Várias iniciativas sociais e educativas surgidas sob o seu impulso

Durante seus anos à frente do Opus Dei, D. Álvaro del Portillo estimulou o andamento de numerosas iniciativas sociais e educativas nos cinco continentes, muitas delas em favor dos mais necessitados. Em várias ocasiões, deu orientações precisas para tornar mais eficaz o trabalho dessas instituições. Oferecem-se a seguir breves informações sobre vários desses empreendimentos.

Centre Hospitalier Monkole (Kinshasa, República Democrática do Congo)

O Centre Hospitalier Monkole surgiu na periferia de Kinshasa por ocasião de uma viagem de Mons. Álvaro del Portillo ao Congo, em 1989. Durante a sua estadia, dom Álvaro propôs a alguns fiéis da Obra que, se lhes parecesse oportuno, iniciassem um projeto na área da saúde; dessa forma, respondia também ao desejo do Cardeal Laurent Monsengwo, naquele momento Presidente da Conferência Episcopal do Congo. Atualmente, Monkole oferece tanto consulta médica (em especialidades de ginecologia e obstetrícia, cirurgia, medicina interna e pediatria) como internação, e promove a educação sanitária, especialmente em relação com doenças como o HIV/AIDS, a drepanocitose, o paludismo e a tuberculose. Três ambulatórios dependentes do hospital – Eliba, Kimbondo e Moluka – oferecem assistência médica em bairros pobres. Associaram-se a Monkole uma escola de enfermagem (ISSI), que cada ano forma 50 novas enfermeiras, e um centro de formação permanente para médicos (CEFA). Realizam-se mais de 50.000 consultas cada ano (www.monkole.cd).

Universidade Pontifícia da Santa Cruz (Roma, Itália)

A Universidade Pontifícia da Santa Cruz (Roma) é um centro superior de estudos eclesiásticos a serviço da Igreja. Foi desejada pelo Fundador do Opus Dei e começada por D. Álvaro del Portillo. Atualmente, conta com quatro Faculdades (Filosofia, Teologia, Direito Canônico e Comunicação Institucional) e um Instituto Superior de Ciências Religiosas. Nas suas aulas, formaram-se já mais de 6.000 alunos. As atividades acadêmicas começaram em 1984, com o nome de Centro Accademico Romano della Santa Croce, germe da atual Universidade, que foi erigida como “Pontifícia" por João Paulo II em 15 de julho de 1998. Numerosos bispos de todo o mundo enviam sacerdotes e seminaristas das respectivas dioceses, com a esperança de facilitar-lhes uma profunda formação científica e espiritual. Seguindo o desejo de Dom Álvaro, as atividades acadêmicas estão abertas a estudiosos e intelectuais do âmbito científico, filosófico, econômico e social, proporcionando os elementos necessários para um verdadeiro diálogo da fé com o mundo (www.pusc.it).

Escola Agrícola Utz Samaj (Tecpán Chimaltenango, Guatemala)

Poucos meses depois do terrível terremoto que devastou Guatemala em fevereiro de 1976, com o impulso de Mons. Álvaro del Portillo, surgiu a Fundación para el Desarrollo Integral (FUDI), que naquela ocasião assumiu o trabalho de reconstrução de Sajcavillá, localidade de maioria indígena no departamento de Sacatepéquez. Nos primeiros anos noventa, a FUDI promoveu a criação de Utz Samaj, empreendimento de ajuda ao desenvolvimento econômico de Tecpán,no departamento de Chinaltenango, zona preponderantemente indígena do altiplano ocidental guatemalteco. A finalidade de Utz Samaj é formar ao trabalhador rural nos aspectos técnicos, empresariais e humanos: na sua Escola de Formação Agrícola formam-se pequenos empresários em agricultura, gestão de estufas, comercialização e valores humanos. O trabalho de Utz Samaj beneficia a umas 50.000 famílias da região, que têm as tarefas agrícolas como principal fonte de subsistência (www.serviciosuniversitarios.org.).

Colégio Eclesiástico Internacional Bidasoa (Pamplona, Espanha)

O Colégio Eclesiástico Internacional Bidasoa é um seminário internacional dirigido pela Prelazia do Opus Dei. Foi erigido pela Santa Sé no ano de 1988, por iniciativa e petição de Mons. Álvaro del Portillo. Tem a sua sede em Pamplona (Espanha). Os alunos são candidatos ao sacerdócio enviados pelos seus bispos para formar-se a serviço das respectivas dioceses. Nos 23 primeiros anos, foram ordenados sacerdotes 512 seminaristas pertencentes a 160 dioceses de 29 países. Atualmente, residem em Bidasoa 93 seminaristas de 46 dioceses e 16 países diferentes, que realizam seus estudos filosóficos e teológicos na Faculdade de Teologia da Universidade de Navarra (www.ceibidasoa.org).

