Recolhimento de Junho #EmCasa

Viver com Deus no mundo, este é o tema que consideraremos no recolhimento de junho, focado no nosso relacionamento com o Espírito Santo, dom de Deus, que nos santifica e nos ensina a dialogar com a Santíssima Trindade.

Opus Dei - Recolhimento de Junho #EmCasa

Download do material em PDF


1. Para Começar
2. Meditação 1
3. Leitura
4. Exame de consciência
5. Meditação 2
6. Terço


1. Para Começar

“Recolhimento para conhecer a Deus, para te conheceres e assim progredir. Um tempo necessário para descobrir em que coisas e de que modo é preciso reformar-se: que tenho que fazer? que devo evitar?” (São Josemaria, Sulco, 177).

Este é o objetivo do recolhimento: uma pausa nas atividades diárias para estar a sós com Deus e considerar como vivemos a fé na nossa vida diária, como podemos crescer na intimidade com Deus. O roteiro que oferecemos prevê duas meditações, uma leitura espiritual e o terço.

Procure um cantinho tranquilo da sua casa e vamos começar!


2. Meditação: Viver com Deus a vida cotidiana

O Espírito Santo: inabitação divina na alma em graça. Deus nos fala através das pequenas coisas do dia a dia. Há “algo de santo, de divino, escondido nas situações mais comuns”. Presença de Deus. Exemplo e ensinamentos de São Josemaria.

O importante é que ao ouvir, você converse pessoalmente com Nosso Senhor e entre em um diálogo com Ele. Se precisar, você pode ir parando o áudio.


3. Leitura

Paz e harmonia no matrimônio, na família. Compreensão dos defeitos, pedir perdão, saber perdoar. Ensinamentos de São Josemaria sobre “lares luminosos e alegres”. Texto aqui.


4. Exame de Consciência

Coloque-se na presença de Deus e considere estas questões com tranquilidade e em silêncio:

1. Sou consciente de que no Batismo Deus Pai tomou posse da minha vida, incorporou-me a Cristo e me enviou o Espírito Santo para me santificar? Ofereço todas as manhãs a minha vida, os meus pensamentos, palavras e ações a Deus?

2. Peço luz ao Espírito Santo para conhecer o que Deus me pede em cada momento, e força para levá-lo à prática? Estou convencido de que – como ensina São Josemaria – todos os momentos e circunstâncias da vida são ocasião de amar e de servir a Deus e ao próximo?

3. Sei que Deus chama todos os batizados a uma vida santa? Vejo com clareza que os pequenos deveres cotidianos são expressão da Vontade de Deus, e, portanto, pautas que mostram o caminho da minha santificação?

4. Procuro cumprir os meus trabalhos com perfeição, esforçando-me para realizar uma tarefa bem acabada, uma obra digna de ser oferecida a Deus?

5. Recorro à intercessão de São Josemaria – o “santo do cotidiano”, como o chamou São João Paulo II –, para que me ajude a transmitir, na aparente monotonia do dia-a-dia, a luz e a alegria cristã aos meus familiares, colegas e amigos?

6. Sou consciente de que nas tarefas do lar devo ir na frente, embora competem a todos? Procuro animar todos em casa para que colaborem nessas tarefas, com espírito de amor, de sacrifício e solidariedade?

7. O orgulho é o maior inimigo do relacionamento conjugal. Discuto por coisas de pouca importância, só por achar que tenho razão?

8. Compreendo que depende de mim, em grande parte, o ambiente sereno, amável e positivo da minha casa?


5. Meditação: Alegria, fruto do Espírito Santo

Os santos são alegres. Exemplo de São Josemaria: Mestre de alegria e bom humor. Os dons do Espírito Santo.

O importante é que ao ouvir, você converse pessoalmente com Nosso Senhor e entre em um diálogo com Ele. Se precisar, você pode ir parando o áudio.


6. Terço

O Santo Rosário é a oração com que os cristãos se dirigem a Nossa Senhora em todos os tempos, para pedir a sua proteção nos momentos de dificuldade. Você pode chamar as pessoas que estão em casa para rezar com você.

Se não saber rezar o terço, ou quer uma ajuda para rezar em áudio, pode ver aqui.