Se tens desejos de ser grande, faz-te pequeno

Agosto é um mês onde as festas em honra da Virgem Maria ajudam a ter muito presente a companhia da Mãe de Deus. Para aprender a relacionar-se com ela, sugerimos algumas reflexões de São Josemaria.

Opus Dei - Se tens desejos de ser grande, faz-te pequeno

Santo Rosário

Meu amigo: se tens desejos de ser grande, faz-te pequeno.

Para ser pequeno, é preciso crer como creem as crianças, amar como amam as crianças, abandonar-se como se abandonam as crianças..., rezar como rezam as crianças.

E tudo isso junto é necessário para pôr em prática o que te vou descobrir nestas linhas:

O princípio do caminho, que tem por fim a completa loucura por Jesus, é um confiado amor a Maria Santíssima.

- Queres amar a Virgem? - Pois então conversa com Ela! - Como? - Rezando bem o Rosário de Nossa Senhora.

- Mas no Rosário... dizemos sempre o mesmo! - Sempre o mesmo? E não dizem sempre a mesma coisa os que se amam?... Se há monotonia no teu Rosário, não será porque, em vez de pronunciares palavras como homem, emites sons como animal, enquanto o teu pensamento anda muito longe de Deus?

Caminho

O amor à nossa Mãe será sopro que atice em fogo vivo as brasas de virtude que estão ocultas sob o rescaldo da tua tibieza. (Ponto 492)

Todos os pecados da tua vida parecem ter-se posto de pé. - Não desanimes. - Pelo contrário, chama por tua Mãe, Santa Maria, com fé e abandono de criança. Ela trará o sossego à tua alma. (Ponto 498)

Mãe! - Chama-a bem alto, bem alto. - Ela, tua Mãe Santa Maria, te escuta, te vê em perigo talvez, e te oferece, com a graça de seu Filho, o consolo de seu regaço, a ternura de suas carícias. E te encontrarás reconfortado para a nova luta. (Ponto 516)

Sulco

Volta os teus olhos para a Virgem Maria e contempla como vive a virtude da lealdade. Quando Isabel precisa dela, diz o Evangelho que vai "cum festinatione" - com pressa alegre. Aprende! (Ponto 371)

Sempre que te vejas com o coração seco, sem saber o que dizer, recorre com confiança à Virgem Santíssima. Dize-lhe: Minha Mãe Imaculada intercedei por mim.

Se a invocares com fé, Ela te fará saborear - no meio dessa secura - a proximidade de Deus.(Ponto 695)

A Virgem Santa Maria, Mestra de entrega sem limites. - Lembras-te? Com palavras que eram um louvor dirigido a Ela, Jesus Cristo afirma: "Aquele que cumpre a Vontade de meu Pai, esse - essa - é minha mãe!..."

Pede a esta Mãe boa que ganhe força na tua alma - força de amor e de libertação- a sua resposta de generosidade exemplar: "Ecce ancilla Domini!" - eis a escrava do Senhor. (Ponto 33)

Forja

É preciso amar a Santíssima Virgem: nunca a amaremos bastante!

- Ama-a muito! - Que não te baste colocar imagens suas, e saudá-las, e dizer jaculatórias, mas que saibas oferecer-lhe - na tua vida cheia de rijeza - algum pequeno sacrifício em cada dia, para manifestar-lhe o teu amor, e o amor que queremos que lhe dedique a humanidade inteira. (Ponto 527)

Deves tornar o teu amor pela Santíssima Virgem mais vivo, mais sobrenatural.

- Não vás a Santa Maria só para pedir. Vai também para dar!: para dar-lhe afeto; para dar-lhe amor para o seu Filho divino; para manifestar-lhe esse carinho com obras de serviço no trato com os outros, que são também filhos dEla. (Ponto 137)

de sentir a necessidade de te veres pequeno, desprovido de tudo, fraco. Então lançar-te-ás no regaço da nossa Mãe do Céu, com jaculatórias, com olhares de afeto, com práticas de piedade mariana..., que estão na entranha do teu espírito filial.

- Ela te protegerá. (Ponto 354)

Eu entendo que cada Ave-Maria, cada saudação à Santíssima Virgem, é um novo palpitar de um coração enamorado. (Ponto 615)

Minha Mãe! As mães da terra olham com maior predileção para o filho mais fraco, para o mais doente, para o mais curto de cabeça, para o pobre aleijado...

- Senhora! Eu sei que tu és mais Mãe que todas as mães juntas... - E como eu sou teu filho... E como sou fraco, e doente... e aleijado... e feio... (Ponto 234)