Biografia

D. Álvaro del Portillo nasceu em Madrid (Espanha) no dia 11 de Março de 1914, terceiro de oito irmãos, numa família de profunda raiz cristã. Era doutorado em Engenharia Civil, em Filosofia e em Direito Canónico. A sua festa celebra-se a 12 de maio.

Beato Álvaro del Portillo

Em 1935 incorporou-se no Opus Dei, instituição da Igreja Católica fundada em 1928 por S. Josemaria Escrivá. Viveu com fidelidade plena a vocação ao Opus Dei, mediante a santificação do trabalho profissional e o cumprimento dos deveres quotidianos e aproximou de Deus a muitos dos seus colegas de estudo e de trabalho.

Desde cedo se converteu num apoio firme de S. Josemaria e permaneceu ao seu lado durante quase quarenta anos, como o mais próximo dos seus colaboradores.

No dia 25 de junho de 1944 foi ordenado sacerdote e, desde esse momento, dedicou a sua vida na atenção pastoral dos membros do Opus Dei e de todas as almas.

Em 1946 mudou-se para Roma, juntamente com S. Josemaria. O seu serviço à Igreja manifestou-se na dedicação aos encargos que lhe foram confiados pela Santa Sé, como consultor de vários Dicastérios da Cúria Romana e, especialmente, através da sua ativa participação nos trabalhos do Concílio Vaticano II.

Primeiro sucessor de S. Josemaria

A 15 de setembro de 1975, no congresso geral convocado após a morte do fundador, D. Álvaro del Portillo foi eleito para lhe suceder à frente do Opus Dei. Em 28 de novembro de 1982, quando S. João Paulo II erigiu o Opus Dei como prelatura pessoal, nomeou-o Prelado. Oito anos depois, a 7 de dezembro de 1990, nomeou-o bispo e, em 6 de janeiro de 1991, conferiu-lhe a ordenação episcopal na Basílica de São Pedro.

Todo o seu trabalho se caracterizou por uma fidelidade ao Fundador e à sua mensagem, num trabalho pastoral incansável para ampliar os apostolados da Prelatura, ao serviço da Igreja.

Ao longo dos anos em que esteve à frente do Opus Dei, D. Álvaro del Portillo promoveu o início da atividade da Prelatura em 20 novos países. Nas suas viagens pastorais, que o levaram aos cinco continentes, pregou a milhares de pessoas do amor a Deus, a Nossa Senhora, à Igreja e ao Papa, e anunciou com persuasiva simpatia a mensagem cristã de S. Josemaria sobre a santidade na vida corrente. Em Portugal esteve 12 vezes acompanhando S. Josemaria e 8 vezes sendo já Prelado do Opus Dei. Em todas as viagens visitaram o Santuário de Nossa Senhora de Fátima.

O seu amor à Igreja manifestou-se numa profunda comunhão com o Papa e com os Bispos. A sua caridade, a sua disponibilidade para atenção das almas, a humildade, a prudência e fortaleza, a alegria e a simplicidade, o esquecimento próprio e o seu ardente afã apostólico que se refletia também no seu lema episcopal - Regnare Christum volumus! -, juntamente com a bondade e serenidade e o bom humor que difundia, são rasgos que compõem o retrato da sua alma.

Faleceu na madrugada de 23 de março de 1994, poucas horas depois de regressar de uma peregrinação à Terra Santa. Na véspera, a 22 de março, celebrou a sua última Missa na Igreja do Cenáculo em Jerusalém. Depois da sua morte, em 1994, milhares de pessoas testemunharam a recordação da sua bondade, do calor do sorriso, da humildade, da audácia sobrenatural, da paz interior que a sua palavra comunicava.

Foi beatificado em Madrid no dia 27 de setembro de 2014. A sua festa celebra-se a 12 de maio.


Mais informacão sobre o Beato Álvaro del Portillo:

Vídeos do Beato Álvaro del Portillo (Youtube)

Fotografías do Beato Álvaro del Portillo

Voltar ao site do Beato Álvaro del Portillo