Number of articles: 16

Uma revolução na intimidade

Jesus perdoa uma mulher pecadora que ungiu os Seus pés e lança-a rumo à liberdade que surge de um coração limpo.

Textos espirituais

Com a força do Amor (homilia de S. Josemaria)

Jesus Cristo, que veio salvar todos os povos e deseja associar os cristãos à sua obra redentora, quis ensinar aos seus discípulos - a ti e a mim - uma caridade grande, sincera, mais nobre e valiosa: devemos amar-nos mutuamente como Cristo nos ama a cada um de nós.

Rezar com S. Josemaria

Evangelio de sexta-feira: O Amor exige tudo

“O primeiro é: Escuta, Israel, o Senhor nosso Deus é o único senhor; e amarás o Senhor teu Deus com todo o teu coração, com toda a tua alma, com toda a tua mente e com todas as tuas forças. O segundo é este: amarás o teu próximo como a ti mesmo”. Amar a Deus e aos outros supõe encontrar-se com Deus e com os outros, acolhê-los, para que Deus e os outros sejam o fundamento da nossa vida.

Comentário ao Evangelho

Evangelho de domingo: a alegria da redenção

Comentário do 4º domingo da Quaresma: “Tanto amou Deus o mundo que lhe entregou o seu Filho Unigénito, a fim de que todo o que nele crê não se perca, mas tenha a vida eterna”. A Semana Santa está mais próxima; a Igreja convida-nos a partilhar a nossa alegria pelo amor que Jesus Cristo nos manifestou na Cruz e pela sua ressurreição.

Comentário ao Evangelho

Evangelho de terça-feira: lição de amor supremo

Os momentos prévios da Paixão introduzem-nos no coração ardente de Jesus que, indo em frente, estende continuamente a mão a todos, para que convertam o coração e para ninguém desesperar ao experimentar as suas debilidades. A graça é-nos oferecida, mas com as nossas decisões diárias abrimos ou fechamos o coração para a poder acolher.

Comentário ao Evangelho

Evangelho de domingo: Jesus, o apaixonado

"Jesus olhou para ele com simpatia". Deus ama-nos tanto que por vezes temos dificuldade em acreditar. Mas os gestos de Cristo neste trecho evangélico não deixam margem para dúvidas: são os gestos de um enamorado. O Senhor não tem pressa connosco; Ele tem sempre tempo para fixar o seu olhar em cada um de nós.

Comentário ao Evangelho

Evangelho de quarta-feira: para que sejamos um

"Guarda em Teu Nome os que Me deste, para que sejam um, como Nós!". A Santíssima Trindade quer convocar-nos a todos, sem exceção, para participarmos no Seu próprio Amor. O Senhor pede-nos que vivamos a caridade com todos, porque esse é o fruto saboroso da Sua Cruz. Desprezar o irmão, deixar-nos levar pelo orgulho nas relações humanas equivale a deixar perder aquilo que Cristo ganhou para nós.

Comentário ao Evangelho

Evangelho de quinta-feira: Jesus dá sentido ao nosso cansaço

“Todos os cansados e oprimidos”. Enquanto estivermos a caminho, não é possível evitar o cansaço e a aflição. Mas quem caminha com Cristo, sabe arcar com os seus cansaços e aflições e dar-lhes sentido.

Comentário ao Evangelho

Evangelho de domingo: um descanso nascido do amor

“Ao desembarcar, Jesus viu uma grande multidão e compadeceu-Se de toda aquela gente, porque eram como ovelhas sem pastor”. Jesus descansa, reencontrando o significado das suas ações, comovendo-se interiormente e olhando com alegria para esses homens e mulheres. Também nós descansaremos quando soubermos redescobrir com Cristo o significado do nosso trabalho e das nossas lides, quando nos comovermos interiormente perante os outros e olharmos para eles com alegria.

Comentário ao Evangelho

22 de julho: Santa Maria Madalena

"Maria Madalena foi e anunciou aos discípulos: - Vi o Senhor!". Se quiséssemos resumir a vida de Maria Madalena numa só palavra, esta seria amor. Foi o que a levou a uma busca incessante de Cristo, o que lhe permitiu ser a primeira testemunha da sua Ressurreição, que a levou a tornar-se apóstola dos apóstolos.

Comentário ao Evangelho