Converter o trabalho em oração

“Nós, os filhos de Deus, temos de ser contemplativos: pessoas que, no meio do fragor da multidão, sabem encontrar o silêncio da alma em colóquio permanente com o Senhor”.

Opus Dei - Converter o trabalho em oração

Nunca compartilharei a opinião — embora a respeite — dos que separam a oração da vida ativa, como se fossem incompatíveis.
Nós, os filhos de Deus, temos de ser contemplativos: pessoas que, no meio do fragor da multidão, sabem encontrar o silêncio da alma em colóquio permanente com o Senhor; e olhá-Lo como se olha para um Pai, como se olha para um Amigo, a quem se ama com loucura.

Forja, 738

Meus filhos: aí onde estão nossos irmãos os homens, aí onde estão as nossas aspirações, nosso trabalho, nossos amores — aí está o lugar do nosso encontro cotidiano com Cristo. Em meio das coisas mais materiais da terra é que nós devemos santificar-nos, servindo a Deus e a todos os homens.
Entrevistas com Mons. Escrivá, 113

Fazei tudo por Amor. — Assim não há coisas pequenas: tudo é grande. — A perseverança nas pequenas coisas, por Amor, é heroísmo.

Caminho, 813

Persevera no cumprimento exato das obrigações de agora. — Esse trabalho — humilde, monótono, pequeno — é oração plasmada em obras que te preparam para receber a graça do outro trabalho — grande, vasto e profundo — com que estás sonhando.

Caminho, 825

Nós somos homens da rua, cristãos comuns, na torrente circulatória da sociedade, e o Senhor nos quer santos, apostólicos, precisamente no meio do nosso trabalho profissional, quer dizer, santificando-nos nessa tarefa, santificando essa tarefa e ajudando os outros a santificar-se com essa tarefa. Convencei-vos de que é Deus quem vos espera nesse ambiente, com solicitude de Pai, de Amigo; e pensai que através dos vossos afazeres profissionais, realizados com responsabilidade, além de vos sustentardes economicamente, prestais um serviço diretíssimo ao desenvolvimento da sociedade, aliviais também as cargas dos outros e mantendes muitas obras assistenciais — em nível local e universal — em prol dos indivíduos e dos povos menos favorecidos.

Amigos de Deus, 120

A responsabilidade cristã no trabalho não se traduz apenas em ir preenchendo as horas, mas em realizá-lo com competência técnica e profissional... e, sobretudo, com amor de Deus.

Forja, 705

Não devemos esquecê-lo: em todas as atividades humanas, tem que haver homens e mulheres com a Cruz de Cristo na sua vida e nas suas obras, erguida ao alto, visível, reparadora; símbolo da paz, da alegria; símbolo da Redenção, da unidade do gênero humano, do amor que Deus Pai, Deus Filho e Deus Espírito Santo, a Trindade Santíssima teve e contínua a ter pela humanidade.

Sulco, 985

Um segredo. — Um segredo em voz alta: estas crises mundiais são crises de santos.

— Deus quer um punhado de homens "seus" em cada atividade humana.
— Depois... pax Christi in regno Christi — a paz de Cristo no reino de Cristo.
Caminho, 301

Temos obrigação de trabalhar, e de trabalhar conscienciosamente, com senso de responsabilidade, com amor e perseverança, sem descuidos nem ligeirezas: porque o trabalho é um mandamento de Deus, e a Deus, como diz o salmista, é preciso obedecer "in laetitia" - com alegria!

Forja, 681