Quantos favores! A carteira de motorista, a casa nova...

Não sei por onde começar a escrever a enorme quantidade de favores que recebi por intercessão de Isidoro Zorzano.

Opus Dei - Quantos favores! A carteira de motorista, a casa nova...

A primeira vez que lhe pedi um favor foi em agosto de 1988; concretamente o favor consistia em ser aprovada no exame prático de direção. Jamais havia sido reprovada em nada na minha vida e já era a segunda vez que, por diferentes razões, era reprovada no exame prático.

Vi a estampa num centro do Opus Dei e pensei “Provavelmente não há muitas pessoas pedindo favores a este senhor, então tenho certeza de que terá tempo e me dará importância”. Na mesma hora decidi levar uma estampa ao exame prático de dirigir. Rezei e coloquei-a no bolso da calça... Tive uma grande surpresa pois fiz o exame com muita tranquilidade e fui aprovada. Fiquei encantada e dizia a todo mundo que tinha sido aprovada graças a Isidoro Zorzano, que como tinha lido que era engenheiro mecânico não me havia falhado. Na época eu tinha 19 anos e guardei aquele favor com grande carinho.

O último dos infinitos favores que me concedeu foi há um mês. Em novembro do ano passado assinei um depósito para comprar uma casa. Eu tinha pedido a Isidoro encontrar uma casa que fosse um lar para todos. Era um bairro de Madri diferente de onde eu morava e a possibilidade de ter errado na escolha me deixava muito inquieta.

Fui com minha irmã e meu cunhado a Vallecas, onde está o túmulo de Isidoro. Eles queriam agradecer um favor profissional que Isidoro tinha concedido ao meu cunhado e fizeram uma viagem de 500 km para isso. Meu cunhado não tem fé, mas confia em mim e eu tinha dito que pedisse a Isidoro por esse tema profissional e depois de meses rezando a estampa foi-lhe concedido o pedido. Enquanto eles agradeciam pedi que me desse um sinal de que não estava errada antes de comprar a casa. Era 7 de dezembro e o prazo para a compra ia até 15 de fevereiro.

Estive inquieta todo o Natal, não via claramente, mas meu marido tinha adorado a casa. No dia 8 de janeiro à noite não conseguia dormir e lá por 1:00 da madrugada de 9 de janeiro comecei a olhar o celular e escrevi no Google o nome da rua onde está a casa para ver se havia alguma obra da prefeitura pendente... Coloquei “Covarrubias, Nicasio Gallego”, que são os nomes das ruas do cruzamento onde está minha casa. Nesse momento aparece no Google “Isidoro Zorzano rua Covarrubias...” E assim soube que estávamos comprando uma casa localizada no lugar onde providencialmente São Josemaría e Isidoro se encontraram no dia de São Bartolomeu em 1930 e Isidoro disse ao fundador do Opus Dei que queria entregar a sua vida a Deus... Ontem, 14 de fevereiro, assinei a proposta com toda segurança.

Tenho certeza que Isidoro é santo e se de alguma maneira posso detalhar mais todos e cada um dos favores que por sua intercessão concedeu a meus amigos, familiares e a mim, por favor, façam-me saber.

L. E., Espanha