Mensagem do Prelado (1 abril 2020)

A poucos dias da Semana Santa e neste momento de tanto sofrimento, Mons. Fernando Ocáriz convida-nos a olhar para Cristo na Cruz, que nos salva e é uma fonte de esperança.

Cartas pastorais e mensagens
Opus Dei - Mensagem do Prelado (1 abril 2020)

Queridíssimos: que Jesus guarde as minhas filhas e os meus filhos!

Aproxima-se o Tríduo Pascal, um tempo em que a liturgia nos levará a contemplar esses grandes mistérios do amor de Deus por nós. Nos momentos atuais de sofrimento em todo o mundo devido à pandemia, olhemos muito para Jesus Cristo Crucificado. Vejamos nessa Santa Cruz, como o Papa nos fez considerar no passado 27 de março, a âncora de salvação que impede o naufrágio. Daí Jesus ilumina o sentido do sofrimento e faz-nos descobrir que, com a sua graça, não podemos perder a alegria. Mais ainda, podemos muitas vezes voltar a recuperá-la:Gaudium in Cruce!

Nestes dias experimentamos como a solidariedade humana, sobretudo quando é informada pela caridade, se manifesta num serviço generoso aos outros: à cabeceira de um doente, na caixa de um supermercado, no cuidado da própria família, tantas vezes isolada em poucos metros quadrados... Rezemos muito pelas pessoas que morrem, pelos doentes - também fiéis da Obra - e pelas suas famílias. Dirijamos ao Senhor a nossa oração agradecida pelas inúmeras pessoas que continuam a proporcionar estes e outros cuidados indispensáveis: eles são um testemunho de que o espírito de serviço é a alma da sociedade.

Que a ansiedade ou o medo não nos tirem a paz, porque, como escreve S. Paulo, Cristo é a nossa paz! (cf. Ef 2, 14). Nas circunstâncias mais ou menos difíceis em que nos encontrarmos, confiemos no amor de Deus por cada um: Ele sabe mais e não abandona ninguém. S. Josemaria recorda-nos: "Que confiança, que descanso e que otimismo vos dará, no meio das dificuldades, que vos sintais filhos de um Pai que sabe tudo e pode tudo" (Carta 9-I-1959). Com esta segurança colocada acima de tudo em Nosso Senhor - e não apenas nas nossas forças - cada um poderá contribuir com os seus talentos para ajudar os outros com alegria, que será sempre compatível com o sofrimento e as lágrimas.

Convido-vos a aproveitar as oportunidades que a tecnologia nos proporciona para acompanhar as cerimónias da Semana Santa ao lado do Papa. Nos próximos dias também vos enviarei, através do site da internet, algumas considerações sobre estes mistérios que celebraremos, para que, desta maneira, possamos rezar juntos e estar mais unidos.

Com todo o meu carinho, vos abençoa

O vosso Padre,

Roma, 1 de abril de 2020