Number of articles: 14

Muito humanos, muito divinos (14): Para dar luz, palavras verdadeiras

Jesus e os primeiros discípulos demonstraram um grande amor à verdade, com a segurança de quem transmite uma notícia que enche a vida de alegria.

Textos espirituais

Muito humanos, muito divinos (13): Com todo o coração

A virtude da castidade tem que ver com a nossa capacidade de compreender, aspirar e gozar com aquilo que enche o coração humano; permite-nos descobrir Deus em tudo.

Textos espirituais

Muito humanos, muito divinos (12): O que verdadeiramente conta

O desafio de ser pobre de espírito vivendo no meio do mundo.

Textos espirituais

Muito humanos, muito divinos (11): Quando o mundo nos fala

A temperança no desejo de conhecer permite-nos alcançar o coração da realidade e ser almas contemplativas no meio do mundo.

Textos espirituais

Muito humanos, muito divinos (10): Seguir-te-ei para onde quer que fores

A virtude da fortaleza permite-nos seguir Jesus sem depender das condições variáveis da nossa vida e do nosso ambiente.

Textos espirituais

Muito humanos, muito divinos (9): O dom de ver com Deus

Algumas virtudes que preparam para ser alma contemplativa no ambiente quotidiano.

Textos espirituais

Muito humanos, muito divinos (8): A batalha da nossa formação

Neste oitavo artigo refletimos sobre algumas atitudes e conselhos que nos preparam melhor para ser semente fértil no nosso lugar no mundo.

Textos espirituais

Muito humanos, muito divinos (7): O nosso trabalho, levedura de Deus

Neste sétimo artigo descobriremos algumas virtudes do trabalho que se escondem numa imagem que Jesus usou: a daquela mulher que faz pão para muitas pessoas. O desafio é transformar as nossas tarefas diárias em amor para quem nos rodeia.

Textos espirituais

Muito humanos, muito divinos (6): Até pôr em prática

Parar para pensar, escolher o caminho, passar à ação. Três momentos essenciais que dão forma à prudência, a virtude necessária para fazer o bem no único lugar real: aqui e agora.

Textos espirituais

Muito humanos, muito divinos (5): Para poder ser amigos

Qualquer amizade genuína supõe um esforço, tanto para entrar na vida dos outros como para deixar que entrem na nossa; neste quinto artigo revemos algumas das virtudes que nos podem ajudar.

Textos espirituais