“És Filho de Deus”

O Batismo nos faz “fideles” - fiéis - , palavra que, como aquela outra, - “sancti” - santos -, os primeiros seguidores de Jesus empregavam para designar-se entre si, e que ainda hoje se usa: fala-se dos “fiéis” da Igreja. - Pensa nisto! (Forja,622)

Da Galiléia foi Jesus ao Jordão ter com João, a fim de ser batizado por ele... E do céu baixou uma voz: “Eis meu Filho muito amado em quem ponho minha afeição" (Mt 3, 13.17).

Através do Batismo, nosso Pai-Deus tomou posse das nossas vidas, incorporou-nos à vida de Cristo e enviou-nos o Espírito Santo. (É Cristo que passa, 128)

A força e o poder de Deus iluminam a face da terra. (É Cristo que passa, 128)

Conseguiremos que o mundo arda nas chamas do fogo que vieste trazer à terra!... E a luz da tua Verdade, Jesus nosso, iluminará as inteligências num dia sem fim. (cf. Forja, 947)

Eu te ouço clamar, meu Rei, com viva voz, que ainda vibra: "Ignem veni mittere in terram, et quid volo nisi ut accendatur?" - vim trazer fogo à terra, e que quero senão que arda?" Senhor, eu te respondo - eu inteiro - com os meus sentidos e potências: "Ecce ego quia vocasti me!" - aqui me tens porque me chamaste!”. (cf. Forja, 52)

O Senhor pôs na tua alma um selo indelével, por meio do Batismo: és filho de Deus. (Forja, 264)

Menino: não te inflamas em desejos de fazer que todos O amem? (Forja, 300)

(Santo Rosário, Iº mistério luminoso)