O "sim" de Nossa Senhora

O Papa Francisco na Audiência de hoje interrompeu as suas catequeses sobre as bem-aventuranças para recordar neste dia 25 a Solenidade da Anunciação do Senhor e os 25 anos da Encíclica' Evangelium vitae', de São João Paulo II.

Da Igreja e do Papa
Opus Dei - O "sim" de Nossa Senhora


Celebramos hoje a solenidade da Anunciação do Senhor, relembrando o sim que Maria deu ao Anjo, convertendo-se assim na mãe do Verbo feito carne.

Nesta solenidade, 25 anos atrás, São João Paulo II publicou a Encíclica Evangelium vitae, sobre o valor e a inviolabilidade da vida humana.

Hoje, no meio de uma pandemia que ameaça tanto a vida humana como a economia mundial, é preciso insistir com força no ensinamento proposto pela Encíclica, sobretudo junto das gerações mais jovens.

São João Paulo II nos ensinava que devíamos respeitar, defender, amar, servir a vida, pois este é o único caminho para encontrar a justiça, o desenvolvimento, a liberdade, a paz e a felicidade.

Neste sentido, há de se testemunhar gratidão a todas as pessoas que têm se prodigado – num serviço silencioso e abnegado – a servir a vida, cuidando dos doentes, idosos, de quem está sozinho e mais necessitado.

Possamos todos cultivar ações de solidariedade, cuidado e acolhimento, convictos de que toda a vida humana, desde a concepção, é uma realidade única, que não se repete e possui um valor inestimável.


Hoje o Papa também se uniu a toda a Igreja para rezar o Pai-Nosso implorando misericórdia da humanidade provada.