Mensagem do Prelado (17 de julho de 2021)

Por ocasião da festa de Santa Maria Madalena, o Prelado do Opus Dei propõe-nos que acolhamos com renovado entusiasmo o convite de Jesus a converter-nos.

Cartas pastorais e mensagens
Opus Dei - Mensagem do Prelado (17 de julho de 2021)

Queridíssimos, que Jesus me guarde as minhas filhas e os meus filhos!

Continuemos a rezar pelo impulso apostólico em todo o mundo, agora concretamente por uma nova região que inclui a Colômbia e o Equador. Lembrai-vos também de me acompanhar com as vossas orações, na viagem que iniciarei, dentro de poucos dias, a vários países.

Nestas linhas, por ocasião da festa de Santa Maria Madalena, que celebraremos no próximo dia 22, gostaria que aceitássemos com renovado entusiasmo o convite de Jesus a converter-nos. É uma tarefa permanente, porque permanente deve ser a sua motivação, o seu impulso: o amor a Deus e, por Ele e n'Ele, aos outros.

Estamos convencidos – todos o devemos estar – de que precisamos de nos converter. E isto não nos entristece, porque significa pôr-nos de novo a caminho da casa paterna (cf. Lc 15, 11-32). Como S. Josemaria nos garante: "A consciência da nossa filiação divina dá alegria à nossa conversão" (Cristo que passa, nº 64).

A alegria da conversão é a alegria do amor, de um amor que é correspondência ao Amor que Deus tem por nós. Por isso, a conversão de que precisamos pedimo-la antes de mais ao Senhor: "Converte-nos a Ti, Senhor, e nós nos converteremos" (Lm 5, 21).

Peço-vos orações pelas vítimas, pelos seus familiares e por todas as pessoas afetadas pelas inundações na Europa, em particular na Alemanha, Bélgica e Holanda. Peçamos à Virgem Maria pelos trabalhos de procura de desaparecidos, que ainda estão a decorrer.

Com todo o carinho, vos abençoa

o vosso Padre

Pamplona, 17 de julho de 2021