Ação social com jovens voluntárias

O Centro Cultural Alfa, de São José dos Campos, reúne voluntárias de todas as idades. A entidade forma jovens para atuar em projetos sociais ao longo de todo o ano. Nesse artigo, recentemente publicado num jornal da cidade, são apresentadas algumas dessas iniciativas.

O Brasil é um país de grandes contrastes. Do ponto de vista da ação social, muitas pessoas preferem aguardar uma tomada de posição por parte do governo. Outras, pelo contrário, colocam “a mão na massa” e agem. Esse é o segredo do voluntariado . E é isso que move o Centro Cultural Alfa, em São José dos Campos, no interior de São Paulo.

A entidade forma jovens mulheres — em sua maioria, estudantes do ensino médio e universitário — para atuar em projetos sociais promovidos pela própria instituição. Ao desenvolver esse trabalho, o Centro Cultural atua em dois segmentos: formação cultural e espiritual de jovens e ajuda a comunidades carentes.

Uma das principais preocupações do Alfa é formar jovens voluntárias para que desenvolvam suas habilidades, cresçam como pessoas e coloquem os seus conhecimentos a serviço de uma comunidade pobre.

“É no espaço do Alfa que as artes, a música e o cinema também são valorizados. Promovem-se cine-fóruns, apresentações musicais, tertúlias, passeios, viagens e tudo que possa contribuir para o crescimento intelectual dos participantes”, explica uma das voluntárias, a jovem Denila Bueno Silva, de 19 anos, que integra a entidade há 12 anos.

Projetos

Um dos projetos sociais desenvolvidos é a Promoção Rural . No período de férias, um grupo de voluntárias dedica parte de seu tempo para conviver com comunidades carentes.

No projeto, que atinge famílias de diversas partes do Estado de São Paulo, as jovens aplicam aquilo que aprendem nas salas de aula. Fazem, por exemplo, oficinas para crianças e até dão aulas sobre higiene bucal e noções básicas de saúde.

Para os adolescentes, há cursos técnicos. Já as mães podem receber orientações sobre direitos do consumidor, educação dos filhos, nutrição, ginástica, entre outros.

Durante a visita, as voluntárias também entregam alimentos, prestam serviços e procuram dar soluções aos problemas concretos que identificam, encaminhando esses assuntos à prefeitura local, quando necessário.

O Projeto Urbana é outro exemplo de comprometimento das jovens. Durante todo o ano letivo, aos sábados pela manhã, elas dão aula de reforço escolar nas áreas de Português e Matemática. As crianças atendidas também participam de atividades de recreação e eventos em datas comemorativas.

Voluntárias

Segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), “o voluntário é o jovem ou adulto que, devido a seu interesse pessoal e seu espírito cívico, dedica parte do seu tempo, sem remuneração alguma, a diversas formas de atividade, organizadas ou não, de bem-estar social ou outros campos".

A estudante de Odontologia Cecília Bataglioli Cavazzoni, de 20 anos, atua como voluntária desde os 14: “(O voluntariado) mudou a minha forma de ver o mundo, ajudou a estabelecer alguns valores, e passei a valorizar mais as coisas que tenho”.

Conta que o voluntariado tornou-se parte essencial da sua vida, colaborando para o seu próprio desenvolvimento, para sua relação com outras pessoas e para sua capacidade de iniciativa e decisão.

Cecília diz que sua mãe costuma acompanhá-la nas atividades. Não é de hoje que mãe e filha trabalham ativamente no Centro Cultural Alfa: “O ambiente sadio, de amizade e de boa formação humana veio ao encontro do que buscávamos”.

Na contramão do que pensa grande parte dos jovens, a estudante demonstra maturidade e conclui: “Muitas pessoas têm muito e passam a vida reclamando do que ainda não têm. Ao mesmo tempo, vemos famílias que vivem felizes simplesmente porque vivem unidas, quando isso é só o que têm. Nesse momento, paramos para pensar quais as coisas que realmente valem a pena”.

Alfa

O Centro Cultural Alfa é dirigido, sustentado e subsidiado pela Fasc (Fomento da Assistência Social e Cultural), uma entidade civil e sem fins lucrativos, sediada em São José dos Campos e mantido por meio de doações de pessoas físicas e jurídicas. A formação espiritual e doutrinal-religiosa fica a cargo do Opus Dei.

Mais informações: www.ccalfa.com.br

Tel.: (12) 3941-8242.

Sede: Rua Justino Cobra, 70, Vila Ema, São José dos Campos (SP).