Vários favores de São Josemaria Escrivá

Recolhemos, com o consentimento expresso daqueles que os enviam, alguns dos testemunhos que se recebem nesta página web. Relatam favores obtidos pela intercessão de São Josemaria ou agradecem ter conhecido a sua vida santa e os seus ensinamentos.

Favores de São Josemaria
Opus Dei - Vários favores de São Josemaria Escrivá

São Josemaria ouviu a minha mãe

Quero contar-lhes que fui operada duas vezes a uma escoliose há mais de vinte anos. Há dois anos detectaram-me uma artrose lombar provocada pela sobrecarga a que foi submetida a coluna na referida zona. Fiz sessões de quinesioterapia, tomei medicamentos para aliviar as dores mas não deram resultado. Consultei vários especialistas mas nada, as dores não me abandonavam. Dia após dia a dor era a minha aliada – mas não a única – já que encontrava a minha fortaleza no Espírito Santo, que me fazia entregar a dor como uma oferenda. Há dez dias, a minha mãe - muito angustiada com a referida situação - ao não ver que não me podia ajudar, procurou entre as suas coisas e encontrou uma oração a São Josemaria com uma bela oração. Rezou-a com muita força interior pedindo por mim. Desde esse dia não senti mais nenhuma dor. Sei que São Josemaria a ouviu, porque me sinto muito, muito feliz. Agradeço de todo o coração a este grande santo, o fundador do Opus Dei, que intercedeu por mim.

Olaya S., Chile

30 de Dezembro de 2009

Rezei insistentemente

Esta manhã, ao sair do trabalho, recebi um telefonema de uma amiga, a dizer que o seu irmão sofria de um AVC e encontrava-se no hospital. Então, enquanto regressava a casa, dirigi-me insistentemente a São Josemaria, rezando sua a oração que trago sempre comigo, e que rezo todos os dias.

Há uns minutos, telefonou-me a minha amiga, dizendo que o irmão estava livre de perigo: falava e movimentava o braço… é um milagre.

Muito obrigada, São Josemaria! Continua a ouvir as nossas orações… agora já não consigo prescindir da tua ajuda. E mais uma vez, muito obrigada.

Antonella C., Itália

29 de Dezembro de 2009

Perseverar na oração

Recomendei a novena do trabalho a uma amiga que procurava um emprego depois de se ter licenciado. Um mês depois, escreveu-me a agradecer o favor recebido: tinha conseguido um emprego numa empresa multinacional de grande dimensão. Ao mesmo tempo também eu rezava vezes sem conta a novena, esperando com paciência que me concedesse o meu favor.

Pedia um emprego em que não tivesse que trabalhar nos fins de semana, para poder assistir aos meios de formação cristã do Opus Dei. Também pedia que fosse um emprego onde pudesse fazer apostolado.

Passados três meses, decidi mudar da capital para a província, porque ali tinha uma oferta de trabalho. Sentia-me triste, porque nessa província não havia atividades do Opus Dei. Contudo, abandonei-me nas mãos de Deus, pensando que talvez Ele quisesse que o servisse na província.

No dia anterior à minha viagem de avião, recebi uma mensagem de uma amiga, a dizer que o pai procurava uma recém-formada para trabalhar na sua nova empresa. Foi ele quem me telefonou logo a seguir. Uma hora depois me encontrava numa entrevista. No dia seguinte fui à casa dos meus pais, e uma semana depois regressei à capital e comecei o meu novo trabalho.

Deus concedeu-me justamente o que pedi por intercessão de São Josemaria, da minha Mãe Santa Maria e de São José. O meu trabalho consiste em prestar serviços financeiros a proprietários de empresas de pequena dimensão, ensinando-lhes a rentabilizar o negócio e formação em valores. Aprendi que Deus nos dá verdadeiramente o que Lhe pedimos se a nossa intenção é reta e se perseveramos na oração.

Anne, Filipinas

28 de Dezembro de 2009.

Uma bolsa necessária

Desejo agradecer a São Josemaria uma graça recebida.

Há dois meses o meu marido faleceu. Foi um rude golpe para mim porque nem sequer pude despedir-me dele. Nesse tempo estava no fim de um semestre na universidade, e como poderão imaginar, devido a este sucedido não pude preparar-me como devia para os exames finais do ano. Pedi a São Josemaria que intercedesse por mim porque agora com a morte do meu marido vou ter de ir para frente sozinha (anteriormente dependia do meu marido para tudo, e só estudava por gosto); agora tenho de terminar o curso para poder viver e educar o meu filho.

Em resumo, para poder pagar a universidade - agora que o meu marido já não o pode fazer – precisava conseguir a bolsa de mérito para a qual é necessária uma média de 9,5, o que seria muito difícil conseguir, pois não tinha podido estudar como devia no final. Então pedi a São Josemaria que intercedesse por mim para obter a bolsa, pois só por milagre conseguiria essa média. A surpresa chegou uns dias antes, quando recebi as notas que me faltavam e, nas três matérias que restavam, tive a nota 10, o que significou conseguir a bolsa automaticamente. Isto se deve apenas à intercessão do Fundador do Opus Dei.

Dalila, México

29 de Dezembro de 2009

O primeiro favor concedido

Numa ida a Pamplona fui com uma amiga a uma loja gourmet dessa cidade, “El horno artesano” (“O forno artesanal”). É uma loja muito boa que também tem cafeteria, e à hora a que fomos – a meio da tarde de sexta-feira – estava cheia de gente, a mais não poder. Enquanto a minha amiga pagava na caixa, eu deixei cair os óculos ao chão. Apanhei-os apressadamente, e fomo-nos embora. Ao chegar a casa e ao tirar os óculos para guardá-los, dei-me conta que faltava uma das lentes. Pensei imediatamente que se teria soltado quando os óculos caíram ao chão nessa loja e dei-a por perdida ao pensar na quantidade de pessoas que havia e que certamente a teriam pisado ou riscado, mas, na dúvida, telefonei para perguntar se a tinham visto ou alguém a tivesse entregado. Disseram-me que não, mas que iriam estar atentos no dia seguinte ao fazer a limpeza no caso de aparecerem. Pedi a São Josemaria Escrivá, dizendo-lhe que me fizesse o favor de ma encontrar, mas na verdade estava consciente de que lhe pedia um favor grande porque me parecia difícil. No dia seguinte telefonaram a dizer que tinham encontrado a lente quando varriam. Levei-a ao oculista para que ma pusessem nos óculos. Estava em perfeito estado, sem nenhum risco. Escrevo isto porque, apesar de pedir tudo ao fundador do Opus Dei, esta é a primeira graça concreta que me concedeu e fiz o propósito de enviá-la para que conste.

Ana E., Espanha

23 de Dezembro de 2009

Três favores numa semana

Queria contar uma série de favores que recebi em apenas uma semana.

1. Ao regressar de uma excursão à montanha enganamo-nos no caminho e encontramo-nos num sítio desconhecido, aonde vimos uma casa. Um casal amável confirmou que nos tínhamos desviado. Como eles não nos sabiam orientar por se terem mudado havia pouco tempo para aquela zona, levaram-nos a casa de um sobrinho para ele nos poder guiar. Não tínhamos rede para o telemóvel, e tínhamos de contatar o condutor do veículo para ele esperar por nós. Quando chegamos à casa do sobrinho, rezamos a São Josemaria e de repente tivemos rede, mesmo a tempo para enviar uma mensagem ao motorista e às pessoas que podiam ficar inquietas com a nossa ausência. Como já tinha escurecido, era necessário usar os nossos telemóveis para iluminar o caminho. Embora a pilha do meu telemóvel tivesse acabado, manteve-se o tempo estrito para sair da montanha.

2. Em duas ocasiões, por descuido, o telemóvel caiu-me ao chão e deixou de funcionar. Rezei a São Josemaria Escrivá e ele voltou a funcionar. Agora tenho mais cuidado com ele.

3. Perdi a USB com ficheiros muito importantes. Procurei por várias vezes na caixa onde ela devia estar. Depois rezei a São Josemaria, procurei outra vez na caixa, e a USB apareceu.

Filipinas

Dezembro de 2009

Uma boa venda

Um meu amigo de infância tinha, havia três anos, uma loja de comestíveis na cidade de Querétaro, no México. Devido à crise e à redução do mercado, teve de fechar o negócio. Mandou um e-mail aos amigos para estarem presentes no dia da liquidação de tudo o que tinha na loja. Enviei-lhe, de volta, uma estampa digital de São Josemaria e disse-lhe que rezaria pelo assunto, e animei-o a pedir-lhe também uma venda lucrativa. Respondeu-me agradecido depois do fim de semana da liquidação, dizendo-me que tinha sido um êxito: que São Josemaria lhe tinha mandado conterrâneos seus munidos de euros (muito apreciados no México) e que tinha vendido tudo o queria.

Roberto Esquivel Alvarez, México

27 de Novembro de 2009

Pedi a São Josemaria que não tivesse nada de grave

No dia 2 de Novembro de 2009 acordei doente. Dias antes tinha começado a sentir enjoos e palpitações. Pedi ao meu marido que me levasse a fazer exames médicos. Fomos a uma clínica. O médico mediu-me a tensão e viu que estava bem. Depois mediu as pulsações e viu que tinha 120 por minuto, depois me fez um electrocardiograma e outros exames. No dia seguinte fizeram-me mais exames, e pedi a São Josemaria com toda a minha fé e devoção que não fosse nada de grave. Quando chegaram os resultados, o médico disse-me que o fígado não estava a funcionar muito bem e que era preciso uma ressonância para ver como estava. Voltei a rezar com toda a minha fé a São Josemaria para que o resultado fosse bom.

Quando vieram os resultados, disseram-me que não tinha quistos, nem tumores, nem lesões, que se tratava de uma coisa mais simples. As minhas pulsações também melhoraram bastante.

Envio este meu testemunho, pois não tenho outro modo de agradecer a sua intercessão.

Martha Maria Rojas Martínez, México

2 de Novembro de 2009

Testemunho sobre Caminho

No ano propedêutico dei com Caminho e ele fez-me sentir a alegria de viver e de procurar a santidade. Chamou-me tanto a atenção que fui falar com o Diretor da Escola a pedir-lhe autorização para pôr, todas as semanas, um dos seus pontos no jornal de parede. Ficou surpreendido mas acedeu.

Já depois de ter terminado o curso e estando a dar aulas de Ética Profissional na Universidade estatal de Tarmaulipas, aproveitei Caminho para falar aos alunos da importância do trabalho bem feito e lembrei-lhes a importância de faz o que deves e está no que fazes. Procurei inculcar nos meus alunos a ideia de que a melhor recomendação para conseguir um bom trabalho é o prestígio profissional, e que este se alcança pouco a pouco cuidando as coisas pequenas. E animava-os a fortalecerem-se: Vontade, energia, exemplo. O que é preciso fazer, faz-se, sem hesitar, sem contemplações.

Agora na minha vida familiar e social continuo a apoiar-me nos admiráveis conselhos de São Josemaria que espero nunca esquecer e dá-los a conhecer a muitas pessoas.

Ma. Dolores Monsur de Higueras, Cidade Victoria, Tamaulipas, México

Demonstrou-me que está ao meu lado

Estava angustiada à procura de trabalho. Não conseguia conciliar o sono de tão desorientada que me sentia, e não sabia o que fazer. Em Santa Maria da Paz, em Roma, graças a uma amiga, descobri quem era São Josemaria. Confiei-lhe as minhas insônias e dúvidas.

Encontrei a solução para tudo. A sua intercessão ante Deus, nosso criador, foi tão poderosa que me encheu completamente, para além das minhas esperanças. A partir de então, confio-lhe cada dia de trabalho e cada acontecimento da minha vida por me ter demonstrado que está ao meu lado,

Sandrine, França

6 de Dezembro de 2009

Alguém me entregou uma estampa

Sei pouco sobre o Opus Dei. Uma vez numa igreja uma senhora idosa entregou-me uma oração a São Josemaria Escrivá dizendo quanto poderosa era a novena. Há muito tempo que lhe andava a pedir por uma intenção: para que um dos meus filhos, a trabalhar no Dubai, que ainda não tinha visto de residência, a arranjasse. Foi então que comecei a rezar a novena. Depois de rezar durante uma semana a novena, foi-lhe concedido o visto de residência. Muito obrigada.

