Laura Busca: um lar luminoso

Laura Busca Otaegui (Laurita) nasceu no dia 3 de novembro de 1912 em Zumárraga (Gipuzkoa). Mulher de Eduardo Ortiz de Landázuri, faleceu em Pamplona a 11 de outubro de 2000.

Opus Dei - Laura Busca: um lar luminosoLaura Busca, com o seu marido, o doutor Eduardo Ortiz de Landázuri.

Laura Busca Otaegui (Laurita) nasceu no dia 3 de novembro de 1912 em Zumárraga (Gipuzkoa). Fez os seus estudos em Zumárraga, Vergara e Valladolid. Licenciou-se em Farmácia na Universidade Central de Madrid em 1935. Nesse ano conheceu Eduardo Ortiz de Landázuri, com quem contraiu matrimónio no dia 17 de junho de 1941 no Santuário velho da Virgem de Arantzazu (Oñate). Tiveram sete filhos.

Possuía um grande temperamento e era uma mulher magnânima e compreensiva. Graças à formação recebida e à sua vida espiritual, soube responder ao querer de Deus para procurar a santidade nos seus afazeres quotidianos. Pediu a admissão no Opus Dei no dia 8 de janeiro de 1953. Construiu com o marido, como S. Josemaría Escrivá de Balaguer aconselhava, um lar luminoso e alegre. A sua vida esteve marcada por uma extraordinária generosidade na entrega ao marido e aos filhos, bem como a muitas outras pessoas. Apoiou as suas ações no amor a Deus e aos outros, que brotava de uma forte e profunda piedade. Desde os anos cinquenta suportou com fortaleza uma dolorosa doença de costas, sem perder o sorriso.

A 11 de dezembro de 1998 teve a alegria de assistir, em Pamplona, à sessão de Abertura do Processo diocesano sobre as virtudes do seu marido Eduardo e, pouco tempo depois, pôde testemunhar no Processo. Após uma longa e dolorosa doença vivida com extraordinária fortaleza cristã, faleceu em Pamplona, com fama de santidade, no dia 11 de outubro de 2000.