"O Batismo é o maior presente que já recebemos"

O Papa explicou em sua catequese semanal a importância de "voltar à origem", ao batismo, para despertar a consciência de que este sacramento é a porta de entrada para o Senhor morar no coração de cada cristão.

Da Igreja e do Papa

O tempo litúrgico da Páscoa é apropriado para refletir sobre o fundamento da vida cristã, que tem a sua origem no Batismo. Este é o sacramento que une a nossa vida à de Cristo. Batizar significa imergir; esse gesto, no sacramento, faz referência ao banho de água que, pela ação do Espírito Santo, nos imerge na morte e ressurreição de Jesus. Por isso, o Batismo nos regenera, num novo nascimento que nos torna membros do Corpo de Cristo que é a Igreja, fazendo com que participemos também da sua missão no mundo. Trata-se de um dom absolutamente gratuito. Porém, apesar de que ninguém mereça receber esse dom, é necessário acolhê-lo com o coração aberto à fé, de tal modo que o sacramento realize em nós uma cristificação, ou seja, que nos converta em um outro Cristo.

Ser batizado significa ser chamado à santidade

Dirijo uma cordial saudação aos peregrinos de língua portuguesa, particularmente aos fiéis de Portugal e do Brasil. Queridos amigos, ser batizado significa ser chamado à santidade. Imploremos a graça de poder viver os nossos compromissos batismais como verdadeiros imitadores de Jesus, nossa esperança e nossa paz. Que Deus vos abençoe!

© Copyright - Libreria Editrice Vaticana

Recursos relacionados com esta catequese do Papa sobre o batismo

Tema 18. O Batismo e a Confirmação.

O Batismo e a Confissão (vídeo breve do Bem-aventurado Álvaro del Portillo)

Batismo como porta da esperança - catequese do Papa Francisco

  • Libreria Editrice Vaticana