Filipinas

5 de Dezembro de 2009

Depois do envio de centenas de currículos

Em 2008, no sector do petróleo e do gás, foram anulados contratos por muitos milhões de dólares. Como consequência, um elevado número de engenheiros e técnicos perdeu o emprego.

Em Março de 2009 também eu era um dos que andavam a procura de um novo emprego. Pensei que o conseguiria rapidamente atendendo à minha longa experiência. Passaram-se meses e, depois de enviar centenas de currículos por todo o mundo sem resultado algum, pela minha mente passou-me a ideia de que eu já não servia para nada nesta vida. Mais adiante, a 9 de Junho, encontrei a novena do trabalho de São Josemaria e comecei a rezá-la. Deu-me ânimo para pedir também a intercessão de D. Álvaro, de São José e da Santíssima Virgem Maria. Rezei a novena todos os dias, com a confiança de que Deus me iria conceder um emprego até ao fim de 2009. À medida que se aproximava o fim do ano, muita gente dizia-me que já era impossível conseguir um emprego, dado que as empresas não contratariam novos empregados até Janeiro de 2010. Até me aconselhavam a pôr de lado toda a esperança de conseguir um emprego em 2009; mas eu continuava confiado na ajuda da graça de Deus. “A providência de Deus agirá. Ele cuidará de nós. Fiz tudo o que era humanamente possível e abandono-me totalmente em Deus, no meu Deus”. Quando parecia impossível, sucedeu o milagre. No passado dia 3 de Dezembro de 2009 contrataram-me para começar a trabalhar numa empresa internacional num projeto de milhões de dólares. Quero agradecer a São Josemaria, a D. Álvaro, a São José, à Santíssima Virgem Maria e ao meu Anjo da Guarda o terem-me ajudado a encontrar um emprego.

R. E., Canadá

5 de Dezembro de2009

No nono dia da novena

O negócio do marido de minha irmã faliu, o que levou as economias da família a uma situação gravíssima de não haver dinheiro nem mesmo para o pagamento das obrigações mais simples do dia a dia. Como já tem uma idade considerada elevada pelo mercado de trabalho, a preocupação foi redobrada. Como ele conseguiria arrumar um trabalho que permitisse a subsistência de sua família? Um dia arrumando meu armário de papéis, encontrei uma estampa de São Josemaria e novena do trabalho. Comecei imediatamente a rezar e a pedir a intercessão de São Josemaria para que ele conseguisse um trabalho. Hoje, no 9º dia da novena, com toda a fé do meu coração, recebi a notícia de que o haviam chamado para uma vaga em uma grande construtora. Minha alegria é imensa e agradeço ao fundador do Opus Dei pela grande graça recebida.

Lúcia H.S. B, Brasil

27 de Novembro 2009

No dia seguinte a ter terminado a novena

Há já três anos, depois de termos chegado a Atlanta, continuava sem arranjar emprego. Primeiro, porque temos filhos pequenos e conseguir um trabalho a meio tempo e com fins de semana livres não é nada fácil, pelo menos aqui nos Estados Unidos. Por isso decidimos esperar, já que ambos os nossos meninos eram pequenos. Porém, o meu marido ficou desempregado e era necessário que eu arranjasse emprego. Encontrei a novena do trabalho de São Josemaria e comecei a rezá-la, quase com vergonha, pois sentia que não estava a fazer o necessário, pela minha parte, para conseguir emprego, mas, mesmo assim, fiz a novena. E, no fim, converteu-se quase numa quinzena… pois, por várias razões, saltei diversos dias. Contristada, continuei ainda a fazê-la, e no último dia recebi a maravilhosa notícia de uma entrevista precisamente no dia seguinte ao termo da novena. Fui à entrevista, contrataram-me e comecei a trabalhar no dia seguinte! Meio-dia e com fins de semana livres. A sua intervenção e o seu dom foram algo de admirável, que não tem nome, e não sei como agradecer a sua ajuda. A minha fé e a minha devoção ao santo crescem cada dia mais. Obrigada, São Josemaria.

Maria Isabel Gorrochotegui Martell, Atlanta (EUA)

12 de Novembro de 2009

Aprendi com São Josemaria

Queria dar um passo muito importante na minha vida profissional. Enviei vários pedidos de emprego, para os quais tinha todas as condições, mas não tive êxito. Estava empenhado em prosseguir, acontecesse o que acontecesse. Pensava que tinha tudo sob controle. Então me dei conta de que não dependia de mim, já que, no fundo, tudo está nas mãos de Deus. Imediatamente apareceu um emprego perfeito: com um ordenado mais elevado, numa empresa melhor, uns colegas maravilhosos: era o que inteiramente me convinha. E consegui esse emprego. Não encontrava a razão, porque nem sequer me tinham respondido aos outros pedidos: agora entendo que Deus, pela intercessão de São Josemaria, me impedia de aceitar os outros empregos. Vou começar a trabalhar numa posição, na empresa e na cidade com que sempre tinha sonhado. Fui a algumas entrevistas muito exigentes. Descobri que aquilo que me garantiu o emprego não foram a minha competência técnica, nem a minha experiência, mas a ética de trabalho, a filosofia de trabalho em equipa, e o espírito de colaboração que aprendi dos ensinamentos de São Josemaria. Estou muito grato a Deus, à Virgem Maria, a São Josemaria e a Santa Rita.

I.H., EUA

20 de Novembro de 2009

Para pagar a hipoteca

Tinha muita urgência em alugar um andar, pois, se não o fizesse, não poderia pagar a hipoteca. Pedi a São Josemaria e, em menos de duas semanas, e no dia 10 de Setembro, resolveu-se o assunto. Prometi-lhe que contaria o seu favor. Pode ser que para algumas pessoas pareça insignificante, mas para mim foi enorme. Obrigada!

María del Carmen Trigueros Gomez-Degano, Madrid

Novembro de 2009

Dono da minha casa

Na cerimônia de apresentação do nosso bispo de Kinshasa como bispo auxiliar de Matadi, a 360 km da capital, conheci um sacerdote do Opus Dei a viver no Congo. Desde então, assisto às recolhimentos e participo noutras atividades confiadas aos sacerdotes da prelazia.

Em Março, o dono da minha casa decidiu pô-la à venda e propôs-me a sua compra. Como não dispunha da totalidade do preço, pediu-me simplesmente que deixasse a casa para poder ser comprada por alguém com meios suficientes para fazê-lo.

Com muita devoção, pedi ajuda a São Josemaria, que realmente intercedeu por mim. Consegui os meios necessários para comprar a propriedade. E a casa já hoje é “minha” Que alegria saber-se “proprietário” num país onde não há nenhuma política de habitação social. Obrigado, São Josemaria.

Depois desta experiência peço-lhe sempre a sua intervenção na minha vida e até agora sempre respondeu positivamente aos meus pedidos.

Gostaria que tudo isto animasse outras pessoas que ainda duvidam quanto a seguir este caminho de confiança na oração. Que Deus abençoe todos os que vão ler o meu testemunho.

André Masombo, R. D. do CONGO

24 de Novembro 2009

Não havia metástases

Há dois meses descobriram-me um tumor, aparentemente maligno, num ovário e fiquei a saber que tinha de ser operada. Fiquei muito triste e comecei a fazer todos os exames médicos para a operação. Um dia fui a um restaurante perto da minha casa. Sentei-me perto de uma senhora muito amável e começamos a falar. Não sei por que, comecei a contar-lhe os meus problemas de saúde. Então ela falou-me de São Josemaria, um santo que tinha feito milagres a muitas pessoas. Tirou da bolsa uma estampa com a oração ao santo e me mostrou, pensei que ma ia emprestar para copiar a oração, mas me ofereceu-a. A partir desse momento comecei a pedir a São Josemaria que me ajudasse nesse momento de desespero. A operação foi um êxito. Embora o tumor parecesse maligno, não havia metástases. Os médicos disseram-me que isto só acontece em 20% destes casos, pois o cancro de ovário é letal e quase nunca se descobre precocemente. Agradeço-lhe muitíssimo e espero que a minha história ajude outras pessoas em dificuldades.

Cleide Vieira, Brasil

19 de Novembro de 2009

Passamos no exame com boas notas!

Depois de um período intenso de estudo, em Março, tínhamos que passar no exame para conseguir a nomeação em Novembro. Para mim era muito importante consegui-lo, pois este ano foi um ano “morto” no âmbito profissional, pelo que este exame seria a única conquista profissional em 2009. Estava a pedir, desde Março, a intercessão de São Josemaria, rezando a oração da estampa todas as noites, para conseguir a aprovação neste exame.

Na sexta-feira passada, todos os meus colegas de equipa e eu passamos no exame, graças a Deus! Além disso, todos tivemos boas notas. Obrigada pela intercessão, São Josemaria! É a segunda vez que se realiza um pedido meu através da sua intercessão.

J. P., Filipinas

12 de Novembro de 2009

Duas ofertas de trabalho

Quero testemunhar dois favores que aconteceram a dois bons amigos meus a quem tinha aconselhado a novena do trabalho de São Josemaria Escrivá. Levaram o conselho a sério, e rezaram durante nove dias a oração. O resultado foi que, no dia depois de terminarem a novena, telefonaram a um deles por causa de um trabalho num colégio e ao outro por um trabalho numa agência de imprensa.

Mateo, Itália

Novembro de 2009

Encontrar a serenidade para esperar o momento certo

Meu nome é Izaura. Tenho 40 anos, moro em Boa Esperança, no sul do Estado de Minas Gerais. Depois de 4 meses esperando por um contrato de trabalho, no dia 6 de julho de 2009, consegui. Isso foi depois de rezar por várias vezes novena do trabalho a São Josemaria Escrivá. Quero relatar que, quando fazia a novena, encontrava serenidade para esperar o momento certo. E foi então que resolvi escrever e estou autorizando a publicação daquilo que para mim foi um milagre que, por intercessão de São Josemaria Escrivá, Deus me presenteou. Continuo rezando para que Deus, por mediação de Nossa Senhora, me faça crescer profissionalmente com pureza de coração.

Izaura Malaquias, Brasil

18 de Outubro de 2009

Estava sucumbindo em dívidas

Escrevo ao site narrando o verdadeiro milagre que São Josemaria Escrivá operou em minha vida.

Sou da cidade do Rio de Janeiro. Vinha há mais de 10 anos sucumbindo em dívidas que quase me destruíram. Há muito tempo, alguns de minha família frequentam o Opus Dei. Trago a oração do Santo comigo. Li no site de São Josemaria um pequeno texto em que o Santo dizia que, pertinho de Deus, mais faria ainda por nós. Com muita devoção rezei a novena do trabalho e no dia que era aniversário de sua canonização (eu nem sabia) obtive ainda mais graças do que as solicitadas: um cliente telefonou-me e fechou um contrato altíssimo que não estava previsto! São Josemaria Escrivá, rogai por nós que recorremos a vós!

Maria Patrícia, Brasil

10 de Outubro de 2009

Concedeu-me um favor no prazo de uma hora

Queria deixar o meu testemunho quanto a um favor que recebi ontem de São Josemaria, no prazo de uma hora.

Tinha-me candidatado, há várias semanas, a um lugar na universidade, para aprender informática. Já tinha a data para a inscrição quando me telefonaram, dizendo que não era possível nem nesse dia (terça-feira), nem a essa hora (14.30h.). Expliquei que, como estou a trabalhar, não me era possível ir noutra hora. Disseram-me então que responderiam mais tarde, mas sem muita certeza. Rezei muito a São Josemaria com as minhas palavras, e, passada uma hora apenas após o telefonema, voltaram a telefonar-me da universidade, dizendo que a entrevista para me inscrever no curso, no dia e hora previstos, estava confirmada. Agradeço a São Josemaria este favor muito importante para mim. Agora estou a pedir-lhe que me conceda outros favores antes do dia 6 de Outubro, aniversário da sua canonização.