Colégio Lamatepec (San Salvador, El Salvador)

O Colégio Lamatepec surgiu em 1981. D. Álvaro acompanhou muito de perto o seu início e primeiros anos de vida, devido, em parte, à guerra civil que naqueles momentos assolava El Salvador. Umas palavras de D. Álvaro, durante um encontro em Roma com um casal do grupo promotor desse colégio serviram de ânimo e impulso naqueles primeiros tempos: “Se vos preocupais dos filhos dos demais, Deus ocupar-se-á dos vossos". O Colégio Lamatepec tem atualmente 700 alunos. Saíram das suas aulas 24 turmas de alunos, muitos dos quais trabalham atualmente em iniciativas de promoção social em El Salvador. Além disso, o colégio organiza cada ano 15 programas de atenção a pessoas carentes (www.lamatepec.edu.sv).

Centro Educacional e Assistencial Profissionalizante Pedreira (São Paulo, Brasil)

O Centro Educacional e Assistencial Profissionalizante Pedreira (CEAP) começou em 1985, como conseqüência do ideal – compartido por vários profissionais e estudantes – de fazer um projeto social em São Paulo que contribuísse com a promoção de uma região carente. Decidiram instalar uma escola no bairro de Pedreira (situado a 30 km do centro da cidade), que padecia uma das piores condições sociais da cidade e expunha muitos jovens ao risco de cair na delinqüência, na violência e nas drogas. Hoje, o CEAP atende a 580 alunos cada ano. Também oferece Cursos de Educação Profissionalizante básica nas áreas de Eletricidade e Informática para alunos de 10 a 14 anos e Cursos de Ensino Profissional em Redes Informáticas, Administração e Telecomunicações, para alunos de 15 a 17 anos. Para a comunidade local oferecem-se cursos preparatórios para o ingresso no CEAP e assistência médica, da qual se beneficiam perto de 7.000 pessoas cada ano. Pelas suas instalações passaram já mais de 6.000 alunos, que contribuíram para melhorar o ambiente de Pedreira (www.pedreira.org).

Centro Educativo Técnico Laboral Kinal (Guatemala, Guatemala)

Em Guatemala, em 1961, nasceu o Centro Educativo Técnico Laboral Kinal, mas foi em 1985, graças ao especial impulso de D. Álvaro, quando se iniciou a construção da sede definitiva. Kinal oferece, a jovens de poucos recursos econômicos, a oportunidade de cursar um ensino médio e técnico de alto nível acadêmico, através do qual encontram a possibilidade de um melhor futuro profissional. Alem disso, oferecem-se cursos de atualização e de capacitação a adultos, na sua grande maioria técnicos operários. Atualmente estudam em Kinal 1.200 jovens entre 12 e 19 anos, além de 800 adultos. Há 15 anos formam-se anualmente mais de 200 secundaristas e peritos técnicos (www.kinal.org.gt).

Ciudad de los Niños de Monterrey (Guadalupe, Nuevo León, México)

A Ciudad de los Niños foi fundada em 1951 pelo Pe. Carlos Álvarez Ortiz, que foi seu Diretor até 1984. Inicialmente foi um orfanato que oferecia moradia a 50 meninos, mas em 1986 se transformou em um Centro de Desenvolvimento Educativo e Familiar. Em 1987, Mons. Álvaro del Portillo animou alguns fiéis da Prelazia a assumirem aresponsabilidade da formação moral e espiritual ministrada na instituição. Hoje em dia, a tarefa educativa da Ciudad de los Niños, que viu formar-se mais de 2.600 alunos, se realiza através de dois centros educativos – um para meninos e outro para meninas -, um centro de educação familiar, a iglesia Padre Nuestro e a Unidad Médica Centenario. A escola atende 905 famílias nos cursos de educação familiar e 1330 alunos desde a pré-escola até a preparatória técnica, proporciona 22.000 refeições mensais, dedica 16.500 horas anuais à tutoria personalizada, realiza 7.000 consultas médicas anuais e impulsiona quatro campanhas de prevenção contra o câncer (www.ciudaddelosninos.edu.mx).

