Início do Ano "Família Amoris Laetitia”

Hoje, 19 de março de 2021, a exortação apostólica Amoris Laetitia completa 5 anos, e o Papa Francisco inaugura o Ano “Família Amoris Laetitia”, que terminará no dia 26 de junho de 2022, no 10˚ Encontro Mundial das Famílias, em Roma.

Da Igreja e do Papa
Opus Dei - Início do Ano "Família Amoris Laetitia”Foto: Pixabay

“A experiência da pandemia destacou o papel central da família como Igreja doméstica e também a importância dos laços entre as famílias”, como o comunicado do Dicastério para os Leigos a Família e a Vida destacou em seu comunicado. Com a instituição do Ano “Família Amoris Laetitia", através de diversas iniciativas de caráter espiritual, pastoral e cultural, o Papa convida cada pessoa a ser testemunha do amor familiar.

“À imitação da Sagrada Família, somos chamados a redescobrir o valor educativo do núcleo familiar: ele deve fundar-se no amor que sempre regenera as relações e abre horizontes de esperança. A comunhão sincera pode ser experimentada na família quando é uma casa de oração, quando os afetos são sérios, profundos e puros, quando o perdão prevalece sobre a discórdia, quando a dureza diária da vida é suavizada pela ternura mútua e pela serena adesão à vontade de Deus”.

Deste modo, a família abre-se à alegria que Deus concede a todos os que sabem doar alegremente. Ao mesmo tempo, encontra a energia espiritual para se abrir ao mundo exterior, aos outros, ao serviço dos irmãos, à colaboração para a construção de um mundo sempre novo e melhor; por conseguinte, capaz de se tornar portadora de estímulos positivos; a família evangeliza através do exemplo de vida.” (Angelus, 27.12.2020)

Para saber mais, visite o site do Dicastério para os Leigos, a Família e a Vida.


Objetivos do “Ano Família Amoris Laetitia”

1. Difundir o conteúdo da exortação apostólica “Amoris Laetitia”, para fazer as pessoas experimentarem “que o Evangelho da família é alegria que enche o coração e a vida inteira” (AL 200). Uma família que descobre e experimenta a alegria de ter um dom e de ser um dom para a Igreja e para a sociedade, “pode tornar-se uma luz na escuridão do mundo” (AL 66). E o mundo hoje precisa dessa luz!

2. Anunciar que o sacramento do matrimônio é uma dádiva e tem em si um poder transformador do amor humano. Para isso é necessário que os pastores e as famílias caminhem juntos na corresponsabilidade e complementaridade pastoral, entre as diferentes vocações na Igreja (cf. AL 203).

3. Tornar as famílias protagonistas da pastoral familiar. Para tanto, é necessário “um esforço evangelizador e catequético dirigido à família” (AL 200), pois uma família discípula torna-se também família missionária.

4. Conscientizar os jovens sobre a importância da formação na verdade do amor e para o dom de si, com iniciativas dedicadas a eles.

5. Alargar o olhar e a ação da pastoral familiar para que se torne transversal, de modo a incluir os cônjuges, os filhos, os jovens, os idosos e as situações de fragilidade familiar.


Recursos disponíveis no site para o Ano Família Amoris Laetitia:

1. Resumo da Exortação Apostólica “Amoris Laetitia”

2. Catequeses sobre a Família

3. Oração à Sagrada Família, recitada pelo Papa Francisco

4. 50 conselhos do Papa para as famílias

5. Conselhos de São Josemaria para as famílias #JuneForFamilies.

6. Novena da Família

7. Documentário “Construir a família”, 10 anos depois

8. Livro digital: “Amor humano e vida cristã”

9. Documentário “Uma chance para ser feliz

10. Livro digital sobre a educação dos filhos.