Adele, Itália

10 de Outubro de 2009

Encontrou outro trabalho aos 40 anos

A empresa em que eu trabalhava encerrou em Abril e 45 pessoas ficaram no desemprego, entre elas uma amiga minha com mais de quarenta anos. Já se sabe que nessa idade é muito difícil encontrar trabalho, principalmente neste país, já que a idade tem muita importância. A minha colega só conhecia São Josemaria como “o fundador do Opus Dei”, e nada mais. Mesmo assim, dei-lhe a Novena do Trabalho, de São Josemaria e pedi-lhe que a rezasse com perseverança. Isto aconteceu há quinze dias. Hoje falei com ela e deu-me a grande notícia de que encontrou outro emprego. Agradeço a São Josemaria por este e por muitas outras graças que dele tenho recebido.

Luzmila, Itália

10 de Outubro de 2009

Pedi-lhe um emprego compatível com as minhas obrigações familiares

Recebi desde sempre inúmeros favores de São Josemaria, de modo especial no âmbito profissional. Também este ano recorri à sua intercessão, quando fiquei sem colocação, devido à redução do orçamento. Pedi-lhe que conseguisse encontrar um lugar logo nos primeiros dias do ano letivo, e consegui assim um lugar de substituição, que começou precisamente no primeiro dia das aulas e que, devido a uma série de acontecimentos fortuitos, consegui aceitar – convocaram-me através de um telegrama, que foi entregue numa direção errada.

Quando fui á escola, onde tinha de fazer a substituição em causa, dei-me conta de que esta se situava junto a uma praça dedicada a São Josemaria Escrivá. Desde então não duvidei que tudo isto era obra das suas mãos. Contudo, a substituição durou somente 16 dias, e encontrei-me assim novamente sem emprego. Como tenho um filho pequeno, pedi a São Josemaria que me encontrasse outra colocação, pondo duas condições: que fosse um trabalho a longo prazo e que a escola estivesse perto de casa, para poder conciliar as minhas ocupações familiares com as profissionais. Não foi nada fácil, pois todos os lugares de duração anual já estavam ocupados e parecia que a melhor solução seria realizar uma série de substituições temporárias durante o ano, em diferentes escolas e sempre com horários diferentes. Na minha situação, nem sequer poderia acompanhar o menino ao jardim de infância, se tivesse de mudar continuamente de horários, ou se tivesse de deslocar-me para escolas mais distantes.

No dia 29 de Setembro dirigi-me ao nosso Padre, São Josemaria, e disse-lhe com muita confiança: «Tenho a certeza de que encontrarei trabalho exatamente no dia 2 de Outubro, aniversário da fundação da Obra, e assim terei a certeza de que foi obra “tua”». Já outras vezes tinha encontrado trabalho nesta data. Pois bem, no próprio dia 2 de Outubro, arranjei um lugar de substituição, até ao fim do ano escolar e numa escola perto da nossa casa. Do ponto de vista profissional não é o melhor, pois não vou ensinar matérias da minha especialidade, mas outras mais básicas, porém não me posso queixar de modo nenhum, já que o tipo de organização neste trabalho me permite conciliar bem as minhas obrigações familiares e dedicar tempo a cuidar do meu filho.

Silvia, Seregno – MB, Itália

7 de Outubro de 2009

Para não perder o emprego

Quero agradecer a intercessão de São Josemaria no favor concedido após rezar a novena do trabalho, que ofereci para que a minha mulher não perdesse o emprego.

Francisco José Rodríguez Vicente, Múrcia (Espanha)

Outubro de 2009

Consegui um trabalho pela intercessão de São Josemaria

Há dois anos tinha um bom trabalho, mas cheguei ao ponto de ficar esgotado, e sentia-me infeliz em relação a tudo. Esta situação fez-me parecer sem forças para nada, mas nessa altura não via outra alternativa para sustentar a minha família, e não conseguia ultrapassar as dificuldades. Decidi, pois, rezar, por intercessão de São Josemaria, por um trabalho que me fizesse feliz. Três meses depois, consegui um bom trabalho e sinto-me feliz neste momento da minha carreira. Estou certo de que este trabalho o devo às minhas orações, e foi especialmente significativo para mim.

Quero agradecer a São Josemaria por todas as mudanças, e animo mais pessoas a rezarem por sua intercessão.

Muito obrigado

Richard, Uganda

29 de Setembro de 2009

Estava a acabar o meu contrato de trabalho

No dia 24 de Setembro de 2009 confessei-me a um sacerdote da Obra. Expliquei-lhe a minha inquietação devido ao fato de que brevemente acabava o meu contrato de trabalho para um curso de jardinagem que estava a fazer para a Câmara, e não via perspectivas de encontrar outro emprego. Deu-me uma estampa de São Josemaria e combinamos rezar-lhe, pedindo por esta intenção. No dia seguinte, de manhã, entreguei um currículo numa empresa e, passados dois dias, chamaram-me para uma entrevista. Durante a entrevista expliquei que, no caso de ser escolhido, não podia começar a trabalhar na empresa até acabar o curso que estava a frequentar na Câmara, ou seja, só passado um mês. Vendo a grande quantidade de currículos que havia, deduzi que seria muito difícil que me contratassem, tanto mais que teriam que esperar um mês. Contudo, poucas horas depois da entrevista, ligaram-me para lhes levar a documentação e disseram-me que me esperavam no dia 21 de Outubro, o dia seguinte ao termo do curso. Para mim é sem dúvida um milagre, que atribuo à intercessão de São Josemaria. Por este motivo envio o meu testemunho, como forma de agradecer a São Josemaria a sua ajuda.

Álvaro de Jesús Hurtado, Ciutadella de Menorca, Espanha

28 de Setembro de 2009

As duas conseguiram trabalho a tempo inteiro

Quero partilhar convosco que rezei a Novena a São Josemaria, e duas pessoas conseguiram trabalho a tempo inteiro, no espaço de 3 e 5 semanas. Ambas em marketing na internet, campo extremamente competitivo no Colorado.

Louvado seja Deus!

EUA

25 de Setembro de 2009

Do Vietnam

Vou contar-lhes quanto me ajudam os sites dos diferentes países, inclusivamente agora que estou no Vietnam. No passado dia 26 de Junho, que foi sexta-feira, realizava-se um encontro do grupo de oração da paróquia internacional e disponibilizei-me para lhes falar do “santo do dia”; mostrei os vídeos de curta duração do site e depois contei como tinha conhecido o Opus Dei, graças à admiração que a minha mãe tinha. Também lhes contei que tinha tido oportunidade de estar numa tertúlia quando o fundador do Opus Dei visitou a Argentina; e para lhes explicar o que é o Opus Dei, utilizei um artigo que saiu no site. Quando tivemos a imposição do escapulário do Carmo numa reunião do grupo de oração, preparei uma palestra prévia à imposição, e citei o ponto de Caminho sobre o Escapulário do Carmo. Vivo no Vietnam há quase quatro anos e tenho seis filhos. Na realidade, animei-me a vir para cá depois de ter lido o livro do Cardeal Van Thuan com as meditações do retiro que ele pregou ao Santo Padre e à Cúria. Soubemos da existência do livro porque um dos nossos filhos, que frequentava um centro do Opus Dei na Argentina, nos contou a impressionante história que tinham contado numa meditação deste bispo vietnamita que tinha permanecido treze anos preso e nove desses em completo isolamento.

Usei igualmente os testemunhos em vídeo para as minhas aulas de inglês. Primeiro tive um jovem professor norte-americano, e depois uma senhora australiana com quem, a propósito dos vídeos, tive conversas mais profundas.

Maria Amélia, Vietnam

19 de Setembro de 2009

Deixei de fumar

Tenho 54 anos e tentei deixar de fumar por várias vezes. Há dois anos pedi a São Josemaria que intercedesse por esta minha luta e, hoje, ela está ganha. Obrigado, São Josemaria

Bruno Combe Laboissière, França

4 de Setembro de 2009

Prometi-lhe que o tornaria público

Caros amigos: Quero compartilhar convosco o último favor recebido por intercessão de São Josemaria Escrivá, pois lhe prometi que o tornaria público. Antes de mais tenho que dizer que o conheci através da estampa com a oração, antes de ser beatificado e canonizado. Curiosamente, tudo o que lhe pedia mo concedia, e pela rapidez com que me concedia as coisas, chamei-lhe, no meu íntimo e com carinho, “o rápido”. Não tinha nenhuma ideia do que era o Opus Dei, apenas tinha ouvido as famosas críticas que são as mesmas de sempre. Inclusivamente o nome Opus Dei soava-me a coisa estranha.

1º- Primeiro, devo-lhe a minha aproximação a Deus na época mais dura da minha vida. No meio de tantos desalentos, a única coisa que conseguia era rezar a oração diariamente. Contudo, hoje não posso passar sem a Missa diária, o Terço, a coroa da Misericórdia, leitura da Bíblia, pelo menos o Evangelho do dia, meditá-lo… e um longo etc.

2º- Ao entrar e ler este site animei-me a pedir o que normalmente nunca ninguém se atreve a pedir por lhe parecer de pouca importância, mas encorajou-me ver que São Josemaria intercede pelas coisas mais simples. O meu veículo estava, há mais de um ano parado, avariado, e nos últimos meses nem sequer arrancava. Depois de ler vários testemunhos, animei-me a tentar – ficando claro para mim que a minha fé não ficaria afetada se não me fosse concedido – arranjando-me o carro quando achasse conveniente. Rezei e arrancou a primeira e não voltou a falhar.

3º- Faltavam 15 dias para a minha irmã – que está desempregada - conseguir dinheiro para pagar a prestação do carro. Fizemos juntos a novena do trabalho, e ela conseguiu a tempo não um, mas dois trabalhos que, embora humildes e modestos, são mais que suficientes para cobrir os seus gastos. A minha irmã ficou tão contente que se confessou e comungou, passados dez anos de afastamento. Tinha chegado até a odiar a Igreja, e presentemente deu-se uma mudança radical.

4º- E agora a última. Atrevi-me a fazer uma novena a São Josemaria pedindo uma coisa banal. Pedi-lhe para conhecer aquele que foi para mim desde os onze anos de idade até ao dia de hoje em que vou fazer 36, o meu artista favorito: Bruce Springsteen. Consegui vê-lo, no quarto concerto a que assisti em toda a minha vida, em Sevilha, no passado 28 de Julho de 2009. De um modo inexplicável entrei no hotel onde ficava hospedado, enquanto os seguranças impediam numerosos fãs apinhados à porta do hotel. Eu só queria dar-lhe um aperto de mão, um autógrafo, e uma fotografia, mas as coisas resolveram-se ao estilo de São Josemaria. Logo que me viu, ao tentar apertar-lhe a mão, Bruce abraçou-me, deu-me um autógrafo e ainda me dedicou uma fotografia. Tiramos várias fotografias em grupo e individualmente com ele, conversou com nós seis que ali estávamos, sem pressas; ao despedir-me quis dar-lhe um aperto de mão, mas ele deu-me mais um abraço afetuoso, e até me deu dois beijos de despedida. É praticamente impossível estar tanto tempo e sem complicações com um artista internacional e da craveira de Springsteen por motivos de segurança. Mas, sem conhecer ninguém, sem me valer de nenhum artifício ou engano, repito de modo inexplicável, deixaram-me aceder ao interior do hotel Alfonso XIII de Sevilha, onde permaneceu até ao dia 29 de Julho de 2009.

