A vida da primeira Comunidade cristã de Jerusalém

Na Audiência de hoje o Papa Francisco falou sobre a primeira comunidade cristã. O Santo Padre fará uma pausa nas Audiências Gerais no mês de julho. O próximo encontro está marcado para 7 de agosto.

Da Igreja e do Papa

A primeira Comunidade cristã de Jerusalém, nascida no dia de Pentecostes com a efusão do Espírito Santo, é o paradigma de toda a comunidade.

Nos Atos dos Apóstolos, vemos que os membros dessa comunidade “perseveravam na doutrina dos apóstolos, na comunhão, na fração do pão e nas orações” (2, 42).

A escuta assídua do ensinamento apostólico lhes animava a deixar de lado individualismos, antagonismos e divisões. Viviam como homens e mulheres redimidos: na solidariedade e na unidade, onde a partilha - não só da Palavra, mas também do pão daquilo que cada um tinha necessidade - fazia da comunidade matriz de uma nova humanidade.

E, nessa estrada de comunhão e partilha com os necessitados, eram capazes de seguir uma autêntica vida litúrgica, sobretudo na Eucaristia, a fração do pão, onde a Igreja expressa a sua essência, encontrando o Ressuscitado e experimentando o seu amor.

Por fim, o diálogo com Deus através da oração lhes enchia de uma força que fascina e conquista a muitos para a fé.