Uma viagem de nove meses. Um mestrado. Um bebê

Dom Álvaro del Portillo nos trouxe mais de uma alegria, uma atrás da outra. Obrigado, Dom Álvaro!

Opus Dei - Uma viagem de nove meses. Um mestrado. Um bebê

Faz tempo que tinha de escrever o favor (na realidade, os favores) de Dom Álvaro. Sei que devia. Casei-me com Nazareth na Argentina, em março de 2012. Felicidade plena, fomos para a lua de mel. Poucos dias depois de voltarmos, tivemos uma das melhores notícias: íamos ser pais! No entanto, essa alegria imensa se tingiu de obscuridade, pois em poucas semanas perdemos a gravidez.

Foi um golpe muito duro. No ano seguinte, voltou a ficar grávida...e voltamos a perdê-la.

Foi um golpe muito duro. No ano seguinte, voltou a ficar grávida...e voltamos a perdê-la

Em janeiro de 2014 fizemos uma viagem de duas semanas por alguns países da Europa.

Quando estávamos em Roma, recebi um e-mail de meu pai, que nos contava que haviam anunciado a beatificação de Dom Álvaro. Já era um pouco tarde, era inverno, porém sugeri à minha esposa que fôssemos conhecer Santa Maria da Paz, em cuja cripta está enterrado Dom Álvaro. Estávamos rezando ali por nossa intenção e observei que começavam a colocar candelabros no altar. Ia começar uma benção solene. Minutos depois, pudemos assistir à benção presidida pelo então Padre, Dom Javier. Terminada a benção, descemos as escadas da igreja para sairmos. Para nossa surpresa, o Padre estava rezando na tumba de Dom Álvaro. Esperamos de lado e pudemos cumprimentá-lo e pedir que rezasse pela nossa intenção. Além de dizer-nos “sois umas crianças” (agora já não tanto), enquanto me batia afetuosamente ao rosto com a palma da mão, disse que ia rezar por nós e recomendou que fizéssemos uma consulta médica. Nós já estávamos fazendo isso.

pudemos assistir à benção presidida pelo então Padre, Dom Javier

Finalmente, diagnosticaram em minha esposa um problema no sangue por isso durante a gravidez deveria tomar doses de heparina.

Por outro lado, não sei por que, mas em 2002, quando vários amigos me contaram suas experiências na canonização de São Josemaria, eu decidi que não perderia a beatificação de Dom Álvaro. Embora tendo gasto numa viagem à Europa meses antes, ia ser difícil poder voltar nesse mesmo ano e estar na beatificação.

Começamos a rezar especialmente a Dom Álvaro por nossa intenção. Um mês depois, candidatei-me à uma bolsa da Fundação Carolina para um Mestrado em Direito Constitucional. Logo depois de rezar a Dom Álvaro por esta intenção também, no mês de junho fiquei sabendo que havia ganhado uma das vagas. O curso começava no início de outubro de 2014 e terminava em 20 de junho de 2015. Geralmente a Fundação só marca as passagens para a Espanha alguns dias antes do começo do curso, mas marcaram a data do meu voo para 20 de setembro.

Dias depois, estávamos esperando nossa filha!

Sete dias depois, estava junto com minha esposa (e meus pais, que também foram) na beatificação. Seria demais dizer que lhe pedimos especialmente por nossa intenção. E Dom Álvaro foi sumamente efetivo. Dias depois, estávamos esperando nossa filha! Nasceu em 18 de junho, em Madri. Como minha esposa tem dupla nacionalidade, é argentina e italiana, mas nascida em Espanha, já lhe explicaremos.

Uma bolsa de nove meses. Um Mestrado. Um bebê. Obrigado, Dom Álvaro!

J. S. Y. – Argentina


Bem-aventurado Álvaro del Portillo (Oração para pedir a intercessão do bem-aventurado Álvaro)

Clique aqui para enviar o relato de um favor recebido.

Clique aqui para fazer uma doação.