Ofereci-lhe uma bonita cruz de São Bento dourada que ele apreciou e agradeceu muito pois ele é cristão. Essa cruz, em Junho de 2009, esteve sobre as relíquias de Santa Margarida Maria de Alacoque, na nova consagração de Espanha ao Sagrado Coração de Jesus, no Cerro de los Ángeles (Madrid). Ali disse: esta cruz será para Bruce, e graças a mais outro milagre de São Josemaria Escrivá, acabou como oferta, nas mãos do meu artista preferido.

Obrigado, São Josemaria, por me teres concedido até o que não tem importância espiritual. E, como não podia deixar de ser, cumpro a minha promessa de torná-lo público. Como tu cumpriste em mo conceder. Uma vez mais, e sei que não será a última: Obrigado.

Ángel, B., Espanha (Badajoz)

4 de Agosto de 2009

Tive de rejeitar ofertas de emprego

Ao terminar o meu curso, estava preocupado pela questão de encontrar trabalho. Rezei a São Josemaria, e no prazo de quinze dias, tive de rejeitar ofertas de emprego! É curioso porque tinha começado a ler “Caminho” e a recorrer à sua intercessão. Ter um emprego estabilizou a minha situação econômica numa altura em que me preparo para começar estudos de teologia.

C. A., EUA

6 de Agosto de 2009

Propuseram-me um posto de trabalho logo ali

São Josemaria ouviu o meu pedido para encontrar trabalho. Estive mais de um ano sem trabalhar, e durante esse tempo enviei mais de 500 candidaturas e, apesar de ter uma licenciatura, não consegui nada. Ontem fui a mais uma entrevista, mas ia muito desanimado, porque tinha ido a outras sem resultado. Contudo, propuseram-me um trabalho logo ali. Nem sequer entrevistaram mais ninguém. Tinha acabado uma Novena a São Josemaria, por isso estou muito agradecido pela sua intercessão.

S.G., EUA

5 de Agosto de 2009

A encomenda chegou ao seu destino em boas condições e antes da data prevista

Quero agradecer a São Josemaria um pequeno favor que recebi por sua intercessão. Tinha de enviar uma encomenda por correio, de um país para o meu. No meu país é normal que os funcionários dos correios revistem o conteúdo e depois ajudem a fechar as encomendas. Mas no país onde estive não sucede assim, e a minha encomenda ficou mal fechada. Apenas continha livros e vídeos que não seriam difíceis de conseguir se acaso se perdessem, mas, no entanto, eu pensava no dinheiro que gastara com eles, além do gasto com a expedição. A encomenda ia de barco e não por via aérea, o que aumentou a minha apreensão quanto à segurança do embrulho. Ao sair dos correios, pus nas mãos de São Josemaria toda esta questão. Para minha surpresa, a encomenda chegou uma semana depois, em perfeitas condições. Contava que ia demorar cerca de dois meses. Estou certa de que São Josemaria teve a sua intervenção neste assunto: uma coisa pequena, mas muito importante para mim.

Jo-Ann de Leon, Hong Kong

29 de Julho de 2009

Acordou depois de quatro dias de estar inconsciente

Escrevo simplesmente para continuar a agradecer infinitamente a Josemaria por ouvir as minhas orações. Já passaram 9 meses depois da operação do meu marido e ele encontra-se muito bem. Fizeram-lhe novos exames no dia 15 de Julho, e o médico disse-nos que não existem sinais da doença. Sei que tudo continuará bem porque São Josemaria está conosco. Também quero dizer que ele salvou o meu bebê de um acidente muito grave. Foi nessa altura que o conheci: a minha mãe deixou a estampa debaixo da almofada e, depois de quatro dias de estar inconsciente, acordou como se nada tivesse acontecido. Agora essa estampa anda na carteira do meu marido, e tenho a certeza que Josemaria sempre o acompanha. Muito obrigada por tudo.

Marcela D., Chile

23 de Julho de 2009

Reconciliaram-se

Um casal nosso amigo tinha-se separado e estavam a tratar do divórcio. Rezamos a São Josemaria pedindo que isso não acontecesse. E a nossa oração foi atendida: reconciliaram-se.

Luís M., Itália

10 de Julho de 2009

Está em suas mãos

Conheci este grande santo, por mero acaso, exatamente através deste site dedicado a ele. A minha situação não é famosa, mas a leitura dos testemunhos animou-me a rezar também a São Josemaria. Assisti também à celebração de 22 de Junho passado em sua honra. Passados alguns dias, senti dentro de mim uma grande serenidade e paz interior, que era aquilo que me faltava. Coloquei em suas mãos uma situação importante para mim e espero do fundo do coração que ele possa interceder por mim e dar-me uma mão porque necessito muito. Obrigada, São Josemaria!

Antonella, Itália

10 de Julho de 2009

Nunca perdi a fé

Julgava que não acreditava em Deus, mas agora me dou conta que nunca perdi a fé; e tudo graças a São Josemaria. Voltava para casa, desesperada porque continuava sem encontrar trabalho, e pelo caminho uma mulher já de uma certa idade abordou-me para me falar de São Josemaria. Disse-lhe que não tinha tempo para tolices, mas ela insistiu em que lesse uma oração que trazia consigo. Entregou-ma e despediu-se desejando o que fosse melhor para mim. Quando cheguei a casa li a oração e recebi uma chamada do telemóvel: propunham-me o regresso ao meu antigo trabalho, do qual tinha sido despedida por ter ficado grávida. Aceitei feliz da vida e agradeci a São Josemaria e a Deus.

Mar Anastasia Rodríguez Saamán, Espanha

7 de Julho de 2009

Não copiei, e tive a nota máxima

Escrevo com muita vergonha por não o ter feito antes. Quero fazer constar que obtive um favor por intercessão de São Josemaria Escrivá. Desde essa altura, tinha a intenção de comunicá-lo.

Em Setembro de 2005 peguei na estampa com a oração a São Josemaria Escrivá mesmo antes do exame do certificado avançado de Gestão, e pedi-lhe ajuda. Embora me parecesse que os outros candidatos copiavam, a única coisa que fiz foi colocar o terço sobre a mesa, enquanto escrevia a prova. Tenho a certeza de que, graças à sua intercessão junto de Deus, tive a melhor nota de toda a aula, a máxima. Fiz o propósito de voltar a recorrer à sua intercessão mais vezes e de dá-lo a conhecer à minha família. São Josemaria, roga por mim.

D.M., Quênia

6 de Julho de 2009

Um encontro especial

Pedi a São Josemaria que tudo corresse bem num encontro especial com a minha noiva, e não podia ter corrido melhor.

Javier S., Guatemala

6 de Julho de 2009

O meu filho mudou

Depois de vários anos de ter sido um mau estudante, o meu filho esteve num colégio interno em Barbastro, e graças a São Josemaria mudou bastante e conseguiu o diploma da ESO (Educação Secundária Obrigatória). Muito obrigada, São Josemaria, por me ter escutado.

Cristina, Espanha

3 de Julho de 2009

Agradecer

Escrevo para agradecer a São Josemaria por um favor que me acaba de conceder ontem mesmo.

Bárbara, Espanha

30 de Junho de 2009

Meti-me na internet e escrevi "procurar Deus"…

Hoje, estava a chorar e a pedir a Deus para encontrá-lo novamente no meu coração, pois sentia que não conseguia vê-lo; a minha vida e a da minha família não tem sido fácil nestes últimos tempos. Vim à net e pesquisei "procurar Deus" como se fosse possível encontrá-lo neste sítio. E foi quando efetuei a minha primeira pesquisa que me conduziu até aqui..., e fiquei a ver os vídeos de São Josemaria Escrivá... E vos digo de todo o meu coração que foi um milagre pois eu estava na escuridão há bem poucas horas atrás. Bendigo o nome de Nosso Senhor Jesus Cristo e de São Josemaria Escrivá! Obrigada... Obrigada!

Aurora Barbosa, Portugal

19 de Junho de 2009

Cuida de mim e guia os meus passos

Um dia eu vinha de casa da minha filha... Só, confusa, cheia de medos e temores, remorsos, economicamente muito mal... Olhei para o chão e vi uma estampa de São Josemaria. Apanhei-a e fui para o Metro, e li-a e pedindo-lhe mil coisas, pondo em suas mãos a minha vida e ocupações. Desde esse dia nunca me faltou de comer. Sempre acontece algo e devo-lhe tudo o que é bom. São Josemaria cuida de mim e guia os meus passos. Tinha uma depressão horrível, deixara os remédios e tudo. A minha mãe estava muito doente e pedi por ela: passados três dias já não tinha nada! Para mim, são milagres. Trago a estampa sempre comigo, ele passou a ser o meu melhor amigo.

Carolina, Chile

14 de Junho de 2009

Arrancou sem problemas

O nosso automóvel já tem bastantes anos e fazia uns ruídos estranhos ao arrancar. Na oficina diziam-nos que o motor de arranque estava a falhar e que, quando avariasse de vez, não havia outro remédio senão substituí-lo, o que representava uma despesa muito grande para nós. Uma tarde fui buscá-lo e não arrancava. A chave rodava, mas não havia nem sinal de começar a trabalhar. Temendo o pior, chamamos o reboque e o técnico disse que a bateria estava boa. Arrancou sem problemas e desde então não voltou a fazer ruídos estranhos ao começar a trabalhar. Tanto eu como a minha mãe, enquanto esperávamos pelo técnico, rezávamos a S. Josemaria. Estou certa que é um favor dele, e estamos-lhe muito agradecidas.

Carolina Miguel Sancha, Espanha

14 de Junho de 2009

Um emprego depois de recorrer com insistência a São Josemaria

Envio este testemunho para agradecer um favor concedido através de São Josemaria. A minha neta, tendo terminado brilhantemente os estudos, decidiu apresentar-se a uns concursos muito difíceis, que teria de preparar durante uns 4 anos. Ao fim de ano e meio de preparação, decidiu desistir. Desgostou-me bastante e insisti na importância de um emprego fixo, mas ela não estava disposta a continuar. Comecei a pedir pelo seu futuro posto de trabalho, rezando todos os dias a oração da estampa de S. Josemaria. Realizou várias entrevistas, que não tiveram resultados positivos. Por fim, na última entrevista, pedindo com insistência a São Josemaria, foi admitida, está muito satisfeita e dão-lhe facilidades para cuidar da sua futura família. Estou certa da intercessão do Santo, pelo que também enviei um donativo para o Departamento para as Causas dos Santos. Muito obrigada.

Angela G. R., Espanha

14 de Junho de 2009

Voltei a ver depois de vários anos

Em 12 de Junho deste ano, foi entronizada uma imagem de S. Josemaria na Basílica de Nossa Senhora de Luján. A data foi escolhida para comemorar a visita de São Josemaria à Basílica argentina em 1974. A minha emoção foi enorme: já tinha S. Josemaria perto de mim!

Fui operada recentemente a um olho, do qual estive vários anos sem ver e antes da operação pedi ao meu pai para rezar a oração da estampa por mim. Saí da operação a ver e, no mesmo dia, regressei a casa. Todos os dias rezo a oração da estampa. Trago-a na carteira e tenho uma fé enorme nele. No dia 12 de Junho vi claramente e com grande emoção o meu querido Santo, agora já no meu país. S. Josemaria sempre escutou as minhas orações. Agora ponho a estampa ao lado dos meus livros, esperando terminar bem os estudos.

Obrigado, S. Josemaria!

Argentina

13 de Junho de 2009

A minha mulher estava a morrer

Há alguns meses, a minha mulher estava a morrer, e lembrei-me de que tinha que rezar. Procurei uma capela no hospital e aí encontrei uma mensagem de “Josemaria Escrivá”. Rezei-lhe com fé, porque perder a minha mulher seria passar a viver sem uma parte de mim. Não sei dizer como, mas tudo mudou, e a minha companheira continua comigo. Neste período aconteceram outras coisas, a minha fé em “Josemaria Escrivá” está a aumentar todos os dias. Modifiquei-me, embora continue a ser um pecador.