Colégio Eclesiástico Internacional “Sedes Sapientiae" (Roma, Itália)

O Colégio Eclesiástico Internacional Sedes Sapientiae é um seminário - erigido pela Santa Sé a 9 de janeiro de 1991-, que acolhe candidatos ao sacerdócio de todo o mundo. A iniciativa foi impulsionada por Mons. del Portillo, como resposta a uma petição específica de São João Paulo II. Desde o seu nascimento, mais de 400 seminaristas foram ordenados sacerdotes. Os alunos chegam enviados pelos seus respectivos bispos e, uma vez concluídos os estudos eclesiásticos, retornam à diocese de origem. Na atualidade, o Colégio conta com 90 seminaristas de 31 países. Dom Álvaro animou o Conselho de direção do Sedes Sapientiae a fomentar um ambiente de confiança e liberdade, ordem e fraternidade, e um sério clima de estudo e de piedade (www.sedessapientiae.it).

Educar A. C. (Ixtapaluca Vale de Chalco, Estado de México, México)

No ano de 1983, em Jaltepec, Jalisco, Mons. Álvaro del Portillo comentou com um grupo de profissionais e empresários que era necessário um trabalho social de envergadura na Cidade de México. Seis pessoas assumiram a responsabilidade, e em 1991 iniciaram uma escola para meninos e outra para meninas na zona mais pobre da periferia da Cidade de México. A iniciativa foi chamada de Educar A.C., porque nela se tenciona enfrentar um dos problemas mais importantes do país: a educação de qualidade em regiões de escassos recursos econômicos. Tanto no colégio masculino quanto no feminino se oferece educação escolarizada a nível de Pré-primário, Primário, Secundário e Preparatório. Também é ministrada ajuda e capacitação técnica a toda classe de pessoas. Atendem-se 690 pais de família e 1.600 alunos (www.educar.org.mx).

Asociación Uruguaya de Escuelas Familiares Agrarias

Em fins dos anos 70, algumas pessoas vinculadas ao setor agropecuário viram como uma necessidade social a capacitação e promoção de gente dedicada ao trabalho no campo, junto com as suas famílias. Como conseqüência dessa inquietude, nasceu em 1970 a Asociación Uruguaya deEscuelas Familiares Agrarias (AUEFA), que abriu seu primeiro centro em 1980, na localidade de Janicó. Em 1987, um dos diretivos da UEFA entrevistou-se em Roma com Mons. Álvaro del Portillo, que lhe recordou a importância social do trabalho que estava realizando para dignificar o trabalho do camponês, ajudando-o a melhorar suas condições da sua vida e da sua família. Atualmente, o primeiro centro possui uma sede definitiva e, além dos cursos de formação permanente, oferece ensino básico secundário a 68 alunos. Em março de 1999 começou as atividades acadêmicas o segundo centro, que atualmente ministra educação a 54 alunas. Nos seus anos de trabalho, a UEFA conseguiu capacitar 485 pessoas do meio rural para desenvolver o seu próprio projeto profissional.

Center for Industrial Technology and Enterprise (San José, Cebú, Filipinas)

Quando visitou a ilha de Cebú, em 1987, Mons. Álvaro del Portillo sugeriu criar uma instituição em favor de pessoas de escassos recursos econômicos. De volta a Roma – seu lugar de residência – pediu a dois especialistas de organizações italianas de cooperação internacional que estudassem a possibilidade de prestar a sua ajuda para começar uma escola em Cebú. Três anos depois, em 1990, o Center for Industrial Technology and Enterprise (CITE) iniciou as atividades com o objetivo de oferecer capacitação técnica e administrativa, formação nos valores e serviços básicos a jovens e famílias com dificuldades socioeconômicas e, desse modo influir positivamente na comunidade de Visayas e Mindanao. O CITE oferece cursos de mecânica, eletricidade e eletrônica. Hoje são mais de 3.000 os alunos formados, com certificações internacionais. O governo filipino reconhece que é uma das melhores escolas técnicas do país.

www.cite.edu.ph

Developmental Advocacy for Women Volunteerism (Metro Manila, Filipinas)

O Developmental Advocacy for Women Volunteerism (DAWV) é um programa educativo que começou em 1989 para desenvolver a consciência social entre pessoas que possuem suficientes recursos econômicos e impulsioná-las a ajudar aos mais necessitados, não apenas com meios materiais, mas também com educação e orientação. Funciona mediante voluntários (donas de casa, médicos, mulheres de negócios, líderes sociais, estudantes) que recebem formação sobre temas como as raízes da pobreza, os princípios da justiça social e a Doutrina Social da Igreja, e realizam vários cursos, entre eles o programa para a promoção do voluntariado e o programa de capacitação para a reabilitação. Através de uma rede de 1.500 voluntários são atendidas perto de 50.000 pessoas em diferentes bairros de Metro Manila.