Quem não quer ser melhor?

Alanis estava no ensino médio quando uma amiga lhe perguntou se ela era católica e falou sobre a importância de ser coerente com a fé. Isso a levou a considerar como crescer na fé e como vivê-la. No início, era difícil para ela falar publicamente da sua fé, não queria que os outros notassem. Na faculdade, e graças à formação que recebeu, mudou de atitude e aprendeu a conversar abertamente com as amigas sobre as razões pelas quais ela queria viver a fé.

Testemunhos