a pandemia irá implicar para as famílias.

O projeto foi desenhado em colaboração com os párocos Frei Fabrizio (Paróquia de Santa Beatriz da Silva), Pe. Paulo Araújo (Anjos) e Cónego Francisco Crespo (São Vicente de Paulo)

A motivação surgiu de umas palavras de São Josemaria: «um homem ou uma sociedade que não reaja diante das tribulações ou das injustiças e se não esforce por as aliviar, não é um homem ou uma sociedade à medida do amor do Coração de Cristo. Os cristãos – conservando sempre a mais ampla liberdade quando se trata de estudar e de pôr em prática as diversas soluções, segundo um pluralismo bem natural – terão de convergir no mesmo anseio de servir a humanidade. Se não, o seu cristianismo não será a Palavra e a Vida de Jesus: será um disfarce, um embuste feito a Deus e aos homens.»

O contexto é a confluência do Ano de S. José, do Ano da Família “Amoris Laetitia” e dos 75 anos do Opus Dei em Portugal.

A impulsionar o projeto estão as coordenadoras Ângela Santa María Fernández que faz a ligação com a Paróquia dos Anjos, Inês Vilhena da Cunha que faz a ligação com a Paróquia de São Vicente de Paulo, e Benedita Santiago Neves, que faz a ligação coma Paróquia de Santa Beatriz da Silva.

Além da ajuda material, nos casos em que as paróquias considerarem oportuno, também será proposto um desafio familiar com vistas a melhorar o convívio familiar em tempo de pandemia e de confinamento.

Para cada mês existe um desafio a propor às famílias que se coloca no cabaz

Quem quiser colaborar com géneros alimentares para os cabazes poderá deixar esses bens na Associação Portuguesa de Cultura e Desenvolvimento, na Av. Ventura Terra, 23, em Lisboa (em Telheiras, junto à Igreja da Porta do Céu), mensalmente:

  • nas primeiras, segundas e terceiras terças feiras, entre as 16h 30m e as 18h 30m ou
  • nas primeiras, segundas e terceiras quartas feiras, entre as 11h 30m e as 13h 30m

Quem quiser colaborar com numerário para aquisição dos produtos dos cabazes, poderá fazê-lo para a conta bancária dos CTT, com o NIB PT50 0193 0000 1050 0003 3216 3 com o descritivo 75 anos/75 Famílias e indicação da paróquia, caso tenha preferência por alguma.

Ver informação completa do projeto