Marco António Papini, Brasil

11 de Junho de 2009

Pensávamos que ia ser muito difícil, mas estamos a conseguir…

Queremos agradecer uma vez mais a intercessão de São Josemaria e de D. Álvaro. O meu marido ficou sem trabalho o ano passado. Pensávamos que este ano ia ser muito difícil. Mas nunca perdemos a fé. O certo é que não está a ser fácil, porque ambos estamos a trabalhar mais do que nunca em projetos remunerados, noutros a pensar no futuro mas sem remuneração, e também a procurar mais trabalho. Pouco a pouco estamos a conseguir juntar o que precisamos para viver, e sem deixar de dar assistência a casa e às nossas filhas, que são o mais importante. Obrigada, São Josemaria e D. Álvaro!

M.R.T., Chile

3 de Junho de 2009

Pagaram-lhe o que lhe deviam

Quero partilhar convosco o meu testemunho. Há uns dias encontrei a estampa e oração de São Josemaria num lar de terceira idade onde estava a fazer o meu estágio profissional em cozinha. Ao ver a estampa chamou-me a atenção, peguei nela e comecei a rezar a oração. Pedi pelo trabalho do meu pai e pelo de um meu tio que estava desempregado. Também pedi que certas pessoas pagassem ao meu pai o que lhe deviam. Para minha surpresa, na passada sexta-feira (há 3 dias) vieram pagar ao meu pai esse dinheiro. Por isso, desde ontem, comecei a procurar na Internet informação sobre São Josemaria e encontrei esta página web. Li todos os testemunhos e a informação da página, imprimi a oração e a novena, fiz cópias; e disse à minha família e à minha tia (a mulher do meu tio que se encontrava desempregado): vamos rezar-lhe com fé. Ontem a minha tia e a minha mãe, a minha irmã e eu começamos a novena. Há uns minutos, ao telefonar à minha tia para perguntar como estavam, contou-me que o meu tio já tem trabalho. Hoje quero agradecer a Deus e a São Josemaria porque nos escutou e nos ajudou, e sei também que nos ajudará para que o trabalho do meu pai corra bem, e que salve o casamento de duas pessoas de quem gosto muito.

Mel, México

26 de Maio de 2009

Recordei a minha promessa de dar testemunho do seu favor

Há dois anos, quando a minha irmã ia ter o seu terceiro filho, surgiram-lhe problemas de saúde sérios ocasionados pela tensão arterial alta. Por aqueles dias, por casualidade, chegou às minhas mãos uma estampa de Josemaria Escrivá, e pedi-lhe pela saúde da minha irmã e do seu bebê. Finalmente, graças a Deus, tudo correu bem. Hoje - pesquisando páginas católicas - encontrei esta página web e recordei a minha promessa de dar testemunho da generosa mediação do hoje santo.

Sei que ele nos ajudou nessa difícil situação e por isso a partilho convosco.

Uma saudação fraternal.

Glória de Gáfaro, Colômbia

26 de Maio de2009

Uma progressão no trabalho

Fiz a novena do trabalho a São Josemaria a pedir para melhorar a situação no meu trabalho atual. Terminada a mesma recebi com surpresa a proposta de progressão na carreira. Obrigada, São Josemaria.

Raquel, Uruguai

24 de Maio de 2009

Uma namorada que mudasse a minha vida

Durante mais de um ano pedi ao Arcanjo São Rafael uma namorada que de verdade mudasse a minha vida… Agora que finalmente a conheci e estou ao seu lado, peço todos os dias a São Josemaria a sua ajuda para que a nossa relação continue bem e que seja do agrado de Deus! Precisamente ontem, pedi em concreto a São Josemaria que me proporcionasse ocasião de estar com a minha namorada, a quem tinha muitos desejos de ver. O problema era que o meu carro estava avariado… No mesmo dia à tarde, ela telefonou-me para dizer que viria ver-me a casa. E até me levou doces e jantar. São Josemaria concedeu-me o que lhe tinha pedido e ainda mais do que isso!

J. S., Guatemala

23 de Maio de 2009

Uma estampa debaixo da porta

Conheço a oração da oração a São Josemaria já há muitos anos. Foi enviada à minha mãe pelo correio e desde então rezamo-la com frequência. Ficou-me tão gravada em mim que não a esqueci. Precisamente no dia de hoje, 22/05/2009, encontrava-me sozinha em casa com o meu filho de 5 anos. A minha mãe faleceu há dois meses e eu estava tão triste que, enquanto trabalhava, as lágrimas não deixavam de correr. De repente começou um tremor de terra de 5,9 graus. Rezei e corri a abraçar o meu filho. Não sofremos nada, tudo estava bem, mas nesse momento o carteiro deixou uma nova oração a São Josemaria debaixo da porta. Foi tão casual, tudo ao mesmo tempo, que creio que Deus o colocou novamente no meu caminho para não perder a fé nestes momentos em que mais a necessito. Obrigada, Senhor, porque Tu sabes o que fazes. Agora só me resta continuar a confiar em Ti e trabalhar.

Alma L. A., México D. F.

23 de Maio 2009

Precisava de me confessar

Na minha infância vivia a religião a sério, e sentia a presença de Deus sem me interrogar, mas com o decorrer dos anos fui progressivamente afastando-me da Igreja até esquecer por completo a minha espiritualidade. A tal ponto, que até que São Josemaria surgiu na minha vida, nem sequer recordava as orações. Embora me tivesse casado pela Igreja, e batizado as minhas três filhas, também me divorciei, pelo que me considerava indigna de receber qualquer bênção do Senhor. E assim, quando me diagnosticaram um cancro de mama em Novembro de 2007, estava convencida de que era o castigo que merecia por me ter divorciado do primeiro casamento. Dou todos estes esclarecimentos prévios para dizer que não sou uma pessoa de fé e que me custou muito digerir isto da presença de São Josemaria na minha vida.

Quando pensei que estava curada do cancro acompanhei o meu marido numa viagem de negócios. No final passamos por Veneza e alguém me disse que não deixasse de visitar a Nossa Senhora da Saúde, a Virgem Negra. Assim o fiz, apesar das minhas convicções. Ajoelhei-me diante da imagem e sem entender por que entrei num pranto interminável. Não entendia a razão de tais lágrimas, mas pouco depois de regressar foi-me diagnosticado outro cancro de mama e então entendi que Nossa Senhora me estava a prevenir.

Nessa altura recordei que me tinham aconselhado a consultar um médico do Hospital Austral e marquei uma consulta com o Doutor Mc Lean. Operou-me e teve de me operar novamente porque um gânglio estava afetado e não quis correr riscos. Eu não me dava conta, mas São Josemaria já estava a meter-se na minha vida. Nas paredes do hospital, por todos os lados, havia revistas e estampas do Santo, mas eu não as via. Durante a primeira consulta com o médico, a seguir à segunda cirurgia, enquanto esperávamos que nos chamasse, detive-me indo diretamente à parede onde se encontravam as estampas e a revista. Tirei uma de cada. Primeiro li a revista que continha testemunhos dos milagres de São Josemaria. Depois agarrei na estampa e li a oração e, no momento do pedido, fiz um muito longo e importante pedido para mim, mas no final disse-lhe que, como faltavam trinta anos para se completar o que tinha pedido, me fizesse um milagre urgente, porque além dos problemas de saúde, tinha um problema para cobrir os cheques da Associação Civil de que sou Presidente no valor de 45.000 pesos, e já há dois meses que o principal benemérito se tinha retirado sem vontade de continuar a sê-lo no futuro. E assim disse ao Santo que, se era na verdade tão poderoso, utilizasse a sua influência para convencer essa pessoa tão importante a responder-me ao pedido de dinheiro que lhe tinha feito por e-mail e ao qual não me tinha respondido.

O caso é que não comentei isto com ninguém, tive a minha consulta com o médico e fomos para nossa casa. Na manhã seguinte, quando me sentei ao computador, verifiquei que essa pessoa me tinha respondido convocando-me para uma reunião. Sobre o meu pedido de dinheiro não dizia nada. À hora marcada fui com o meu marido ao luxuoso escritório deste senhor. Embora nos tenha feito esperar muito, foi muito amável e interessou-se pelo meu estado de saúde. Num dado momento pôs-se de pé e abriu a porta que dava para a Direção, regressou com um envelope de papel pardo na mão que tinha escrito a lápis num canto “$45.000”. Agradeci-lhe muito, mas muito mais ao Santo, porque tinha a certeza de que tinha sido ele. Ao senhor nunca mais o voltei a ver e nunca mais respondeu à minha correspondência posterior.

São Josemaria abalou as minhas convicções, a minha soberba e a minha vaidade e, de uma penada, deitou por terra todas as coisas de que estava convencida. Senti que me perguntava “Agora que vais dizer? Vais continuar sem crer em Deus?” Foi muito emocionante porque me abri na sua presença e embora ainda me custe dizê-lo, voltei a ter um vínculo espiritual e converti-me em devota da sua figura entregando-me à sua sabedoria e intercessão sempre que me sinto insegura pelas circunstâncias em que me encontro. Produziu-se uma revolução no meu interior. De tal modo que, logo que me foi possível, fui ao Hospital Austral, contar tudo o que me tinha sucedido e sobre a necessidade de me aproximar da Obra do Santo. Mandou-me falar com o Capelão. Assim o fiz, mas eu, na minha negação da religião, não sabia exprimir bem qual era a minha necessidade. Então uma senhora disse-me: “olhe, o que deseja é um padre para se confessar, é Deus que a está a procurar”. Escutar esta palavra – confissão - foi como uma revelação. Claro que tinha de me confessar! Na manhã seguinte fui. Pobre Padre! Tal era a minha angústia que estive cerca de uma hora num mar de lágrimas. Sim! Tinha necessidade de me confessar. Ajoelhei-me e pedi perdão a Deus por tudo o que pensava que estava mal feito. Sabia que tinha vivido em pecado desde o meu divórcio. Pedi perdão a Deus porque tinha três filhas a quem amo e me amam e queria que me permitisse educá-las porque elas não tinham culpa de nada.

Apoio a Obra e sei que se sou uma boa cristã. Deus vai continuar a acompanhar-me e vai conceder-me o verdadeiro pedido importante que fiz a São Josemaria.

Obrigada por receberem o meu testemunho com a autorização expressa de o publicarem em papel e eletronicamente com o meu nome. Solicitei o favor no segundo andar do Hospital Universitário Austral, Pilar, Buenos Aires, Argentina, aproximadamente a 10 de Agosto de 2008, e o resultado do pedido deu-se no dia seguinte na Cidade Autónoma de Buenos Aires.

Atentamente,

Fabiana Rúbeo

3 de Abril de 2009, Buenos Aires, Argentina

Encontrei a estampa casualmente… e a minha vida mudou

Tenho Internet há pouco tempo e escrevo para lhes contar como tive conhecimento de Josemaria Escrivá. Há dez anos encontrei uma pequena estampa num caminho, ao lado de uma árvore, apanhei-a e rezei a oração que lá vinha. Nessa altura encontrava-me numa situação precária: com dívidas, pouco dinheiro, contas por pagar, pouca vontade de trabalhar e outras coisas mais. Desde esse momento a minha vida mudou: paguei as contas, o meu trabalho melhorou, fui em frente e a minha melhorou. Lembro-me dele todos os dias e rezo-lhe. Estou plenamente convencido de que para mim, encontrar a estampa foi um milagre. Espero saber mais sobre ele.

S.C., Argentina

18 de Maio de 2009

Agora tenho quatro anos pela frente

Em Outubro de 2008, comecei a procurar informação para fazer um mestrado em engenharia nos Estados Unidos, No entanto, embora a admissão seja um processo difícil, o financiamento dos estudos é-o ainda mais. Em Fevereiro visitei uma das 10 melhores universidades em engenharia e comecei a rezar a oração da estampa de São Josemaria e a de D. Álvaro. Há uma semana, esta universidade aceitou a minha candidatura, mas não no programa de mestrado mas no de doutoramento. Ainda por cima, consegui financiamento para os três primeiros anos de estudo, e estou certa que também o conseguirei para o quarto. Graças a esta intercessão, agora tenho pela frente quatro anos de “oração” como estudante e investigadora.

