Dora é perita contra este vírus

Este é um relato de uma série de favores obtidos por intercessão de Dora no tratamento de uma infeção viral específica da pele: verruga plana ou verruga vulgaris.

Opus Dei - Dora é perita contra este vírus

Esta infeção viral, que aparece nas unhas ou à sua volta, e nas plantas dos pés, é de difícil tratamento por ter uma elevada incidência de recidiva. O vírus consegue inocular-se profundamente na pele.

Sugeri-lhe que rezasse a Dora del Hoyo. Ela concordou. Rezou intensamente a Dora para que pudesse trabalhar bem na cozinha. Fiquei surpreendida por a lesão ter desaparecido em três meses.

Há dois anos, uma trabalhadora do ultramar, empregada de cozinha, foi à nossa clínica porque tinha esta infeção na mão. Fizemos uma cauterização suave nas lesões, mas infelizmente o vírus voltou a aparecer passados três meses. Fizemos uma segunda cauterização e mandámos a doente para casa com medicamentos tópicos que ajudariam a melhorar o sistema imunológico da pele. Infelizmente, as lesões voltaram a aparecer passados dois meses. Ela não pôde continuar com o tratamento. Passados uns meses, o seu chefe, que era meu amigo, enviou-me uma mensagem dizendo que o vírus tinha desaparecido. Referiu que a sua empregada pediu a intercessão de Dora del Hoyo para a cura e assim poder fazer bem o seu trabalho na cozinha. As lesões desapareceram espontaneamente em poucas semanas, sem intervenção médica.

Há um ano, outra cozinheira apareceu com o vírus na unha do pulgar e do dedo anelar. Avisei-a de que poderia demorar mais de um ano para que o vírus desaparecesse. Submeteu-se à cauterização e foi para casa com medicamentos tópicos. Continuou a vir de duas em duas semanas para os tratamentos, para manter a lesão viral o mais fina possível. Esto facilitaria a absorção dos medicamentos tópicos. Sugeri-lhe que rezasse a Dora del Hoyo. Ela concordou. Rezou intensamente a Dora para que pudesse trabalhar bem na cozinha. Fiquei surpreendida por a lesão ter desaparecido em três meses. Vi muitos doentes com verrugas debaixo da unha e costuma levar anos para que a lesão desapareça.

"Mamã, tens que levar isso à clínica porque a médica não só tratará o vírus, mas também rezará por ti!”

Nessa altura, um jovem consultou-nos por ter o vírus no dedo grande do pé. Já o tinha há um ano. Jogava regularmente basquetebol pelo que se esperava que o vírus reaparecesse. Já tinha sido cauterizado antes e voltámos a cauterizá-lo na nossa clínica duas vezes. Depois foi para casa com os medicamentos tópicos habituais. Cada duas a quatro semanas continuámos com o controlo. Teve de fazer outras duas cauterizações porque o vírus continuava a surgir. Tentei outro tipo de medicamentos tópicos na esperança de que o vírus desaparecesse. Perguntei-lhe se estaria disposto a rezar. Ele aceitou. Dei-lhe uma pagela com a oração de Dora. Comecei também a rezar por ele. Passadas duas semanas, enviou-me uma fotografia do dedo do pé através do Viber. Muito emocionado, comentou que parecia haver um sinal significativo de melhoras. Passado um mês, o vírus tinha sido reabsorvido por completo. Voltou a jogar basquetebol.

Há uns meses, a sua própria mãe também desenvolveu o vírus numa perna; estava a procurar eliminá-lo com uma solução tópica. Veio à clínica há uma semana para comprar alguns medicamentos e contou à nossa secretária que tinha mostrado a sua lesão ao filho. Ele disse-lhe: "Mamã, tens que ir mostrar isso na clínica porque a médica não só tratará o vírus, mas também rezará por ti!”

Nomeei a Dora minha intercessora para todos os casos difíceis de verruga. Graças à sua poderosa intercessão, os meus doentes não têm que esperar demasiado tempo para que o vírus desapareça!

M. M.