Deus escondido

Como é fácil de explicar agora o clamor incessante dos cristãos diante da Hóstia Santa, em todos os tempos! É preciso adorar devotamente este Deus escondido.

Opus Dei -  Deus escondido

"Non manifeste, sed quasi in occulto" - não com publicidade, mas ocultamente. Assim vai Jesus à festa dos Tabernáculos.
Assim irá, a caminho de Emaús, com Cléofas e seu companheiro. - Assim O vê, ressuscitado, Maria de Magdala.
E assim - "non tamen cognoverunt discipuli quia Jesus est", os discípulos não perceberam que era Ele -, assim foi à pesca milagrosa que nos conta São João.
E mais oculto ainda, por Amor aos homens, está na Hóstia.
Caminho 843

Como compreendemos agora o clamor incessante dos cristãos, em todos os tempos, diante da Hóstia santa! Canta, ó língua, o mistério do Corpo glorioso e do Sangue precioso que o Rei de todos os povos, nascido de Mãe fecunda, derramou para resgate do mundo. É preciso adorar devotamente este Deus escondido. Ele é o mesmo Jesus Cristo que nasceu de Maria Virgem; o mesmo que padeceu e foi imolado na Cruz; o mesmo de cujo peito trespassado jorraram água e sangue.
É Cristo que passa, 84

Quando O receberes, diz-Lhe: - Senhor, espero em Ti; adoro-te, amo-te, aumenta-me a fé. Sê o apoio da minha debilidade, Tu, que ficaste na Eucaristia, inerme, para remediar a fraqueza das criaturas.
Forja, 832

"Amor com amor se paga"

Jesus ficou na Hóstia Santa por nós!: para permanecer ao nosso lado, para amparar-nos, para guiar-nos. - E amor somente com amor se paga. - Como não havemos de ir ao Sacrário, todos os dias, nem que seja apenas por uns minutos, para levar-Lhe a nossa saudação e o nosso amor de filhos e de irmãos?
Sulco, 686

É verdade que ao nosso Sacrário chamo sempre Betânia... - Faz-te amigo dos amigos do Mestre: Lázaro, Marta, Maria. - E depois não me perguntarás mais por que chamo Betânia ao nosso Sacrário.
Caminho, 322

Cadeia de amor

Gosto de chamar “prisão de amor” ao Sacrário. Há vinte séculos que Ele está ali..., voluntariamente encerrado!, por mim, e por todos.
Forja, 827

Não te alegras quando descobres no teu caminho habitual, pelas ruas da cidade, outro Sacrário?
Caminho, 270

Não abandones a visita ao Santíssimo. - Depois da oração vocal que tenhas por costume, conta a Jesus, realmente presente no Sacrário, as preocupações do dia. - E terás luzes e ânimo para a tua vida de cristão.
Caminho, 554

Começaste com a tua visita diária... - Não me admira que me digas: começo a amar com loucura a luz do Sacrário.
Sulco, 688

Motivo de fortaleza

Acorre perseverantemente ao Sacrário, de modo físico ou com o coração, para te sentires seguro, para te sentires sereno: mas também para te sentires amado... e para amar!
Forja, 837

Jesus ficou na Eucaristia por amor..., por ti.
- Ficou, sabendo como é que os homens O receberiam..., e como é que tu O recebes.
- Ficou, para que O comas, para que O visites e Lhe contes as tuas coisas e, chegando ao trato íntimo na oração junto do Sacrário e na recepção do Sacramento, te enamores mais de dia para dia, e faças que outras almas - muitas! - sigam o mesmo caminho.
Forja, 887