Johanna Madrigal, Costa Rica

11 de Maio de 2009

Quando Deus “chuta a bola”

O favor que pedi a São Josemaria é um pouco ridículo. Estava a ver com o meu noivo o jogo da “Champions League”: Chelsea-Barça, quando se chegou ao minuto 80, o Barça estava a perder. Tão desanimado vi o meu noivo que pedi a São Josemaria que o Barça conseguisse meter o golo da vitória, prometendo-lhe que iria todos os dias à Missa. O golo chegou no minuto 93 e creio que foi um empurrãozito de São Josemaria para me aproximar a Deus, porque ando há mais de um ano afastada d’Ele. Agora gostaria de pedir-lhe pela conversão do meu noivo.

Esther A., Espanha

6 de Maio de 2009

Embora dissessem que é difícil de curar…

Sofria uma depressão aguda

Estava a passar por uma depressão aguda, chorava por tudo e por nada, e assim passavam os meses. Rezei a oração do Padre. Consultei uma médica amiga, que encontrou a causa da minha situação. Com o tratamento adequado tudo se solucionou.

Stella Maria J. A., Colômbia

2 de Maio de 2009

Teve de deixar o trabalho

Minha filha trabalhou 5 anos numa agência bancária e o stress do trabalho desencadeou nela uma depressão profunda e transtorno bipolar. Teve que sair do trabalho pois estava muito doente. A partir daí comecei a rezar a novena do trabalho de São Josemaria e pedi-lhe que conseguisse um trabalho que não prejudicasse a sua saúde e em que ela se realizasse e o fizesse bem feito. Hoje ela está contratada por uma empresa onde se realiza como profissional e sua saúde está preservada.

Maria Carolina B. A., Brasil

29 de Abril de 2009

Chegar ao trabalho pontualmente

Levo quinze minutos a andar, da minha casa à estação de Metro que uso diariamente para ir para o trabalho. Um dia saí com pressa de casa e, ao chegar à boca do Metro, dei-me conta que me tinha esquecido o bilhete. Não trazia comigo nem um euro sequer. Voltar a casa era perder meia hora. Esperei nas escadas do Metro a rezar a oração da estampa a São Josemaria e, antes de acabar, apareceu Luís Pablo que por acaso tomava ali o Metro para ir a um Congresso. Pagou-me o bilhete e consegui chegar ao trabalho a horas. Agradeço esta graça a São Josemaria.

Gonzalo Trelles, Madrid

Abril de 2009

Um trabalho para mim e para o meu cunhado

Recebi a graça de um emprego na minha área de atuação. Sou Arquiteta e Urbanista, e estou fazendo um mestrado. Quando estava me preparando para ir para a aula, recebi a notícia por telefone na sexta-feira, 17/04/2009, quatro dias antes do meu aniversário. Foi um presente! Iniciei a novena do trabalho dia 06/04, eu fiquei muito feliz com a notícia. E dia 20/04, um dia antes do meu aniversário, eu estava assinando os papéis para a contratação, hoje foi meu primeiro dia de trabalho, foi muito bom. A novena que iniciei em 06/04, eu fiz para conseguir emprego para mim, e para meu cunhado, ele recebeu a graça de conseguir emprego na data de hoje.

Agradeço muito a Deus por essa benção através da Intercessão de S. Josemaria Escrivá, também a Nossa Senhora de Fátima, Nossa Senhora de Schoenstatt.

J. H., Brasil

27 de Abril de 2009

Deparei com São Josemaria na Internet

Quando pesquisava na Internet páginas com devoções, deparei-me com São Josemaria.

O meu filho mais velho, que fará daqui a pouco tempo 16 anos, é um adolescente normal de hoje em dia. Rezo por ele todos os dias mas especialmente pedi a São Josemaria que lhe conseguisse um lugar numa equipa de futebol que tem como objetivo formar futebolistas de prestígio. O meu filho frequenta um colégio católico porque estou convencida de que esta educação, junto com o desporto, o ajudará muito na vida. Saberá estar centrado e motivado naquilo que é importante, e com menos distrações para atingir as suas metas. Hoje chamaram-me para dizer que o tinham aceitado na equipa de futebol. Entusiasmou-me mais a mim do que a ele: rezei por isto, porque sei que lhe fará bem. É outra meta além das que tem no colégio, e ajudá-lo-á no quando se candidatar à universidade. Fiz a promessa de pôr por escrito este favor de São Josemaria.

Recorrerei outra vez a ele para que acompanhe o meu filho e a minha família. Creio que Deus quis que eu conhecesse São Josemaria para fortalecer a minha fé e ajudar-me em todas as dificuldades da minha vida.

Sonia, E.U.A.

25 de Abril de 2009

Roubaram-nos o portátil e vários documentos importantes

Conhecer e fazer parte do Opus Dei foi para mim uma bênção. Há pouco tempo, uns ladrões arrombaram o nosso carro e roubaram-nos o portátil novo que o meu marido usa para o trabalho, além dos documentos originais da nossa certidão de casamento, as certidões de batismo dos nossos filhos, o contrato de aluguer do nosso andar, o recibo do ordenado do meu marido com os seus números da segurança social. Isto sucedeu a 3 de Março de 2009, dia do aniversário de um dos meus filhos, enquanto o meu marido comprava um brinquedo para lhe oferecer depois do trabalho. Levava todos esses documentos no carro porque nessa semana tinha de se candidatar de novo ao seu lugar na companhia onde trabalha. Sofri um desgosto enorme ao perder esses documentos tão importantes para nós e para os nossos filhos, que têm só 3 e 4 anos. Cremos que Jesus sabia o que ia suceder, e que, embora tivesse podido impedi-lo, o permitiu para nosso maior proveito. Pusemos a nossa confiança em Deus para que acontecesse o que mais nos conviesse. Contudo, dois dias depois voltava a estar preocupada. Falei a um sacerdote do Opus Dei para lhe pedir orações e conselho. Disse-me que não me preocupasse, que fizesse tudo o que era possível humanamente, porque Deus, que é nosso Pai, já conhece o que necessitamos e o que nos preocupa, mas quer que lhe peçamos as coisas. Propôs-me que fizéssemos uma novena durante 9 dias usando a oração a São Josemaria. Ele não tinha dúvida de que rapidamente iríamos receber um telefonema da polícia. “Vão ver”, disse-nos. Deu-me tanto ânimo e tanta esperança que fiquei muito consolada. No 7º dia da novena, o meu marido recebeu um telefonema da polícia a dizer que tinham encontrado os nossos documentos. Aconteceu que os mesmos dois de ladrões roubaram um cão uns dias mais tarde. Quando o detetive foi a casa deles à procura do cão, viu os nossos documentos e, como antes tinha trabalhado no departamento desse tipo de roubos, apercebeu-se logo do seu significado. Um dia depois, recebemos também o portátil, intacto. Contaram-me que em cada ano se perdem ou se roubam mais de 600.000 portáteis nos E.U.A., e menos de 2% são recuperados. É um autêntico milagre termos recebido tudo em menos de uma semana. Glória a Ti, Senhor, pelos teus benefícios. Obrigada a São Josemaria e a todos os Anjos e Santos. Obrigada a todos os amigos do Opus Dei que rezaram por nós e pelos dois ladrões que nos roubaram os documentos. Serviu-me como uma extraordinária recordação de que Deus Nosso Senhor nos escuta e acompanha constantemente, em todos os momentos da nossa vida.

Sonoko R., E.U.A.

24 de Abril de2009

Dinheiro para pagar as minhas dívidas

Agradeço a São Josemaria os favores recebidos. Depois de apenas dois dias estar a fazer a novena, concedeu-me o dinheiro para pagar as dívidas que tinha.

Janeth, Colômbia

30 de Abril de 2009

“São Josemaria, se de verdade és santo, podes ajudar-me…”

Trabalhei sempre ao lado meu pai. Enquanto conduzia um táxi de que era proprietário, eu mesmo pagava os estudos da universidade; estudei para ser professor de língua castelhana, porque sempre me atraiu essa ideia. Mas rapidamente comecei a sentir um problema na minha saúde, que me impedia de continuar a trabalhar no táxi. Tinha enjoos e esquecia-me das coisas. Recorri ao meu seguro de saúde e diagnosticaram-me uma hidrocefalia comunicante. O mais terrível foi quando recebi o diagnóstico inicial do neurocirurgião: VIH ou cancro. Passados três dias a seguir à consulta, internaram-me e fizeram-me muitos exames. Senti que o mundo me caía em cima. A minha mulher e toda a família agarraram-se a mim para que eu não me esquecesse de Deus. E assim supliquei-lhe que tivesse piedade de mim e não me mandasse uma doença tão terrível como a Sida, porque a minha esposa é excelente, tenho um bom lar, um filho pequenino, o que implicaria que eles também podiam sofrer desse mal.

Deus escutou-me, o VIH não se confirmou, faltavam os exames para pôr de parte o cancro. Depois de mudar de médico, marcaram-me a cirurgia. Contudo, quis conduzir o táxi por mais uns dias. A operadora do rádio táxi enviou-me para um serviço num colégio de grande prestígio na Colômbia; quando cheguei e observei as instalações, disse de mim para mim: “Este Colégio é muito bonito, mas julgo que aqui nunca trabalharei”. A pessoa que vinha recolher era um sacerdote que conduzi a um dos Centros culturais da Obra. Fez-me perguntas sobre a minha vida, sobre a minha mulher e o meu filho. Aproveitei e contei-lhe que não estava casado, que me queria confessar porque me iam fazer uma operação e que estava muito receoso. Então o padre aconselhou-me que a minha mulher e eu nos devíamos pôr de bem com Deus para receber a confissão. A seguir retirou da sua pasta uma oração a São Josemaria Escrivá e me deu com a recomendação que pedisse a intercessão de São Josemaria para a operação correr bem, e a vida também. Logo que o padre saiu do carro, observei a estampa e, depois de a ler, disse-lhe: “São Josemaria, se de verdade és santo e me puderes ajudar na operação, agradecer-te-ia muito”. A 19 de Dezembro fui operado e foi um êxito, encontro-me muito bem de saúde, casei-me e estou feliz a trabalhar como professor. Adivinhem onde? Sim, no Colégio de que lhes falei que se chama SAUCARÁ, e tudo graças a Deus, à Santíssima Virgem Maria e a um verdadeiro Santo: São Josemaria Escrivá.

José Ernesto F. P., Colômbia

13 de Abril de 2009.

Agradeço-lhe todos e cada um dos dias da minha vida

Não escrevo para agradecer concretamente um favor, mas para agradecer a São Josemaria todos e cada um dos dias da minha vida. Vivi e respiro o espírito do Opus Dei desde sempre. Tenho uns pais que me incutiram o amor à Obra, estudei num colégio do Opus Dei, conheci o meu marido numa Universidade da Obra, trabalho numa obra corporativa, durante os verões tenho muito próxima a Virgem de Torreciudad, apesar de uma operação importante e por intercessão de São Josemaria tenho 6 filhos maravilhosos… como não vou dar o meu testemunho? Às vezes até tenho vontade de gritá-lo aos quatro ventos, obrigada a São Josemaria e ao Opus Dei sou a pessoa que sou, com as minhas misérias… mas feliz e eternamente agradecida a Deus por me ter concedido tudo o que tenho.

Ana, Espanha

2 de Abril de 2009

Obrigado por tudo isso

Quero agradecer a São Josemaria os favores concedidos. O estar com a minha família, reunida aqui no Peru, o poder ir a Roma para lhe agradecer diante do seu túmulo. Ele teve parte na minha fé e na minha vida espiritual. A minha família e amigos são testemunhas daquelas vivências ao passar por Espanha, Roma, e Fátima (Portugal). Obrigado por tudo isso. Seguirei a mensagem do Opus Dei como sinal da minha fé em São Josemaria.

Javier Chunga, Peru

3 de Abril de 2009

Já está a trabalhar!

