Evangelho da quarta-feira: ser grande no Reino dos Céus

Quarta-feira da 10ª semana do tempo comum. “Não penseis que vim abolir a Lei e os Profetas. Não vim para abolir, mas para dar-lhes pleno cumprimento”. A lei do Senhor é a lei do Amor, por isso é a lei do mais, podemos sempre crescer em Amor com a força do Espírito Santo.

Opus Dei - Evangelho da quarta-feira: ser grande no Reino dos Céus

Evangelho (Mt 5, 17-19)

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos:

Não penseis que vim abolir a Lei e os Profetas. Não vim para abolir, mas para dar-lhes pleno cumprimento. Em verdade, eu vos digo: antes que o céu e a terra deixem de existir, nem uma só letra ou vírgula serão tiradas da Lei, sem que tudo se cumpra. Portanto, quem desobedecer a um só destes mandamentos, por menor que seja, e ensinar os outros a fazerem o mesmo, será considerado o menor no Reino dos Céus. Porém, quem os praticar e ensinar será considerado grande no Reino dos Céus.


Comentário

Jesus ensina o valor perene do Antigo Testamento porque é a palavra de Deus e possui a autoridade divina.

Ao mesmo tempo, proclama uma lei superior que é a lei do Amor, a lei do Espírito que ressoa em cada coração humano: “Não penseis que vim abolir a Lei e os Profetas. Não vim para abolir, mas para dar-lhes pleno cumprimento”.

Jesus ensina que veio para promulgar de forma definitiva a lei de Deus. Ele realiza tudo isto através da sua pregação e especialmente através do seu oferecimento na cruz.

É assim que Jesus ensina a cumprir a vontade de Deus. Quem o fizer será grande, e pelo contrário, será pequeno aquele que não o fizer. “Quem desobedecer a um só destes mandamentos, por menor que seja, e ensinar os outros a fazerem o mesmo, será considerado o menor no Reino dos Céus”.

A lei de Nosso Senhor é a lei da liberdade porque é a lei do Amor, e no amor mesmo a menor coisa é de enorme importância. Isto é o que São Josemaria ensinou em Caminho: As almas grandes têm muito em conta as coisas pequenas”[1].



[1] São Josemaria, Caminho n. 818