Mensagem do Prelado (7 Março 2019)

A Igreja - diz o Prelado nesta mensagem – é povo de Deus e Corpo de Cristo. Por isso, nós os cristãos devemos ‘sentire cum Ecclesia’.

Cartas pastorais e mensagens
Opus Dei - Mensagem do Prelado (7 Março 2019)

Queridíssimos: que Jesus me guarde as minhas filhas e os meus filhos!

S. Josemaria exortava-nos, com a sua palavra e o seu exemplo, a sentire cum Ecclesia; a viver em plena sintonia com a Igreja. Uma sintonia que nos leva a alegrar-nos com as suas alegrias e a sofrer com os seus sofrimentos.

Em anos difíceis, em que S. Paulo VI chegou a dizer que «o fumo de satanás» se introduzia pelas frestas da Igreja, o nosso Padre insistiu-nos em que eram «tempos de rezar» e «tempos de reparar». Gostaria de que esta mesma exortação ressoasse também agora nas nossas almas, face à situação presente – diferente, mas não menos difícil do que aquela –, em que, em simultâneo com a confusão doutrinal e erros práticos, é muito penosa a divisão. Também por isto, procuremos ser bons filhos da Igreja, ajudando com a nossa oração o Papa na sua missão de princípio visível de unidade de fé e de comunhão.

Filhas e filhos, considerar as dificuldades do tempo atual, graves, por certo, não nos pode levar a uma atitude pessimista nem desesperançada. Sobretudo porque, embora composta por mulheres e homens fracos, a Igreja é Povo de Deus, Corpo de Cristo e Sacramento universal de salvação. Por outro lado, como nos dizia D. Javier - e todos temos
experiência –, «quanta gente boa há no mundo!»

Na oração pela Igreja, recorramos com frequência a S. Miguel Arcanjo, como o Papa Francisco pediu há uns meses; a S. José, padroeiro da Igreja universal, especialmente no próximo dia 19; e sempre a Santa Maria, Mater Ecclesiae.

Com todo o afeto abençoa-vos, neste começo da Quaresma,

O vosso Padre


Roma, 7 de Março de 2019