Já há muitos anos que ouvi falar de São Josemaria. Lembro-me da sua morte, da sua beatificação, e das polemicas de alguns contra o santo. Há quatro anos comecei a rezar pedindo-lhe para que o meu filho Hugo fosse admitido -coisa muito difícil- num curso profissional. O pedido foi atendido. Quando terminou a sua formação, não conseguia emprego. Por intercessão de São Josemaria, lendo a oração da estampa aqui na Internet, a graça foi-nos concedida. Depois, há uns meses, o meu filho André, que estava no desemprego, não encontrava trabalho. Rezei a São Josemaria e já está a trabalhar, embora com um contrato a prazo, breve, mas trabalha. Está à espera para iniciar um curso profissional prático.

São muitas as graças obtidas através de São Josemaria Escrivá de Balaguer, pelo que quero dar um testemunho público.

Joaquim, Portugal

2 de Abril de 2009

Duas semanas antes do meu casamento

Olá! Em primeiro lugar, queria dizer-lhes como me agrada ler tudo o que diz respeito a São Josemaria e os favores que concede. Eu mesma posso dar testemunho porque graças à sua oração, que associei à de D. Álvaro, vi como o pior se afastava de nós.

Conto-lhes o que aconteceu. O ano passado, duas semanas antes do meu casamento, que ia ser no final de Novembro, em plenos preparativos, o meu noivo esteve a ponto de ficar sem trabalho. Quando o vi destroçado por ter de se submeter a um “conselho disciplinar” e, sabendo ao que leva quase sempre a decisão de um conselho disciplinar no mundo profissional, recorri a São Josemaria e a D. Álvaro para invocá-los durante nove dias. No sétimo dia da novena, o meu noivo teve ocasião de expor as suas razões e anularam-lhe a sanção. Mandei celebrar uma Missa de ação de graças.

Com tudo isto não encontrava a estampa que tem a fotografia e a oração de São Josemaria porque já havia tempo que só recebia o boletim informativo de D. Álvaro. No dia seguinte ao terminar a novena que fiz lendo a oração num boletim antigo, disse de mim para mim: tenho de conseguir a oração a São Josemaria para trazê-la na minha carteira. E, eis que hoje, 31 de Março, quando já tinha perdido a esperança, o estafeta me entregou um envelope onde encontrei uma vez mais o que tanto desejava: a fotografia e a oração da estampa. Obrigada, São Josemaria.

Gisèle, Camarões

31 de Março de2009

Despertou do coma

Desde os meus primeiros anos de estudante sempre tive comigo uma estampa do então Beato Josemaria Escrivá, que um dia me tinha dado um familiar. Muitos anos depois a substitui pela da sua santificação e sempre a trago comigo.

Agora tenho um tio com um grave tumor cerebral. Foi operado mas, alguns dias depois, ficou muito mal. Este fim de semana voltaram a operá-lo de urgência e não despertava do coma. O médico disse-nos que se encontrava em estado muito grave e que, se ainda não tinha despertado, era muito provável que isso já não acontecesse. Então, coloquei a oração a São Josemaria sobre o vidro do box. Pela tarde o meu tio despertou. Agora o mudaram para um quarto e a estampa foi com ele. Embora a doença seja incurável, eu não perderei nunca a fé em Escrivá para nos ajudar a tê-lo uns anitos mais entre nós e para que não sofra. Obrigada São Josemaria.

Soledad Perales, Espanha

30 de Março de2009

Perdeu a carteira no mercado

Sinto que São Josemaria me fez já muitos favores, mas de todos, acho que vale a pena publicar este. O meu marido perdeu a carteira do dinheiro ao vir, um dia, do mercado. O certo é que pedi com muita fé a São Josemaria Escrivá para me ajudar a encontrar a carteira extraviada do meu marido. E, como coisa de Deus, por intercessão de São Josemaria Escrivá, aconteceu um milagre. Passados três dias, alguém tocou à campainha da minha casa trazendo a carteira perdida. Para mim isto foi um milagre com maiúsculas. Tal como estão as coisas neste país, é um verdadeiro milagre, sem dúvida.

Fanny Garcia de Medina, Barquisimeto. Venezuela

18 de Março de 2009

Meses com dificuldades profissionais

Reconheço o apoio que São Josemaria me tem dado. Ando há vários meses com muitas dificuldades profissionais (pressões, perseguições morais) que me provocaram uma depressão. Josemaria escutou todas as minhas petições. A primeira, que tenha conseguido afastar-me desse ambiente, e a segunda, que a minha fonte de receitas não variasse. Desde então, estou a pedir-lhe que me ajude a encontrar um trabalho onde possa recuperar e, ao mesmo tempo, sustentar-me economicamente. Espero que São Josemaria e D. Álvaro me concedam este último favor.

Maud, França

18 de Março de2009

Ajuda-me sem parar nas mil peripécias do dia-a-dia

Olá! São Josemaria ajuda-me sem parar nas mil peripécias do dia-a-dia. Tinha acendido a luz de um pequeno armário do quarto de banho e, como o interruptor era velho, não conseguia apagá-la. Um desperdício de energia por uma tontice. Quanto mais carregava no botão, menos funcionava. Pedi a São Josemaria que me ajudasse e logo que voltei a tentar, o interruptor funcionou.

Outro agradável favor: veio visitar-me uma amiga que vinha de comboio. Estivemos bastante tempo juntas. Para regressar, reparamos que só já tinha 30 minutos, e havia um enorme engarrafamento de trânsito. Apesar de tudo, conseguiu apanhar o comboio sem problemas. Obrigada, São Josemaria, por tantos favores.

Hélène, França

18 de Março de2009

O meu patrão acaba de me pagar o ordenado

Como prometi, eis o meu testemunho de agradecimento a São Josemaria. O meu patrão acaba de me pagar o ordenado. Estava desde ontem a rezar a São Josemaria e, eis, que a minha petição foi escutada. Obrigada, São Josemaria. Pedi-lhe mais duas coisas e sei que voltarei a dar o meu testemunho. Os problemas que tenho desde há algum tempo fizeram que descobrisse este Santo para mim ainda desconhecido há apenas quinze dias. Obrigada, obrigada, São Josemaria.

Agnès. Martinica, França

4 de Março de 2009

Pedi-lhe que me ajudasse a falar com ela…

Tenho uma amiga que tem um cancro grave. É uma pessoa, graças a Deus, de uma fé inquebrantável. Sempre frequentou os Sacramentos, e foi de Comunhão diária. Mas este último tempo da doença impossibilitou-a de ir à Missa todos os dias como antes. Como poderão imaginar estamos todos, tanto a família como os amigos, muito preocupados com ela. O cancro tem metástases e o prognóstico não é nada animador. Recebe a Comunhão quase diariamente. Um dia, disse ao sacerdote que era preciso dar-lhe a Unção dos Doentes. Ele disse-me que ela ou a família teriam de pedi-la. A minha amiga tem as faculdades mentais bastante diminuídas, devido à sua grande fraqueza física. E perguntar-me-ão que tem São Josemaria a ver com tudo isto… Procurei a sua estampa e pedi-lhe que me ajudasse a falar com ela sobre a importância de receber a Unção dos Doentes. Foi algo maravilhoso. São Josemaria preparou tudo de uma maneira muito especial. Fui vê-la, estive a conversar com ela e perguntei-lhe se não gostaria de receber a Santa Unção, e ela disse-me que sim. Não imaginam a alegria que senti naquele momento. Chamei o sacerdote e disse-lhe que M. E. queria receber a Santa Unção. Estive presente quando a recebeu, rezamos os três (ou talvez fôssemos “quatro”) as orações respectivas. M. E. totalmente lúcida recebeu o Sacramento. Não sei quanto tempo lhe resta de vida, mas sei que está muito bem preparada para partir. Obrigada, São Josemaria.

Patrícia, Argentina

10 de Março de 2009

Terminei

Sou Adriana, tenho 35 anos, sou brasileira, e atualmente estou a fazer o doutoramento em Gestão, na França. Depois de ter trabalhado seis anos na tese, tinha perdido a confiança em mim mesma e as forças para terminá-la. Foi então quando uma amiga do Opus Dei me deu a oração a São Josemaria. Rezei-a várias vezes durante o dia e notei a sua ajuda. Hoje finalmente terminei a tese e devo um eterno agradecimento a São Josemaria por ter intercedido neste favor.

Adriana, França

9 de Março de 2009

Meu emprego, com toda a certeza, foi um milagre!

Entrei no site para pegar a novena do trabalho e enviar a um primo meu, e verifiquei no final da novena que pedem para que quem obtivesse uma graça por intercessão de São Josemaria a comunicasse. Sendo assim, aqui estou.

Em Julho do ano passado, resolvi sair do meu emprego, pois descobri que os donos da empresa em que trabalhava em nada eram corretos. Eu precisava do emprego, mas não dava para trabalhar em um lugar totalmente antiético.

Eu nunca conseguia um emprego com carteira assinada, pois ainda sou estudante e as empresas costumam-nos contratar como estagiários e pagam pouco. Assim, através do meu noivo conheci o Opus Dei. Entre seus livros, encontrei a novena do trabalho e comecei a rezar. Já fazia uma semana que eu havia cadastrado meu currículo em sites de emprego.

Uma semana após o término da novena, eu consegui ser admitida em dois bons empregos, sendo que a empresa que tinha o salário inicial mais alto (cerca de quatro vezes mais o que eu costumava ganhar) ficava a 15 minutos da minha residência, além de ser uma empresa bem conceituada e extremamente ética, onde conheci pessoas maravilhosas.

Cabe ressaltar que, nesta vaga que consegui, o inglês era imprescindível e já fazia muito tempo que eu não trabalhava com esta língua. No entanto, Deus me iluminou para fazer as provas de admissão, com a ajuda de São Josemaria e da nossa Mãe do Céu também.

Este meu emprego com toda a certeza foi um milagre! Hoje em dia falo a todos que posso sobre esta novena.

Deus abençoe a todos!

Vanessa Grazielli, Brasil

2 de Março de 2009

Encontrei a sua estampa numa gaveta

Eu não tenho testemunho. Há já bastantes meses ia de viagem para casa dos meus pais e, no autocarro, falando com uma jovem, ela contou-me que a sua mãe andava empenhada em dar a conhecer um novo santo e deu-me uma estampa dele. Guardei-a, mas nunca mais lhe pus a vista em cima. Contudo, procurando outra coisa numa gaveta, encontrei a sua estampa, e agora estou a pedir-lhe um contrato de longa duração, ou de vários meses, na escola em que apenas tenho feito substituições. Por favor, São Josemaria…

Liliana, Argentina

2 de Março de 2009

Por curiosidade meti-me na net

Ando por este mundo há 55 anos. Em Março de 2008 cessei funções. Que pena não ter conhecido o Opus Dei antes dessa data., quando estava a trabalhar profissionalmente! Estou certo de que me teria ajudado a entender melhor a minha vida laboral. Hoje mesmo descobri a Prelazia na Internet. Tinha ouvido falar da Obra, entre outras coisas, pela publicidade que houve à volta do livro “Código da Vinci”, de Dan Brown. Por curiosidade, meti-me neste site. Fiquei surpreendido com o compromisso apostólico de São Josemaria e pela originalidade da sua missão cristã: viver com Cristo e encontrar Deus através da vida de todos os dias. Há alguns meses, inscrevi-me para receber as newsletters. São para mim uma razão de esperança e reavivam a minha fé. Rezo pelo Santo Padre.

Alain Marblez, França

1 de Março de 2009

A operação foi um êxito

Quero testemunhar que a minha irmã María Isabel Giménez foi operada com êxito, no dia 4 de Fevereiro do presente ano, pela intercessão do nosso querido Padre São Josemaria Escrivá junto do nosso amado Pai do Céu. Por esse motivo quero agradecer o milagre concedido.

