Homenagem a São Josemaria no Cristo Redentor

Recordando o dia em que o fundador do Opus Dei pisou em terras cariocas, 22 de maio de 1974, a arquidiocese do Rio de Janeiro projetou imagens de São Josemaria no monumento do Cristo Redentor.

“O Brasil! A primeira coisa que vi foi uma mãe grande, formosa, fecunda, terna, que abre os braços a todos”. Com essas palavras, São Josemaria Escrivá resumiu suas impressões poucos dias após pisar em solo brasileiro, no dia 22 de maio de 1974.

O avião que o trouxe pousou às 18h18 daquele dia, no aeroporto internacional do Galeão, no Rio de Janeiro, de onde seguiu para São Paulo. Durante os 17 dias em que o fundador do Opus Dei esteve no Brasil, reuniu-se com muitos milhares de pessoas, em grupos numerosos ou reduzidos. Com os ouvidos bem atentos, escutou suas perguntas e conheceu episódios que lhe queriam contar.

Quatro décadas depois, a Arquidiocese do Rio recorda com carinho o dia em que o santo pisou em terras cariocas. Para celebrar a data, a exemplo do que acontece em outras comemorações, imagens de São Josemaria foram projetadas no monumento do Cristo Redentor. O vídeo reproduz a homenagem, que se completará com uma bênção no alto do Corcovado, aos pés do Cristo Redentor, com a relíquia de São Josemaria Escrivá, no dia 22, às 18h18.