“Um grande Amor te espera no Céu”

Estou cada vez mais persuadido disto: a felicidade do Céu é para os que sabem ser felizes na terra. (Forja, 1005)

(Hoje, a Igreja celebra a memória de São Josemaria Escrivá)

Escrevias: “Simile est regnum caelorum” - o Reino dos Céus é semelhante a um tesouro... Esta passagem do Santo Evangelho caiu na minha alma e lançou raízes. Já a tinha lido muitas vezes, sem captar a sua substância, o seu sabor divino”.

Tudo..., tudo tem que ser vendido pelo homem sensato, para conseguir o tesouro, a pérola preciosa da Glória! (Forja, 993)

Pensa como é grato a Deus Nosso Senhor o incenso que se queima em sua honra; pensa também quão pouco valem as coisas da terra que, mal começam, já acabam...

Pelo contrário, um grande Amor te espera no Céu: sem traições, sem enganos: todo o amor, toda a beleza, toda a grandeza, toda a ciência...! E sem enjoar: saciar-te-á sem saciar. (Forja, 995)

Não há ânimo mais senhoril do que saber-se em serviço: em serviço voluntário a todas as almas!

- É assim que se ganham as grandes honras: as da terra e as do Céu. (Forja, 1045)