Cristina J., Chile

23 de Fevereiro de 2009

O telefone direto da oração

Há muitas intervenções de São Josemaria na minha vida, e o meu testemunho mais importante é que ele está muito atento, aconselhando-nos, amando-nos e ensinando-nos. Devemos estudar, meditar e aplicar os seus sábios ensinamentos. Que bonito quando nos aconselha nos livros e nos vídeos! É ele quem nos guia para Cristo e nos pede que amemos cada vez mais a Virgem Maria. Tenho muitos testemunhos desde que me entregaram há 30 anos a sua oração, quando eu era ainda tão jovem e tinha um problema que me parecia sem solução. Ele esteve comigo e a novena que rezei chegou rapidamente aos ouvidos da minha Mãe Maria, a minha linda Santa Maria. Desde então, sei que está muito próximo de Nossa Senhora, cuidando-nos e intercedendo por nós e, por isso, devemos pedir a sua ajuda com fé. Usar o telefone direto da oração como ele dizia.

Edgar Monterroso, Guatemala

25 de Fevereiro de 2009

Uma marcação prévia importante

Ao ler os testemunhos no site, pensei que não estava a pedir coisas grandes a São Josemaria. E assim pedi-lhe por uma coisa que para mim era importante. Queria que a minha melhor amiga viesse jantar a minha casa, mas não o conseguia. Pedi-lhe que interviesse para que passássemos um bom momento juntas. Além disso, acrescentei outra intenção. A minha amiga veio e tudo correu bem. Obrigada, São Josemaria. Muito obrigada.

Marie, França

23 de Fevereiro de 2009

Uma amiga com muitos problemas

Escrevo para agradecer um favor de São Josemaria. Tenho uma amiga com muitos problemas devido a uma doença grave do marido. Rezamos ao Fundador do Opus Dei por essa intenção, e ela encontrou um trabalho muito bom, que a está a ajudar a manter a família. Continuamos a rezar pela saúde do seu marido.

Patrícia, G., Espanha

19 de Fevereiro de 2009

Quando Deus quis

Há seis meses que estava desempregado. Eu e os meus filhos rezávamos a novena do trabalho a São Josemaria, e continuei com a Missa diária e a recitação do terço a Nossa Senhora. Fiz várias diligências para ser admitido em vários trabalhos, sem êxito. Apesar do desemprego, continuava a confiar que Deus cuidaria da minha família e assim foi, com a ajuda econômica proporcionada pelos meus pais e irmãos. Quando Deus quis, consegui não só um trabalho mas dois. E com a graça de Deus consegui conciliar os dois, oferecendo todo o meu trabalho por amor de Deus e do meu próximo. Muito obrigado pela ajuda e a poderosa intercessão de São Josemaria.

J.A. Reino Unido

19 de Fevereiro de 2009

Acompanha-me desde que nasceu a minha segunda filha…

O Padre Josemaria acompanha-me desde que nasceu a minha segunda filha Araceli. 21 dias depois de ela nascer, tiveram de submetê-la a uma operação que não estava coberta pelo seguro, por ser uma doença congênita. Quando cheguei ao conhecimento do médico que a operou, vi sobre a sua secretária a clássica estampa do Padre Josemaria e fiz-lhe um comentário. Perguntou-me há quanto tempo o conhecia, e eu disse-lhe que, como gostava de ler, fora assim que tinha chegado ao seu conhecimento. Disse-me que não me preocupasse com os honorários e que, quando quisesse, o visitasse com os meus filhos. Este foi o primeiro milagre.

Até há pouco tempo, no passado 5 de Fevereiro de 2009, a minha fé não era consistente como o é agora. Nesse dia fui operado a um tumor na hipófise, rezei ao Padre Josemaria e a operação foi um êxito, agora estou a recuperar rapidamente e sinto a sua presença, assim como a de Nosso Senhor Jesus Cristo e de Deus.

Armando Júlio Acuña Arcos, Peru

17 de Fevereiro de2009-02-22

Por fim posso usufruir da minha família

Graças ao nosso santo Padre São Josemaria posso estar a escrever este e-mail neste país. Estava a ser muito difícil obter o visto, mas, graças à sua intercessão, estou em Los Angeles gozando da companhia da minha filha, neta e genro. É um “grande santo” por isso lhe tenho tanto carinho.

Ruth Melgar, E.U.A.

18 de Fevereiro de2009

Alegra-me tê-lo como amigo

Escrevo para lhes dizer o quanto estou agradecida a São Josemaria. Sou do Malawi (África), vivo e trabalho no Reino Unido desde há muitos anos. Fiz um pedido de residência permanente no país. Depois de uma longa espera, foi-me negada. Rezei a São Josemaria, e também o fizeram muitas outras pessoas, para me ajudarem no recurso junto da autoridade superior competente. E o recurso foi deferido! Esperei até receber o meu passaporte com a autorização, antes de escrever este relato. Muito e muito obrigado a São Josemaria, alegra-me tê-lo como amigo.

R. M., Reino Unido

16 de Fevereiro de 2009

De novo, muito obrigada

Quero manifestar novamente o meu agradecimento a São Josemaria por me permitido, pela segunda vez, vir para a Universidade de Navarra, a fim de obter, desta vez, um doutoramento em comunicação. Obrigada, São Josemaria, por todas as bênçãos que me concedeste na minha vida. Peço-te de modo especial pela minha família. Peço-te também que me abençoes para poder terminar a tese, trabalhar e viver um amor pleno no matrimônio.

Julianna Ramirez Lozano, Peru

15 de Fevereiro, 2009

Tinha um trabalho com muito stress

Eu tinha um trabalho com muito stress, e trabalhava até muito tarde todos os dias. Rezei a São Josemaria Escrivã, pedindo-lhe que me ajudasse a encontrar um trabalho que fosse melhor para mim. A minha oração foi escutada.

M. R., Estados Unidos

10 de Fevereiro de 2009

Para ser mais otimista…

Quero agradecer de novo porque ontem Domingo, 8 de Fevereiro, de manhã faltou a água; felizmente temos água guardada num tanque, mas depois também essa acabou, e não tínhamos para cozinhar. Então rezei a oração a São Josemaria e pedi-lhe: “Que venha a água o mais depressa possível”, e assim sucedeu. A água não demorou em vir.

Mudando de tema, gostaria que São Josemaria me ajudasse a amar a Jesus e à Virgem Maria cada dia mais, e a que a minha fé neles crescesse e em São Josemaria, em determinados assuntos que ainda não se resolveram como desejava. Gostaria que eles me ajudassem concretamente a ser mais otimista em encontrar um bom emprego.

Peru

9 de Fevereiro de 2008

Cumprindo a minha promessa, escrevo

Obrigado, São Josemaria, por teres ajudado a minha mulher a encontrar um novo trabalho. Depois de passar por situação delicada no antigo emprego, decidimos fazer uma novena ao Padre. Antes de acabá-la, fizeram-lhe uma entrevista para uma empresa com um futuro prometedor. Tanto ela como os da empresa ficaram com boa impressão. E, se Deus quiser, começará a trabalhar nos próximos dias. Cumprindo a minha promessa, para que todos saibam que o Padre é um bom intercessor, torno pública esta graça concedida.

Carlos, Espanha

7 de Fevereiro de 2009

Chegou a água

Quero agradecer a São Josemaria, por ter feito o favor de que chegasse a água a minha casa o mais rapidamente possível, pois a água tinha faltado desde Sábado 31/01/09, muito cedo. Nós necessitávamos de água para cozinhar e, depois de rezar a oração, chegou muito rapidamente. Abençoa a minha família.

Peru

2 de Fevereiro de2009

Recuperar a Fé

Graças à minha professora de condução a quem considero “a minha amiga da estampa”, recuperei a Fé porque ela me deu um pouquinho da sua, e, graças a Josemaria Escrivá, a minha Fé aumenta cada dia mais. Um dia ela deu-me uma estampa de São Josemaria e, desde essa altura, não me separo dela, rezo-lhe e isso me faz sentir melhor pessoa. Não interessa se me concede os meus desejos, pois só com o bem que me faz sentir depois de rezar, dou-me por satisfeita e a minha fé é agora muito mais forte, só me resta agradecer à minha amiga Dolores.

C., Espanha

31 de Janeiro de 2009

Uma grande ajuda para encontrar trabalho

Enquanto fazia uma novena a São Josemaria, tive a sorte de participar num processo de seleção, extenso e muito exigente; chegou um momento em que este processo parou. Contudo, ao retomar novamente a novena a São Josemaria, fui chamado e selecionado para um cargo de direção muito importante num Centro de Ski, no Chile, isto logo a seguir a ter estado aproximadamente um ano desempregado. Durante todo este processo, senti-me acompanhado por São Josemaria e pela Santíssima Virgem Maria, o que me propiciou dar excelentes entrevistas nas diversas etapas do processo anteriormente mencionado. Estou firmemente convencida da grande ajuda que representa São Josemaria e a realização da sua novena para encontrar trabalho.

Enrique S., Chile

20 de Janeiro de 2009

Desapareceram por completo as borbulhas

Olá amigos, tenho 37 anos. Durante muito tempo sofri de um problema de pele, concretamente na cara. Era uma espécie de borbulhas; fui ao médico, receitou-me várias pomadas, mas não desapareciam. Cansado e amargurado, um dia decidi rezar a São Josemaria que já me tinha ajudado noutras ocasiões. Depois de muito rezar, um bom dia começaram a diminuir até desaparecerem por completo.

Ninguém na minha família conseguia explicar pois parecia impossível. Eu sei que foi ele e agora lhe estou eternamente agradecido e sempre lhe rezarei. Saudações cordiais.

Adolfo Villegas Ortiz, Espanha

28 de Janeiro de 2009

Que o mundo saiba

Quero que o mundo saiba que por mediação de São Josemaria Escrivá, Jesus e a Nossa dulcíssima Mãe curaram o meu noivo de um cancro terrível. A partir do momento em que tomamos conhecimento desta cruel doença, colocamo-nos sob o seu amparo e mediação. As respostas às nossas orações não demoraram e tudo correu muito bem, graças a Deus.

Sou professora de um colégio a cargo do Opus Dei. Aí me ajudaram muitíssimo a encarar a situação e acompanharam-me sempre com as suas orações. Pus nas mãos de São Josemaria o meu noivo e futuro marido desde o primeiro momento. Ele tem muita fé e traz sempre com ele a estampa de São Josemaria. Agora continuamos a rezar pela sua saúde; só necessita de fazer exames médicos periódicos de controlo. Tenho a certeza de que isto foi um milagre de Deus. Estou profundamente agradecida à Virgem Maria, a Jesus e ao nosso Santo.

Silvana Gabriela Guevara, Argentina

6 de Janeiro de 2009

Projeto ativado

Estou muito agradecido pela bênção de São Josemaria Escrivá, nosso santo protetor.

Com a oração da Novena do trabalho aconteceu o milagre que lhe pedia para o meu emprego.

Informaram-nos de que o projeto em que trabalhava estava suspenso. E isso acarretava instabilidade. Contudo, depois de ter rezado a São Josemaria, os nossos chefes decidiram ativá-lo de novo. Peço mil bênçãos para os que se empenharam e conseguiram que este projeto seja uma realidade. Obrigado por todos os milagres concedidos.

John H. Catacora, Peru

4 de Janeiro de 2009

Deus perdoou-te

Escrevo-lhes para contar a última grande ajuda de São Josemaria na minha vida. A seguir a ter superado uma etapa de desacertos contínuos, sentia muitos remorsos, o que não me deixava tranquila. Contudo, uma noite pedi a São Josemaria que me ajudasse. Na manhã seguinte ao ligar a televisão, apareceu um sacerdote do Opus Dei a falar e disse: “Se Deus te perdoou, porque não te perdoas tu a ti mesma? Perdes tempo a torturar-te quando poderias procurar a redenção nas coisas do dia a dia. Há muito que fazer”. Para mim foi uma mensagem de São Josemaria e sinto

-me muito, muito melhor.

Pilar Lozano Salas, Peru

2 de Janeiro de 2009