Aprender a santificar o trabalho do campo

Albendín, a 100 km de Córdova (Espanha), aldeia de 1 500 habitantes,inaugurou na sua igreja paroquial um nicho com a imagem de S. Josemaria.

Notícias

Albendín, a 100 km de Córdova (Espanha), aldeia de 1 500 habitantes, inaugurou na sua igreja paroquial um nicho com a imagem de S. Josemaria, no dia 24 de junho.

A igreja, que tinha recebido beneficiações recentes, achava-se adornada com muitas flores.

Os bancos encontravam-se cheios. A Missa foi concelebrada pelo pároco, Pe. Francisco Morán, e por outro sacerdote, Pe. Juan Luis Selma. Na homilia, este referiu-se à sorte que teve de conhecer e conviver alguns dias com S. Josemaria durante uma estadia do fundador do Opus Dei em Valência.

No fim da Missa foram ao local onde se encontrava a imagem, num sítio bem visível, para a benzer. O pároco, diringindo-se aos fiéis, disse-lhes a eles, trabalhadores do campo, que pedissem a S. Josemaria que os ensinasse a santificar o seu trabalho.

A atividade principal de Albendín é a agricultura, devido às muitas hortas existentes na veiga do rio, além da produção de azeite, proveniente dos olivais da zona, de clima propício e qualidade da terra. Por esta razão o azeite de Albendín é considerado um dos melhores azeites do mundo.

O Pe. Juan Luis Morán disse ainda que recorressem a S. Josemaria para saberem santificar a vida de família, que era outro dos seus ensinamentos.